WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Dia do Cliente

Secagem de madeira

Técnicas simples garantem a qualidade da madeira, diminuindo gastos com a produção e aumentando o valor no mercado

A secagem da madeira é indispensável para o produtor madeireiro que pretende aumentar seus lucros, pois ao atingir um nível mais baixo de umidade, a madeira propicia uma série de vantagens financeiras no transporte e na comercialização. Ao perder líquido, ela também perde peso, ou seja, o deslocamento acaba sendo facilitado e barateado. Além disso, a secagem proporciona uma durabilidade mais longa, característica que determina qualidade e valorização no mercado. Vale ressaltar que, se o próprio produtor for responsável pela técnica de secagem e se esta for realizada na propriedade, o lucro será ainda maior.

Fatores prejudiciais à madeira

Fungos de podridão consumindo a madeira

Antes de mais nada, qualquer pessoa que se interesse pelo negócio madeireiro precisa saber que a umidade por si só não causa danos à madeira. Na verdade, a umidade favorece a migração e a proliferação de agentes biológicos na sua parte interna. Estes, sim, são os reais responsáveis pela deterioração. Os principais agentes biológicos causadores dessa destruição são as térmitas, os carunchos e os fungos de podridão. As térmitas e os carunchos penetram na madeira, alimentando-se dela e abrindo galerias que possibilitem o deslocamento. Os fungos de podridão também a destroem, alimentando-se da parede celular.

O professor José Tarcísio da Silva Oliveira, engenheiro florestal e doutor em tecnologia da madeira, explica que fatores atmosféricos também podem alterar algumas características do material. Contudo, diferentemente dos agentes biológicos, eles não modificam a estrutura interna, interferem apenas na aparência. A chuva e o sol, por exemplo, atingem somente a parte externa, alterando cor e textura e provocando um aspecto envelhecido. As consequências são apenas estéticas, sem que a qualidade e a estrutura interna sofram qualquer modificação.

Durabilidade

É interessante citar que toda árvore possui uma durabilidade própria, dependendo não só da sua espécie mas também do local e das condições em que vive. Oliveira lembra que se a planta é oriunda de uma floresta planejada e plantada, por exemplo, tem uma durabilidade baixa, necessitando, portanto, passar por um rigoroso processo de secagem. Já uma árvore típica da floresta tropical tem uma durabilidade naturalmente mais estendida, dispensando a técnica da secagem. Vale lembrar que a floresta plantada é ecologicamente correta, pois atende às necessidades comerciais sem que haja, de fato, um desmatamento, ou seja, ela contribui com o desenvolvimento sustentável.

Vantagens proporcionadas pela secagem

O engenheiro florestal explica que a secagem da madeira não é muito utilizada no Brasil e nas raras vezes em que se propõem a explorá-la, ela geralmente é operada de maneira ineficaz. Essa ineficiência é oriunda da falta de conhecimento não só da técnica em si como também do que ela realmente significa em termos econômicos para o produtor. É muito comum por aqui, por exemplo, o transporte de lenhos que não passaram pela secagem. O resultado disso é uma despesa grande e desnecessária. Quando estão secas, as toras têm o peso diminuído, facilitando e barateando essa etapa da comercialização.

Madeira na construção civil

Oliveira elenca uma série de vantagens oferecidas pela secagem, como prevenir a invasão e a proliferação de fungos e insetos e permitir que a madeira aceite produtos de limpeza e verniz quando ela estiver no seu formato final, seja como parte de uma construção civil, móveis ou objetos decorativos. Além disso, toda madeira tende a variar sua extensão sempre que perde e recebe umidade. No entanto, essa movimentação dimensional acaba sendo inibida pela secagem, evitando rachaduras e empeno. Outro benefício do método é que ele facilita a perfuração e o lixamento da madeira ao ser trabalhada.

Processo de secagem

O professor doutor José Tarcísio Oliveira ensina que o processo ocorre a partir da migração da umidade das camadas internas para a camada mais superficial e da posterior evaporação dessa água para o meio. Contudo, para que isso aconteça, algumas condições são imprescindíveis. A evaporação depende do clima e o deslocamento da umidade para a superfície depende das propriedades da madeira responsáveis pelo transporte de água e nutrientes, bem como da sua espécie e espessura.

A perda da umidade da camada superficial não pode ser mais rápida do que a migração da água interna para a superfície da tora. Caso contrário, ela ficaria danificada, apresentando problemas de encanoamentos e empenamentos. Para evitar esses incidentes, é necessário que o produtor controle a velocidade de movimentação da umidade.

Secagem da madeira

A secagem pode ser feita em instalações rústicas ou mais sofisticadas. Ao optar pelas estufas, é possível ter um controle maior não só sobre os defeitos das toras como também sobre o tempo de processamento, diminuindo-o consideravelmente. Porém, secagens artificiais requerem alto investimento. Nesse caso, é necessário que o produtor esteja disposto a investir em equipamentos.

O curso Secagem e Tratamento de Madeira na Fazenda, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, pretende informar, orientar e capacitar pessoas interessadas pelo setor madeireiro. A qualidade e a durabilidade da madeira dependem quase que exclusivamente de cuidados relacionados à secagem e ao tratamento, que podem ser realizados ainda na fazenda onde ocorre a extração. O produtor rural que pretende comercializar e lucrar com esse produto bastante valorizado pelo mercado, não pode deixar de dominar as técnicas ensinadas no curso.

Por Camila Guimarães Ribeiro

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!