WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Escargot, uma criação com tecnologia brasileira

Os mais conhecidos são o Petit gris, o Gros gris, o Gros blanc e o Gigante chinês; de hábitos noturnos

 

O escargot é um molusco terrestre da espécie Hélix.

 A criação de escargot ou caracol, no Brasil, teve início na década de setenta e de uma maneira mais intensiva e comercial a partir dos anos oitenta, com criadores dos Estados do Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo.

Nesta época, não havia muitas informações a respeito, apenas versões apressadas de manuais franceses, que acabavam por incorrer em muitos erros e orientações que não se adaptavam as condições locais. Agora, na década de 90, a febre de se criar escargots ressurgiu em vários pontos do país e a procura por conhecimentos e uma tecnologia de criação recomeçou.

Neste sentido, a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, por estar situada numa região onde se concentravam muitos heliários (criatórios de escargots), começou a ser solicitada pelos criadores em busca de mais informações sobre a atividade.

 

 

Assim, através do Departamento de Nutrição e Avaliação do Animal, do Instituto de Zootecnia, deu-se início, há sete anos, as pesquisas sobre a helicicultura (criação de escargots), com o objetivo de se definir um conjunto de práticas e técnicas de manejo que melhor se adaptasse as condições tropicais do pais.

 

 

O escargot é um molusco terrestre da espécie Hélix, sendo os mais conhecidos o Petit gris, o Gros gris, o Gros blanc e o Gigante chinês. De hábitos noturnos, o escargot precisa de condições ambientais favoráveis para viver: temperatura entre 16 e 25° C, umidade relativa mínima de 80% e fotoperíodo. Durante o dia procure abrigos úmidos e escuros, protegidos de ventos. A temperatura abaixo de 10°C, geralmente entra em hibernação, acima de 25°C entra em estiva e, abaixo de 0°C, a água dos seus tecidos congela, ocasionando sua morte.

 

 

Segundo o zootecnista Edson Assis Mendes, professor e pesquisador da UFRRJ, no Brasil, durante vários anos, houve uma predominância da espécie Petit Gris (Hélix aspersa aspersa) devido ao caráter empírico das criações. Entretanto, quando trabalhos científicos começaram a mostrar resultados, a espécie Gros gris (Hélix aspersa máxima) ganhou espaço e atualmente é produzida pela maioria dos helicicultores. Com tecnologia apropriada, o Gros gris já é abatido com 10 gramas de peso vivo e idade entre 100 e 120 dias, confinados em caixas de plástico ou madeira, em ambiente com temperatura media de 25°C e UR mínima de 80%, alimentados com ração balanceada e ausência total de terra, exceto nas caixas de matrizes, onde coloca-se copos pare desova com 2/3 de terra.

 

 

As pesquisas desenvolvidas pelo professor Edson e sua equipe originaram um projeto piloto para implantação de uma helicicultura adequada a pequenos espaços, permitindo uma produção de 58 kg de peso vivo/m2 ao ano, com 60% de rendimento de carcaça, e ainda, após a estabilização do rebanho a partir da 24a semana, o início da comercialização de matrizes selecionadas. Outras conclusões que adequam a helicicultura pare nossas condições ambientais são:

 

 

 

 

O ambiente ideal pare o escargot confinado e conseguido com a utilização de umidificadores, desenvolvidos pelo zootecnista José Luiz da Cunha Machado, e/ou condicionador de ar. Nos laborat6rios da UFRRJ, apenas usando umidificador, consegue-se manter as condições ambientais necessárias.

 

 

A densidade máxima recomendada e de 400/200/100 animais por m2 nas 1a, 2a e 3a fases respectivamente. Um aumento muito grande de população induz o escargot a abandonar a concha causando sua morte, a roer sua própria concha ou a dos outros animais. Comportamento este que pode também estar ligado a deficiência de cálcio.

 

A nutrição indica o uso de ração balanceada com teores de 18% de proteína bruta, 3100 kcal/kg de energia bruta e relação Ca/P de 16:1. Níveis estes conseguidos quando se utilize a seguinte receita: 70% de fubá de milho; 27% de farelo de soja; 1,5% de farinha de ostra; 0,6% de farinha de osso calcinado; 0,4% de premix e 0,5% de sal fino. Sendo que a farinha de ostra deve ser suplementada em recipiente a parte.

