WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Saiba como e do que é feita a ração para cães

A primeira etapa de fabricação da ração para cães é processar a carne para separar a gordura e a água da proteína animal

Saiba como e do que é feita a ração para cães

“A ração para cães apresenta proteína animal, essencialmente vísceras e ossos, além de grãos e cereais, como milho e arroz. Não podemos nos esquecer das vitaminas e dos minerais, bem como dos flavorizantes (sabor), corantes (aparência) e conservantes (durabilidade). Todos os componentes devem ser equilibrados para garantir a boa nutrição do cão”, explica Lucas Bonoto, professor do Curso CPT Como Cuidar e Educar o Seu Cão.

Como é feita a ração para cães?

A ração canina segue alguns passos indispensáveis para se produzir um produto nutritivo, seguro e de qualidade para os pets. Vejamos:

1. A primeira etapa é processar a carne, ou seja, triturar e cozinhar vísceras e ossos, para separar a gordura e a água da proteína animal. O processo usa alta temperatura e enzimas para que reste apenas a parte nutritiva.

2. Em seguida, são adicionados às vísceras e aos ossos processados grãos, vitaminas e minerais. Após a mistura dos ingredientes, eles devem novamente ser processados para homogeneizar o composto.

3. A próxima etapa concerne à forma dos grãos da ração. Eles podem ser quadrados, redondos e em forma de ossinhos. Na etapa final, os grãos de ração também ganham aromatizantes e corantes para melhorar a aparência e o aroma do alimento.

4. Assim que os grãos estiverem prontos, eles são embalados. Além de aumentar a durabilidade da ração, a embalagem facilita o transporte até o comércio. O fabricante deve inserir data de fabricação, prazo de validade, ingredientes, valor calórico e quantidade por peso animal.

Do que é feita a ração para cães?

Dentre os principais componentes da ração, temos os corantes, os grãos e as farinhas de visceras e de ossos, que tornam o produto palatável e atrativo para o cão. Vejamos um pouco sobre cada um deles: 

Corantes

São utilizados os corantes naturais caramelo, amarelo e azul - os mesmos utilizados em salgadinhos próprios para consumo humano. Sua função é melhorar a aparência da ração. Trata-se de uma estratégia comercial para atrair o tutor do cão, pois as cores supostamente indicam a presença de carne e vegetais.

Arroz (ou milho)

Além do milho, muito comum nas rações caninas, é utilizado o arroz, pois ambos são fonte de carboidrato (ou seja energia). Além disso, eles são ricos em fibras, o que melhora o funcionamento do trato digestivo do cão e auxilia na formação do bolo fecal. Rações constituídas de grãos e cereais tornam as fezes caninas mais sequinhas.

Vísceras

Estômago, intestino e pulmões, normalmente de aves, são ingredientes indispensáveis à ração, inclusive permitidos pela Anvisa. Eles são fonte de proteína animal, de fundamental importância para a saúde dos cães. Mas antes de adicionadas à ração, as vísceras passam por processamento até se transformarem em farinha.

Ossos

A carcaça de bovinos, na qual predominam os ossos, também é utilizada na fabricação de rações caninas. Após passar por trituração e cozimento, elimina-se o líquido restante. Depois, a parte proteica passa por processo de secagem para se tornar farinha. Esse componente é indispensável à ração, pois, além de ser fonte proteica, é rico em cálcio, ferro e fósforo.

Conheça os Cursos CPT da Área Pet.

Leia o artigo "Ração para cães e gatos: a importância do armazenamento correto."

Fontes: adorocaes.com.br; super.abril.com.br

Por Andréa Oliveira.

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis Ebook Gatos - Principais Raças e Cuidados

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!