WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Treinamento de porteiro: como agir em casos de emergência

Além dos incêndios, as empresas e instituições estão sujeitas a inúmeras situações de crises e emergências, capazes de comprometer o bom funcionamento da instituição

Treinamento de porteiro: como agir em casos de emergência   Artigos Cursos CPT

 

Além dos incêndios, as empresas e instituições estão sujeitas a inúmeras situações de crises e emergências, capazes de comprometer o bom funcionamento da instituição. “Por isso, a direção deve ter sempre pronto um plano de emergência e contingência a ser empregado nessas situações”, afirma Plácido Soares, professor do Curso a Distância CPT Treinamento de Porteiro, em Livro+DVD e Curso Online.

Como situações de crise e emergência, podem ser mencionadas, entre outras, as seguintes:


a) Explosões;
b) Desabamentos;
c) Inundações;
d) Fenômenos naturais, como raios, furacões e tempestades;
e) Intoxicações, como vazamento de gases ou outros produtos tóxicos;
f) Pânico coletivo, como ameaça de bombas; e outras situaçõessemelhantes;
g) Ameaças de sequestros ou atentados.

Para não ser vítima de situações como essas, a empresa ou instituição deve antecipar-se ao problema, adotando as seguintes providências:


- Adote políticas preventivas, procurando analisar quais são os riscos que mais ameaçam a empresa, considerando sua localização, estrutura de construção, áreas vulneráveis, entre outros aspectos.
- Organize Brigadas de Emergência, compostas por funcionários e dirigentes.
- Mantenha um canal de comunicação eficiente com o Corpo de Bombeiros e com a Defesa Civil.
- Estabeleça previamente qual o tipo de ação a ser adotada em cada situação particular, como evacuação e socorro a feridos.
- Faça exercícios simulados periodicamente, para manter o pessoal sempre alerta contra eventuais riscos e perigos.
- Elabore um Plano de Contingência, capaz de restabelecer o funcionamento normal da empresa, mesmo após a situação de crise ou emergência.

Normalmente, esses planos são elaborados pela gerência de segurança da instituição. Ao porteiro, em caso de emergência, cabe adotar as seguintes providências:


- Dar prioridade a vidas humanas, socorrendo ou ajudando pessoas.
- Dar o Alarme, verbalmente ou através de acionamento de sinais sonoros.
- Chamar a polícia ou o corpo de bombeiros, dependendo do tipo de ocorrência.
- Resolver as causas do problema se tiver conhecimento técnico para tanto.
- Evacuar o local com calma e em ordem.
- Fechar e isolar o local ao sair.
- Prestar auxílio aos policiais ou aos bombeiros.

Situações de pânico e emergência devem ser previstas com antecedência e planos de ação e reação devem ser previamente elaborados.

Aprimore seus conhecimentos sobre o assunto. Leia a(s) matéria(s) a seguir:


Treinamento de porteiro: como agir em situações de crime

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVDs e Cursos Online, da área Treinamento Profissional.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!