WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Cursos da Área Curso Homebrew - A Arte de Fazer Cerveja em Casa Curso Treinamento de Garçom Curso Treinamento de Pizzaiolo Curso Treinamento de Empregada Doméstica Curso Segurança Alimentar em Restaurantes e Lanchonetes - Treinamento de Manipuladores de Alimentos Curso Treinamento de Camareira Curso Treinamento de Chapeiro e Lancheiro Curso Treinamento de Florista Curso Treinamento de Jardineiro Curso Treinamento em Reservas e Recepção Curso Treinamento de Governanta Curso Treinamento de Gerente de Loja Curso Treinamento de Bartender - Barman / Barwoman Curso Treinamento de Churrasqueiro Curso Capacitação de Corretor de Imóveis Curso Técnicas de Memorização Curso Treinamento de Barista Curso Comunicação para o Sucesso Pessoal - Programação Neurolinguística Curso Técnicas de Comunicação Oral e Impostação de Voz Curso Capacitação de Auxiliar de Consultório Dentário - ACD ou ASB Curso Leitura Dinâmica Curso Segurança Alimentar em Restaurantes e Lanchonetes - Treinamento de Gerentes Curso Treinamento de Secretária Curso Treinamento de Recepcionista Curso Segredos do Vinho - Compra, Armazenamento, Degustação e Harmonização Curso Gerenciamento do Tempo Curso Como Desempenhar com Sucesso a Função de Vereador Curso Primeiros Socorros - nas Escolas, nas Empresas e em Residências Curso Treinamento de Síndico - Administração de Condomínios Curso Como Falar em Público Curso Treinamento de Atendente de Lanchonete Curso Capacitação de Cuidador de Idosos Curso Treinamento de Porteiro Curso Capacitação de Manipulador de Medicamentos Curso Capacitação de Atendente de Loja - Técnicas de Vendas Curso Capacitação de Atendente de Farmácia e Drogaria: Organização, Técnicas de Vendas, Serviços Farmacêuticos e Biossegurança Curso Capacitação de Atendente de Farmácia e Drogaria: Anatomia Humana e Farmacologia Curso Capacitação de Operadores de Telemarketing Curso Treinamento de Motorista Particular Curso Treinamento de Babá - Saúde, Alimentação e Higiene da Criança Curso Treinamento de Babá - Segurança e Primeiros Socorros Curso Treinamento de Babá - Desenvolvimento e Comportamento da Criança Curso Bicicletas - Escolha, Regulagem e Manutenção Áreas Afins 13Casa Prática 12Confecção de Roupas 6Consultórios Odontológicos 13Estética e Beleza 6Fabricação de Cosméticos 18Hotelaria 10Marcenaria 6Massoterapia 5Negócios Imobiliários 17Padaria e Confeitaria 12Pet 4Refrigeração 12Salão de Beleza Depoimentos dos Alunos Alunos de Sucesso Depoimentos Publicações TV Cursos CPT Artigos Notícias Dicas Cursos CPT Entretenimento Beirada de Fogão Melhores Filmes do Cinema Reflexões

Vai produzir seu próprio whisky? Descubra o segredo da mostura!

A mostura é a transformação do amido do malte em açúcares fermentáveis. Essa etapa é importante, porque o amido, por si só, não é algo “fermentável”, então precisamos convertê-lo

Vai produzir seu próprio whisky? Descubra o segredo da mostura!   Artigos Cursos CPT

 

Antes de entrarmos no assunto, é muito importante ressaltar a necessidade de iniciar a fabricação artesanal de whisk com todos os ingredientes necessários já pesados e separados, assim como todos os utensílios lavados e, quando for o caso, sanitizados. Ao longo da fabricação, os tempos devem ser seguidos à risca e, se os equipamentos e ingredientes não estiverem preparados, você poderá perder todo o trabalho já realizado, assim como os ingredientes.

A palavra mosto vem do latim “mostum” e significa suco, ou suco a ser fermentado. Essa etapa tem como objetivo principal embeber os grãos moídos em água, para que ocorra a hidratação do endosperma e a ativação de enzimas que foram produzidas no processo de malteação. Para que essas enzimas sejam eficientes, é necessário que a água esteja em temperaturas específicas. Essas enzimas têm a função de transformar o amido do grão em açúcares menores.

Portanto, a mostura é a transformação do amido do malte em açúcares fermentáveis. Essa etapa é importante, porque o amido, por si só, não é algo “fermentável”. “Em outras palavras, o fermento não consegue digerir o amido. Então, precisamos convertê-lo em açúcares fermentáveis ou digeríveis pelo fermento”, afirma Alexandre Fontes Pereira, professor do Curso CPT Produção Artesanal de Whisky.

Para entendermos as etapas do processo de produção dessa fase, é importante saber que durante essa etapa ocorre uma intensa atividade química e que o malte é uma grande molécula formada por ligações químicas de moléculas menores de dextrinas que, por sua vez, são formadas por moléculas menores de maltose, formadas por moléculas menores de glucose.

As grandes moléculas de amido são insolúveis e não podem ser metabolizadas pelo fermento, para obtenção de energia, gerando como subproduto CO2, água e álcool. A função da mostura, então, é quebrar as ligações químicas que agrupam as moléculas de dextrina e de maltose, tornando possível a ação do fermento sobre elas. Esse processo é realizado pela hidrólise (quebra das ligações químicas) da molécula de amido, que só é possível pela ação de enzimas formadas no processo de malteação.

Enzimas são moléculas formadas, geralmente, por proteínas que têm a capacidade de interferir em uma reação química, como se fossem catalisadores, tornando-a possível. Podem ser ativadas pela temperatura adequada e destruídas por temperatura excessiva. As enzimas que auxiliam na quebra das moléculas de glucano-celulose que retêm o amido em seu interior são as glucanases. Provocam a quebra da celulose do amido, tornando esse amido exposto à ação da água.

As enzimas que auxiliam na hidrólise (quebra das ligações químicas), das grandes cadeias de amido, são as amilases (amido ou amilo + ase, sufixo para enzimas). Uma vez liberados os aminoácidos da molécula de proteína, a temperatura é elevada para início de atuação da amilase, isto é, a enzima que quebra as ligações das longas cadeias de amido, provocando sua gelatinização em açúcares de cadeia menor, de mais alta solubilidade e de fácil digestão pelas leveduras do fermento: dextrinas, em seguida maltose e, em seguida, parte em glucose.

Depois de cumpridas todas as tarefas das quais a natureza incumbiu as enzimas, elas devem ser inativadas para evitar que continuem a permitir reações indesejadas. Para serem inativadas, elevamos a temperatura acima do seu ponto de tolerância. Essa elevação de temperatura tem também a função de proceder à esterilização do mosto, de forma a destruir todos os microrganismos presentes, provenientes do malte, do próprio vaso de processo com sanitização insuficiente do processo anterior, e até mesmo da água e do ar.

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Aprimore seus conhecimentos sobre o assunto. Leia a(s) matéria(s) a seguir:


- Responda se souber: quem inventou o Whisky?
Vai produzir whisky em casa? Conheça os destiladores!

Conheça os Cursos a Distância CPT da área Treinamento Profissional.
Por Silvana Teixeira.

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!