WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Como evitar lixos e pragas nas indústrias de alimentos?

Para prevenir possíveis infestações de pragas nas indústrias de alimentos, deve-se inspecionar a chegada de produtos, remover detritos, tapar o lixo, rodar os stocks e impedir a disponibilidade de água

Como evitar lixos e pragas nas indústrias de alimentos?   Artigos Cursos CPT

 

Para prevenir possíveis infestações de pragas na indústria de alimentos, deve-se inspecionar os produtos quando estes chegam, remover detritos, tapar os contentores do lixo, rodar os stocks e impedir a indisponibilidade de água (secar bem todas as superfícies).

“Se assegurar que as pragas não conseguem entrar nas instalações através de orifícios, janelas ou portas, está-se a excluir os principais vetores de penetração”, afirma Claudia Lúcia de Oliveira Pinto, professora do Curso a Distância CPT Higienização na Indústria de Alimentos.

É imperioso seguir as seguintes orientações:


- Os caixotes de lixo que se encontram no interior devem possuir tampa e a sua abertura comandada por pedal. Devem estar sempre limpos e com um saco do lixo a revestir o seu interior. Os contentores exteriores deverão ser desinfetados uma vez por dia, borrifando com lixívia.

- Os resíduos susceptíveis de rápido crescimento microbiano (restos, desperdícios da preparação de carnes, ovos, massas etc.) devem ser rapidamente removidos. Deve ser estabelecido um sistema para recolha de lixos.

- Em todos os locais onde se manipulam, confeccionam, armazenam, expõem e comercializam alimentos tem de se realizar sempre o controle de insetos (moscas, formigas, baratas etc.) e de roedores, porque são uma fonte na transmissão de doenças. São vetores de contaminação por microrganismos e substâncias tóxicas. Embora não seja visível para nós, em quase todas as instalações, existe um número significativo de esconderijos (tetos falsos, tubagens etc.) que facilitam a fixação de pragas.

- No caso das medidas citadas falharem, poder-se-á recorrer ao uso de pesticidas químicos, para sua destruição. A utilização desses produtos é muito perigosa e a sua aplicação deve ser cuidadosa e realizada, preferencialmente, por um profissional. Devem-se respeitar os tempos de ação de cada produto e proceder a uma limpeza e desinfecção de modo a retirar insetos e roedores mortos, ou partes destes e eliminar os vestígios de químicos utilizados.

Existem outras medidas de combate além dos pesticidas, tais como: inseticidas, eletrocutores de insetos, estações com iscas para ratos, redes mosqueteiras nas janelas, sifões, entradas (chaminés, portas etc.) protegidas, conservação das instalações e equipamentos, e limpeza.

Aprimore seus conhecimentos sobre o assunto. Leia a(s) matéria(s) a seguir:


O que mais contamina os alimentos? A FALTA DE HIGIENE!

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos a Distância CPT da área Pequenas Indústrias.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!