WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

5 especiarias difíceis de reconhecer na natureza

O açafrão se disfarça em flores roxas; a mostarda, em sementes; e a canela, em casca de árvore

5 especiarias difíceis de reconhecer na natureza

O sucesso das especiarias teve início, nos séculos XIV e XV, na Europa, graças ao aroma e ao sabor das partes de algumas espécies vegetais, como flores, sementes, cascas e outros. O açafrão, por exemplo, se disfarça em flores roxas; já a canela, em casca de árvore. “Além de utilizadas como temperos, as especiarias conservam os alimentos e agem como fitoterápicos devido a seus princípios medicinais”, comenta Celso Trindade, professor do Curso CPT Cultivo e Uso de Plantas Condimentares.

Mostarda amarela


A mostarda amarela ou branca (Sinapis alba) é originada do Mediterrâneo. Por efeito do processamento das sementes, nós a conhecemos como molho em cachorros-quentes e hambúrgueres. A planta é constituída por filetes, que se tornam vagens alongadas maduras, onde as sementes de mostarda permanecem protegidas. Após passarem por secagem, estas são trituradas até formarem pó, que vira condimento amarelo em pasta.

Cravo-da-Índia


O cravo-da-Índia (Syzygium aromaticum) é uma árvore da Indonésia, que pode alcançar 15 metros de altura e perdurar por séculos. A produção ocorre especificamente na fase de reprodução do craveiro, quando o botão floral vermelho é colhido. Ou seja, a flor deve ser colhida antes de desabrochar para produzir a especiaria. Podem ser colhidos manualmente 40 quilos de cravos em um único dia.

Canela-em-pau


A canela-em-pau (Cinnamomum verum) vem do Sri Lanka e corresponde à camada aromática do tronco da árvore. Para extraí-la, deve-se remover a primeira casca da árvore para chegar à camada secundária (canela). No processo, retiram-se lascas do tronco (com capacidade de regeneração), que são expostas ao sol para secagem natural. Como resultado, surgem pauzinhos curvados (canela-em-pau) utilizados em doces e chás.

Noz-moscada


A noz-moscada (Myristica fragrans) é uma espécie vegetal nativa da Indonésia cujo fruto lembra uma goiaba. Dentro dele, há uma semente escura revestida com o macis (membrada colorida), que se expõe quando amadurece. Assim que colhido o fruto, o macis é exposto ao sol para secagem natural e separação da semente da membrana. Por fim, quebra-se essa semente para a retirada da noz desidratada.

Açafrão


O açafrão (Crocus sativus) tem origem na Ásia Central e é extraído manualmente dos estigmas (fios vermelhos) das flores roxas. Cada flor de açafrão possui apenas três estigmas, parte reprodutora da planta. Para um quilo de açafrão, são necessários mais de 100 mil estigmas, o que torna o açafrão puro uma das especiarias mais caras do mundo. O açafrão comum do mercado é misturado à páprica e ao cúrcuma para se tornar mais acessível.

Conheça os Cursos CPT da Área Plantas Medicinais:

Cultivo e Uso de Plantas Condimentares

Plantas Medicinais e Aromáticas - Colheita e Beneficiamento

Plantas Medicinais e Aromáticas - Produção de Mudas

Fonte: Superinteressante - super.abril.com.br

Por Andréa Oliveira.

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis Plantas Medicinais

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!