WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Whisky feito a partir do malte ou do extrato, qual o melhor?

A maioria dos mestres destiladores tradicionais afirmam que o whisky feito a partir do malte é o melhor e somente ele pode alcançar todas as características de um determinado estilo

Whisky feito a partir do malte ou do extrato, qual o melhor?   Artigos Cursos CPT

 

Muitos mestres destiladores questionam: mas qual tipo de whisky é o melhor, o fabricado a partir do malte ou do extrato? “A maioria dos mestres destiladores tradicionais afirmam que o whisky feito a partir do malte é o melhor e somente ele pode alcançar todas as características de um determinado estilo”, afirma Alexandre Fontes Pereira, professor do Curso CPT Produção Artesanal de Whisky.

Já outros garantem que a qualidade do whisky é a mesma, o que difere é o que o mestre destilador não terá de se preocupar com o controle das temperaturas e dos tempos da fase de mostura. Esse grupo afirma que o extrato de malte substitui o malte moído com pouca ou nenhuma perda de qualidade.

É certo que, se o mestre destilador inciante não possui tempo para se dedicar a todas as fases, logo de início e não possui recursos para investir em todos os equipamentos e em uma cozinha mais ampla, o uso de extrato é excelente opção, para aprender parte do processo. Depois, com o tempo, caso queira, investir mais um pouco e testar o whisky feito a partir do malte.

É certo, também, que esse whisky, produzido a partir do xarope, mesmo que possua qualidade inferior, quando comparado ao produzido a partir do malte, apresenta pequena diferença e sua qualidade será superior a de diversos whiskys industriais, principalmente os de menor valor.

A grande vantagem do whisky feito a partir do malte é que o mestre destilador não fica preso aos extratos que encontra disponíveis à venda, podendo desenvolver o seu próprio estilo, depois que tiver mais conhecimento e prática do processo. Isso difere do whisky feito a partir do xarope, que fica restrito ao tipo de xarope que encontra no mercado, sem liberdade para realizar variações.

Alguns mestres destiladores que utilizam o extrato ainda comentam que existe a possibilidade de misturar um ou mais extratos fabricados para cervejas, para se produzir um whisky diferenciado. Se você acha melhor a produção do whisky a partir do xarope, não fique preso a preconceitos, experimente! Esta pode ser uma excelente opção. Além disso, você não perde o investimento. Caso queira passar a produção a partir do malte, pode aproveitar todos os equipamentos, bastando complementar os equipamentos necessários com mais uma panela, moinho e o chiller.

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Aprimore seus conhecimentos sobre o assunto. Leia a(s) matéria(s) a seguir:


- Responda se souber: quem inventou o Whisky?
Vai produzir whisky em casa? Conheça os destiladores!

Conheça os Cursos a Distância CPT da área Treinamento Profissional.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!