Cursos da Área Curso Homebrew - A Arte de Fazer Cerveja em Casa Curso Bicicletas - Escolha, Regulagem e Manutenção Curso Capacitação de Auxiliar de Consultório Dentário - ACD ou ASB Curso Treinamento de Garçom Curso Treinamento de Pizzaiolo Curso Treinamento de Empregada Doméstica Curso Segurança Alimentar em Restaurantes e Lanchonetes - Treinamento de Manipuladores de Alimentos Curso Treinamento de Camareira Curso Treinamento de Chapeiro e Lancheiro Curso Treinamento de Florista Curso Treinamento de Jardineiro Curso Treinamento em Reservas e Recepção Curso Treinamento de Governanta Curso Treinamento de Gerente de Loja Curso Treinamento de Bartender - Barman / Barwoman Curso Técnicas de Memorização Curso Treinamento de Churrasqueiro Curso Capacitação de Corretor de Imóveis Curso Treinamento de Barista Curso Comunicação para o Sucesso Pessoal - Programação Neurolinguística Curso Técnicas de Comunicação Oral e Impostação de Voz Curso Leitura Dinâmica Curso Segurança Alimentar em Restaurantes e Lanchonetes - Treinamento de Gerentes Curso Treinamento de Secretária Curso Treinamento de Recepcionista Curso Segredos do Vinho - Compra, Armazenamento, Degustação e Harmonização Curso Gerenciamento do Tempo Curso Treinamento de Síndico - Administração de Condomínios Curso Primeiros Socorros - nas Escolas, nas Empresas e em Residências Curso Treinamento de Atendente de Lanchonete Curso Como Desempenhar com Sucesso a Função de Vereador Curso Como Falar em Público Curso Capacitação de Cuidador de Idosos Curso Treinamento de Porteiro Curso Capacitação de Manipulador de Medicamentos Curso Capacitação de Atendente de Loja - Técnicas de Vendas Curso Capacitação de Operadores de Telemarketing Curso Treinamento de Motorista Particular Curso Capacitação de Atendente de Farmácia e Drogaria: Organização, Técnicas de Vendas, Serviços Farmacêuticos e Biossegurança Curso Treinamento de Babá - Saúde, Alimentação e Higiene da Criança Curso Capacitação de Atendente de Farmácia e Drogaria: Anatomia Humana e Farmacologia Curso Treinamento de Babá - Desenvolvimento e Comportamento da Criança Curso Treinamento de Babá - Segurança e Primeiros Socorros Áreas Afins 13Casa Prática 11Confecção de Roupas 6Consultórios Odontológicos 9Estética e Beleza 5Fabricação de Cosméticos 17Hotelaria 10Marcenaria 6Massoterapia 5Negócios Imobiliários 17Padaria e Confeitaria 10Pet 4Refrigeração 11Salão de Beleza Depoimentos dos Alunos Alunos de Sucesso Depoimentos Publicações TV Cursos CPT Artigos Notícias Dicas Cursos CPT Entretenimento Beirada de Fogão Melhores Filmes do Cinema Reflexões

Eleições 2018: o que muda com a reforma política?

Confira as principais mudanças estabelecidas pela reforma política

Urna eletrônica

No ano passado foi realizada uma votação no congresso, com o intuito de votar propostas da reforma política, para que elas passassem a valer para as eleições de 2018. Era necessária a aprovação um ano antes da eleição que, neste ano, define deputados, senadores, governadores e o novo presidente do Brasil.

O professor do Curso a Distância CPT Campanha de Prefeito Passo a Passo, Tadeu Comerlatto, afirma que a reforma política é importante para o país, pois ela tem a intenção de otimizar ainda mais o processo eleitoral.

A partir dessa reforma, é importante que partidos, candidatos e eleitores estejam atento às mudanças. Confira a seguir quais regras mudam para o pleito de 2018:

1- Cláusula de barreira

Regra antiga: todos os partidos tinham direito a uma parte do fundo partidário, usado para manter a estrutura das legendas. O tempo de propaganda em rádio e TV era calculado de acordo com a bancada na câmara.

