WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Como é o cultivo das plantas medicinais?

Do planejamento à colheita: instruções para um cultivo perfeito de plantas medicinais


Segundo explica a Prof.ª Dr.ª Maria Bergo, do Curso Uso de Plantas Medicinais em Dermatologia, para o cultivo eficiente de plantas medicinais, é essencial selecionar um local com, pelo menos, cinco horas de sol diário durante todo o ano. O local deve ser bem drenado e protegido contra ventos fortes e frios para garantir o crescimento vigoroso das plantas.


É importante também que haja acesso à água de qualidade para irrigação, seja de torneira, córrego, nascente ou poço, livre de contaminantes químicos e biológicos. Além disso, deve-se evitar áreas próximas a fontes de poluição como esgotos, fossas e estradas poeirentas.


Escolha das espécies.

A seleção das espécies para plantio deve considerar a demanda de mercado, o interesse do produtor e a adaptação às condições climáticas locais. É fundamental conhecer as exigências climáticas das espécies medicinais para escolher aquelas mais adequadas ao clima predominante. Embora a maioria se adapte bem a climas tropicais e subtropicais, algumas requerem condições mais frias para um desenvolvimento ideal.


Espécies como alecrim, dente-de-leão, guaco, hortelã, malva e sálvia são conhecidas pela sua adaptação a diferentes condições climáticas. Já plantas como camomila preferem climas mais amenos ou temperados.


As plantas se reproduzem por sementes ou através de estruturas vegetativas, como folhas, pedaços de caule, rizomas e filhotes.


Sementes.

As sementes podem ser adquiridas no mercado ou coletadas pelo próprio produtor. É importante colher as sementes quando estiverem maduras e secas. Para armazenamento futuro, as sementes devem ser desidratadas ao sol e guardadas em local refrigerado, protegidas da umidade e de insetos. É recomendável etiquetar a embalagem com a data de coleta das sementes para controle da validade.


A semeadura pode ser feita em sementeiras como canteiros ou recipientes como caixas de madeira, sacos plásticos ou bandejas de isopor.


Cuidados na semeadura:

Após a germinação, é importante remover a cobertura de palha ou capim. Para proteger as mudas, pode-se utilizar sombreamento parcial com sombrite, bambus ou palha. As sementes geralmente germinam entre cinco a dez dias após a semeadura.


No caso de semeadura direta no local definitivo, o solo deve ser bem preparado e adubado conforme as necessidades da espécie.


Estas orientações ajudam a garantir um cultivo bem-sucedido de plantas medicinais, proporcionando condições ideais para o desenvolvimento das espécies escolhidas.


Portanto, seguir cuidadosamente as orientações de seleção do local, preparo do solo, escolha das espécies adequadas e técnicas de semeadura são passos essenciais para assegurar um cultivo eficiente de plantas medicinais.


Como é o cultivo das plantas medicinais?

A capacitação é fundamental para dominar todas as técnicas e segredos da agricultura natural. O Curso Uso de Plantas Medicinais em Dermatologia, oferece uma excelente oportunidade de aprendizado nessa área. Não deixe passar essa chance, invista em conhecimento e conquiste reconhecimento no mercado, desenvolvendo um negócio promissor e rentável!

Conheça os  Cursos na Área de Plantas Medicinais.

Por: Thiago de Faria

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!

Precisa de ajuda?