WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Comunicação entre o cuidador de idosos e o idoso

Algumas vezes o idoso pode ficar irritado por não conseguir falar ou se expressar, embora entenda o que falam com ele. Por isso, para facilitar a comunicação entre o cuidador de idosos e o idoso, alguns passos devem ser seguidos

 

Comunicar envolve, além das palavras que são expressas por meio da fala ou da escrita, todos os sinais transmitidos pelas expressões faciais, pela postura corporal e também pela proximidade ou distância que se mantém entre as pessoas; a capacidade e jeito de tocar, ou mesmo o silêncio em uma conversa. No caso do idoso, algumas vezes ele pode ficar irritado por não conseguir falar ou se expressar, embora entenda o que falam com ele.

Para facilitar a comunicação entre o cuidador de idosos e o idoso, sigam os 10 passos abaixo:

1.Use frases curtas e objetivas. No caso de pessoas idosas, evite tratá-las como crianças, utilizando termos inapropriados como “vovô”, “querido” ou ainda utilizando termos diminutivos desnecessários como “bonitinho”, “lindinho”, a menos que a pessoa goste.

2.O cuidador deve repetir a fala, quando essa for erroneamente interpretada pelo idoso, utilizando palavras diferentes.

3.Fale de frente, sem cobrir a boca, não se vire ou se afaste, enquanto fala, e procure ambientes iluminados para que a pessoa, além de ouvir, veja o movimento dos lábios da pessoa que fala com ela, assim entenderá melhor.

4.Aguarde a resposta da primeira pergunta antes de elaborar a segunda, pois o idoso pode necessitar de um tempo maior para entender o que foi falado e responder.

5.Não interrompa o idoso no meio de sua fala, demonstrando pressa ou impaciência. É necessário permitir que ele conclua o seu próprio pensamento.

6.Caso o cuidador não entenda a fala do idoso, peça que ele escreva o que quer dizer. Se o idoso não puder escrever, faça perguntas que ele possa responder com gestos e combine com ele quais gestos serão usados, por exemplo: fazer sim ou não com a cabeça, franzir a testa ou piscar os olhos, entre outros.

7.Diminua os ruídos no ambiente onde o idoso permanece.

8.Verifique a necessidade e as condições de próteses dentárias e/ou auditivas que possam estar dificultando a comunicação.

9.Cante com o idoso, pois essa atividade estimula o uso da voz. A música ajuda o idoso a recordar pessoas, sentimentos e situações que ocorreram com ele, favorecendo a sua comunicação.

10.O toque, o olhar, o beijo, o carinho são outras formas de comunicação que ajudam o cuidador a compreender a pessoa cuidada e ser compreendido por ela.

Importante!

É comum as pessoas idosas e também as pessoas com demência, doença de Alzheimer, esquecerem-se de situações vividas e/ou do nome de pessoas, ou ainda trocarem palavras. Essas situações provocam embaraços e angústia tanto à pessoa cuidada como aos familiares.

Sendo assim, é importante que o cuidador, ao se referir a alguém conhecido, explique à pessoa cuidada de quem está falando: “Maria, sua filha”; “João, seu vizinho”, assim a pessoa vai se situando melhor na conversa e vai relembrando pessoas e fatos que havia esquecido.

É preciso falar com simplicidade e pedir que a pessoa toque objetos, retratos e quadros. Isso ajuda a “puxar” a memória e a melhorar a conversa.

Por Andréa Oliveira.

O CPT – Centro de Produções Técnicas, desenvolveu alguns Cursos Profissionalizantes que o levarão rumo ao sucesso profissional.

Entre os cursos, temos:

CURSO PROFISSIONALIZANTE DE CUIDADOR DE IDOSOS

PROGRAMA DO CURSO:

Módulo 1 - Profissionalizante Essencial
 
-Empreendedorismo;
-Ética e competência;
-Marketing profissional;
-Comunicação;
-Qualidade na prestação de serviços;
-Introdução à administração;
-Negociação e outros.
 
Módulo 2 - Curso Primeiros Socorros
 
-O papel socorrista;
-Como reconhecer uma situação de emergência;
-Aspectos legais sobre primeiros socorros;
-A ética no atendimento de urgência;
-Hemorragias;
-Insolação;
-Intermação; -
-Queimaduras (atendimento às queimaduras);
-Hipotermia;
-Intoxicação ou envenenamento (atendendo à vítima de intoxicação);
-Afogamento (atendendo à vítima de afogamento);
-Choque elétrico (atendendo à vítima de choque elétrico);
-Vertigem e desmaio (atendimento à vítima de vertigem e atendimento à vítima de desmaio);
-Fraturas e entorses;
-Convulsão e epilepsia;
-Estado de choque;
-Emergências cardiovasculares e outros.

Módulo 3 - Curso Capacitação de Cuidador de Idosos
 
-O cuidador de idosos;
-O papel e as responsabilidades do cuidador;
-Como deve ser a comunicação com o idoso;
-A saúde do cuidador de idosos;
-Os direitos trabalhistas do cuidador formal da pessoa idosa;
-Doenças;
-Cuidados básicos de saúde;
-Cuidados com a medicação do idoso;
-A assistência ao idoso acamado ou com limitações físicas;
-Como aprimorar a memória do idoso;
-Atividades físicas;
-Alimentação saudável;
-Violência, maus tratos e os direitos dos idosos;
-O idoso diante da morte e outros.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!