Regra nova: para ter direito ao tempo de propaganda e ao fundo partidário, é necessário um desempenho eleitoral mínimo. Para que o partido tenha esse desempenho mínimo, deverá atender a pelo menos uma dessas duas exigências:

- atingir, em 2018, no mínimo 1,5% do total de votos válidos, distribuídos em 9 estados ou mais. Em cada um desses estados, é necessário obter, no mínimo, 1% dos votos válidos.

- eleger 9 deputados, distribuídos por, no mínimo, 9 estados.

Até 2030 essas exigências aumentarão gradativamente. Essa alteração deverá impactar os pequenos partidos, que possuem menos representatividade.

2- Fundo eleitoral

Regra antiga: não existia. Antes, partidos e candidatos podiam receber doações apenas de pessoas físicas para financiar a campanha, sem verba pública.

Regra nova: Após a proibição do financiamento empresarial pelo STF, essa foi a alternativa encontrada pelos políticos para conseguir dinheiro para suas campanhas: um fundo eleitoral com verba pública. A divisão será feita da seguinte forma:

- 2% igualmente entre todos os partidos do país.

- 35% entre os partidos com ao menos um representante na Câmara dos Deputados, proporcionalmente aos votos obtidos por eles na última eleição.

- 48% entre os partidos na proporção do número de deputados na Câmara em 28 de agosto de 2017.

- 15% entre os partidos na proporção do número de senadores em 28 de agosto de 2017.

3- Arrecadação

Regra antiga: nos anos de eleição, em meados de agosto, os candidatos poderiam começar a arrecadar dinheiro para suas campanhas, mas esse dinheiro só seria liberado com o registro da candidatura.

Regra nova: poderá ser arrecadado dinheiro a partir de 15 de maio, de forma prévia e através de “vaquinhas” online. Também é possível vender bens e serviços, bem como promover eventos para arrecadar fundo para a campanha.

4- Limite para doações

Regra antiga: pessoas físicas podiam doar até 10% de sua renda bruta para candidatos ou para chapas majoritárias.

Regra nova: o limite de doação será de 10 salários mínimos. Acima desse valor, a doação está sujeita a multa.

5- Limite de gastos de campanha

Regra antiga: não havia um limite de gastos.

Regra nova: haverá limite para cada candidato, de acordo com o cargo a que concorrem:

- Presidente: R$ 70 milhões no 1º turno, e metade deste valor no 2º turno, se houver.

- Governador: varia de R$ 2,8 milhões até R$ 21 milhões, de acordo com o número de eleitores do estado.

- Senador: de R$ 2,5 milhões a R$ 5,6 milhões, de acordo com o número de eleitores do estado.

- Deputado federal: R$ 2,5 milhões, independentemente do estado.

- Deputado estadual: R$ 1 milhão, independentemente do estado.

6- Debates

Regra antiga: emissoras de rádio e tv eram obrigadas a convidar para o debate, candidatos de partidos com mais de 9 deputados na câmara.

Regra nova: o número foi reduzido para 5.

7- Voto impresso

Regra antiga: não havia voto impresso, somente registro eletrônico.

Regra nova: a impressão do registro de voto foi aprovada para a eleição de 2018, porém o TSE, Tribunal Superior Eleitoral, já adiantou que não haverá orçamento para a implantação dessa nova medida em todo o país.

 


Conheça os Cursos a Distância CPT, constituídos de Livro+DVD, e Cursos Online da Área Treinamento Profissional:

Campanha de Vereador – Passo a Passo
Campanha de Prefeito – Passo a Passo
Como Desempenhar com Sucesso a Função de Vereador

Fonte: G1 – g1.globo.com
por Renato Rodrigues

Cursos Relacionados

Curso Como Desempenhar com Sucesso a Função de Vereador Curso Como Desempenhar com Sucesso a Função de Vereador

Com Prof. Francisco Tomazolli da Fonseca

R$ 484,00 à vista ou em até 12x de R$ 40,33 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Outros artigos relacionados à área Treinamento Profissional

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade