WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Fale com uma Especialista
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Condicionadores de ar split: realização de vácuo no sistema

Conhecido também como processo de desidratação, o vácuo é um procedimento de limpeza da tubulação e consiste em retirar os gases atmosféricos que entraram nelas entram durante o preparo das instalações

Condicionadores de ar split: realização de vácuo no sistema    Artigos CPT

Conhecido também como processo de desidratação, o vácuo é um procedimento de limpeza da tubulação e consiste em retirar os gases atmosféricos que entraram nelas entram durante o preparo das instalações. “Esse procedimento é muito importante, pois os gases atmosféricos são incondensáveis no processo de refrigeração e acabam por tomar o espaço do fluido refrigerante”, explica o Professor Alan de Brito, do Curso CPT Instalação de Condicionador de Ar Split.

Como esse gás não muda de fase, ele aumenta as pressões de descarga, diminui a eficiência da máquina e aumentar o consumo energético, o que é prejudicial para o equipamento, assim como a umidade relativa do ar. Para realizar o vácuo, é necessário:


- Um manômetro;
- Uma bomba de vácuo de 5 CFM ( quanto maior, melhor);
- Uma válvula de linha;
- Uma conexão (pode ser um T); e
- Vacuômetro.

Como fazer


- Conectar a mangueira do centro (amarela) à bomba de vácuo; e
- Adaptar na mangueira azul do manômetro de baixa pressão uma conexão para o vacuômetro e uma outra mangueira que deverá ser conectada à válvula de sucção (quanto menos conectores forem usados nesse processo, menor será a possibilidade de problemas no processo de vácuo), além de uma válvula de linha para não sobrecarregar o vacuômetro no momento da liberação do fluido, uma vez que a pressão direta sobre o equipamento pode danificá-lo;
- Ligar a bomba de vácuo;
- Ligar o vacuômetro. Para um processo de vácuo eficiente, a maioria dos fabricantes orienta que abaixo de 500 mícrons o sistema já estará livre de elementos indesejáveis;
- Abrir o manômetro de baixa pressão que, inicialmente, está em zero;
- Abrir a válvula para liberar o vacuômetro para a linha e dar início a medição do vácuo (Enquanto o vacuômetro faz a medição do vácuo, o manômetro indica pressão negativa de vácuo absoluto, o que não é verdadeiro, por isso, é fundamental a utilização do vacuômetro. Inicialmente, o vacuômetro mostrará um valor acima de 3.000 mícrons);
- Alcançado o resultado abaixo de 500 mícrons de HG, significa que o sistema está livre dos gases incondensáveis e da umidade e pronto para receber o fluido refrigerante; e
- A bomba de vácuo pode ser desligada, e, para liberar o vacuômetro do sistema, o registro de linha deve ser fechado, caso contrário, a pressão lançada sobre este instrumento pode danificá-lo.

Para teste de vazamento no sistema, alcançada a medida abaixo de 500 mícrons, pode-se fechar o manômetro e aguardar 15 minutos. A pressão no vacuômetro voltará a subir, o que é normal, desde que não alcance o valor inicial da pressão atmosférica, de 3.000 mícrons.

É importante salientar que a bomba de vácuo possui um óleo de coloração límpida que se altera com o tempo de uso devido ao acúmulo da umidade que é retirada do sistema. Desse modo, o ideal é que esse óleo seja trocado a cada três meses e que seja utilizado o óleo específico para bomba de vácuo.

Saiba mais sobre o assunto. Leia a(s) matéria(s) a seguir:


- Dicas para montar tubulação frigorígena
Condicionador de ar split: como determinar a potência do aparelho?

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT da área Refrigeração.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!