WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Fale com uma Especialista
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Manutenção preventiva de bicicletas: por que fazer?

A importância de uma manutenção preventiva é manter o equipamento em dia, além de evitar quebras durante o percurso, diminuir os desgastes das peças que passam a funcionar melhor e por muito mais tempo

Manutenção preventiva de bicicletas: por que fazer?   Artigos Cursos CPT

 

Uma das coisas mais comuns que arruínam uma pedalada são problemas mecânicos durante o trajeto. A importância de uma manutenção preventiva é manter o equipamento em dia, além de evitar quebras durante o percurso, diminuir os desgastes das peças que passam a funcionar melhor e por muito mais tempo.

"No entanto, grande parte dos ciclistas ou não fazem a manutenção preventiva ou a realizam em frequência muito menor que a indicada, esperando que a sua bike quebre para visitar o mecânico", afirma Alcenir Junior, professor do Curso a Distância CPT Bicicletas - Escolha, Regulagem e Manutenção, em Livro+DVD e Curso Online.

Como devem ser realizadas antes das pedaladas, é altamente recomendado que, além dos mecânicos, os próprios ciclistas saibam realizá-las, uma vez que são manutenções bastante simples e rápidas.

Para realizar as manutenções, inclusive a preventiva e corretiva, é necessário o uso de ferramentas específicas que devem ser sempre de boa qualidade para não danificarem as peças. Existe uma grande variedade de ferramentas que podem ser necessárias. São elas:


- Kit de chave de fenda e chave phillips;
- Kit de chave de boca, pelo menos nos tamanhos de 8 a 17 mL;
- Kit de chave Allen, pelo menos de 1,5 a 8 mL;
- Kit de chave Torx, Chave inglesa grande;
- Chave de pedal – quanto maior o cabo, mais fácil será a remoção dos pedais;
- Saca-corrente, para abrir elos da corrente;
- Chave de raios, para trocar e apertar raios;
- Extrator de cassete e disco central;
- Chave imobilizadora de cassete;
- Extrator de pedivela – Para fazer a limpeza e lubrificação dos eixos;
- Medidor de desgasta da corrente, fundamental para avaliar o desgaste da corrente;
- Cavalete – Indispensável para fazer a manutenção com conforto e segurança.
- Existem modelos com pedestal (tripé) ou para fixação na parede;
- Sangrador de Freio – Custa relativamente caro. Deve-se adquirir o modelo certo para os freios de sua bike;
- Saca-rolamento e Espátula para retirada de pneus.

É importante também que as ferramentas estejam sempre arrumadas em um quadro fixado em um local de fácil acesso na oficina para que todas as ferramentas fiquem à vista e à mão do mecânico. Essa forma de organização também facilita a verificação, para não faltar alguma ferramenta.

Saiba mais sobre o mundo das bicicletas. Leia os artigos abaixo:


Bicicleta com quadro de fibra de carbono: vantagens e desvantagens
Freios a disco hidráulico: saiba tudo sobre eles
Aumenta o número de ciclistas no Brasil
Bicicletas urbanas ou de passeio: características principais

Quer saber mais sobre o Curso? Dê um Play no vídeo abaixo!


 

Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVDs e Cursos Online, da área Treinamento Profissional.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!