WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Por que a fase de socialização é importante para os cães?

Essa é uma das fases mais importante do filhote por estar neurologicamente completo e já possuir a capacidade de aprendizado, tanto quanto em outra idade qualquer

Por que a fase de socialização é importante para os cães?    Artigo CPT Pouco antes do segundo mês de vida, estendendo-se até cerca de quatro meses, inicia-se a segunda fase de desenvolvimento canina, sendo a de socialização. Essa é uma das fases mais importante do filhote, considerando-se o comportamento do animal ao longo de toda a sua vida. “Nessa fase, o filhote já está neurologicamente completo e já possui a capacidade de aprendizado, tanto quanto em outra idade qualquer. Portanto, nessa época, já podemos iniciar os trabalhos de afastamento”, afirma Andrês Sales Coelho, professor do Curso CPT de Adestramento de Cães.


Uma importante mudança nessa fase é que as ações dos filhotes são menos instintivas e mais um resultado dos comportamentos herdados a partir da convivência e do aprendizado. Por isso, as influências do meio e dos estímulos que recebe servirão como referência para o comportamento do futuro. “Os filhotes que tiverem muitas experiências de socialização e estímulos durante esse período estarão mais aptos a lidar com a mudança, à medida que crescerem”, afirma Andrês.

Os cães mantidos isolados do contato social, com homens e outros cães, como ocorre em alguns canis, costumam apresentar redução em sua atividade e desenvolvem comportamentos anormais, como agressividade, medo, reações vagarosas a novos estímulos, tremedeira, reatividade a estímulos, entre outros.

Para que se efetue a socialização, é fundamental que o cão, desde cedo, entre em contato com tudo o que ele vai vivenciar durante a vida: pessoas de diversas idades e etnias diferentes, outros cães de idades e raças distintas e mesmo objetos ou situações como carro, sons da rua, televisão e sons de outros eletrodomésticos e estampidos. Portanto, o filhote deve conviver com outras pessoas diferentes da família em que ele está inserido. Quanto maior o número de pessoas com quem ele conviver, maior será a possibilidade de ele ser dócil. Vale lembrar que, para o cão, uma pessoa com uma aparência a que ele não está acostumado, seja de etnias, grupos sociais e até vestimentas, é motivo suficiente para estranhar e ter comportamento diferenciado.

O convívio com outros cães também é fundamental para que ele não se torne um cão antissocial que tende a brigar com os seus semelhantes. O problema é que, no início dessa fase, por volta de dois meses, o cachorro é muito vulnerável às doenças. Como os filhotes ainda não foram vacinados e estão sujeitos a contrair diversos tipos de doenças, muitas delas fatais ou com sequelas graves, fica a seguinte pergunta: é melhor realizar a socialização no início desta fase e arriscar?

A essa questão é pertinente afirmar haver duas posições: muitos profissionais deixam para iniciar a socialização depois da vacinação, perdendo parte desse importante período. Outros, no entanto, como a Sociedade Veterinária Americana de Comportamento Animal, acreditam que todos os filhotes devem receber socialização mesmo antes de estarem completamente vacinados.

Caso opte por fazer a fase de socialização antes de o cão ter sido vacinado. Deve-se ter os cuidados apropriados quanto ao risco de infecções, a exemplo de evitar colocá-lo no chão de lugares públicos, onde há possibilidade de ter contato com animais que não foram vacinados e que não estão imunizados. Portanto, caso opte pela socialização com outros cães nessa época, sempre deve ser com a garantia de que o seu animal faça contato apenas com animais saudáveis e com a vacinação em dia e em locais seguros. Apesar de ser fundamental e importante o contato com outros cachorros, nunca permita que seu animal tenha contato com cães que não foram vacinados.

Não realizar essa socialização nessa fase pode significar que o seu cão nunca mais consiga ser socializado. São bastante os casos de cães que não foram socializados nessa fase e que continuam a apresentar problemas de socialização para o resto da vida.

Nessa fase ocorre também o desenvolvimento físico e psíquico muito acentuado. Com o amadurecimento dos sentidos e da coordenação motora, a interação entre eles é muito maior, e começam as brincadeiras. Filhotes nessa idade brincam, correm, lutam, mordem, rosnam, carregam coisas, facilitando a socialização quando eles têm a oportunidade de conviver com outros cães, ou mesmo com humanos. Eles associam comportamentos com estímulos e já conseguem aprender lições específicas, conscientemente, tornando-se este um bom momento para iniciar o adestramento.

Na fase de socialização, devemos priorizar que eles vivenciem o maior número de estímulos e experiências possíveis, pois as memórias do que aprenderam nesse período permanecerá por toda a vida, sendo muito mais fácil a aceitação quando adultos.


Um pouco mais sobre o que encontrar no Curso CPT? Assista ao vídeo!

Conheça os Cursos CPT da Área Pet.

Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Elis Rejane Busanello

6 de mar. de 2022

Boa noite! Tenho interesse em fazer curso para orientar famílias socializadoras que recebem cães no período de socialização antes do treinamento para se tornarem cães-guias.

Resposta do Portal Cursos CPT

9 de mar. de 2022

Olá, Elis Rejane! Como vai?

Verifiquei no meu sistema que a consultora da empresa já entrou em contato com você.

Agradeço seu contato e precisando estou à disposição. Abraço!!

Karina Theodoro

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!