 

 

Quanto a reprodução, o escargot, tem uma copula que dura até 12 horas. A postura dos ovos e feita em copos de vidro ou plástico rígido, preparados pare este fim, contendo 2/3 de terra fofa e úmida. O ovos devem ser transferidos para outros copos com terra esterilizada para evitar sua contaminação pela mosca do cemitério, e após 14 dias ocorre a eclosão de 75 a 120 filhotes. Entretanto, nos laboratórios do Instituto de Zootecnia vem sendo conseguido, com sucesso, a eclosão em ausência total de terra, apenas mantendo-se as condições ambientais ideais. Experiência, essa, que já vem sendo conseguida, também na França.

 

 

No curso, Escargot - A Tecnologia Correta de Criação, produzido pelo CPT - Centro de Produções Técnicas, são mostradas todas as técnicas de criação e manejo do escargot da espécie Gros Gris em sistema de confinamento total. As imagens foram gravadas no laboratório do IZ-UFRRJ e nos seguintes criatórios: Heliário Serra Nevada (Dikran Azfazadourian) em Nova Friburgo, Heliário Carol-Caracóis de Teresópolis e Heliário Araras em Araras, cidades da região serrana do Rio de Janeiro.

 

 

Criar escargots no Brasil tem futuro promissor. Atualmente toda a produção do país, em torno de 25 toneladas anuais, é consumida internamente e a tendência e aumentar a cada dia com a popularização do uso culinário. O mercado externo também é amplo, na França, por exemplo, são consumidas mais de 45 mil toneladas anualmente.

 

 

 

José Mauro de Souza Lima
Jornalista, pós-graduado em Extensão Rural, diretor de produção do CPT, roteirizou e dirigiu o curso.

Salvar

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

vanderlei novack

3 de jul de 2015

olá, gostaria de saber mais informações a respeito da helicicultura, por exemplo: como adquirir matrizes e contatos dos compradores... grato!

Resposta do Portal Cursos CPT

3 de jul de 2015

Olá, Vanderlei!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Para mais informações sobre a criação de escargots, clique aqui.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

WALDIR MOTTA

18 de set de 2014

Sempre tive vontade de criar escargot, mas por vários motivos nunca procurei onde os encontrar, em certa época consegui alguns. Depois de algum tempo fui informado que não eram comestíveis e sim venenosos (os africanos), agora resolvi criar novamente. Os senhores poderiam me informar onde conseguir as matrizes. Grato

Resposta do Portal Cursos CPT

19 de set de 2014

Olá, Waldir!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Para mais informações sobre onde encontrar matrizes de escargot recomendamos que procure em mecanismos de pesquisa como o Google.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

LUIZ

31 de ago de 2014

Boa tarde, estou interessado na criação de escargot. Estava vendo um vídeo do cpt onde fala sobre dois criatórios: heliário araras e carol caracol. Seria possível informar o endereço, email ou telefone para contato ? E se possível a possibilidade de uma reunião com os zootecnistas da universidade rural que aparecem no vídeo. Agradeço a atenção, Cordialmente, Luiz

Resposta do Portal Cursos CPT

1 de set de 2014

Olá, Luiz!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Para mais informações sobre o Curso CPT Escargots - A Tecnologia Correta de Criação nossas consultoras entrarão em contato.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Jean Paul Lachanelle

18 de nov de 2013

Boa Tarde! Gostei muito do que vocês me enviaram, estou interessado e gostaria de saber onde posso comprar as matrizes porque tenho um projeto de fazer criações de caracóis escargots na chapada Diamantina da Bahia. Jean Paul.

Resposta do Portal Cursos CPT

22 de nov de 2013

Olá, Jean Paul!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

No site escargots.com.br, você encontra mais informações sobre a compra de matrizes de escargots para criação.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Jose Pio da Fonseca Lima

12 de set de 2013

Gostaria de saber de quanto em quanto tempo as matrizes desovam, e quantos ovos elas botam por postura,e o tempo reprodutivo , e o preço que o criador vende o quilo para os atravessadores.

Resposta do Portal Cursos CPT

12 de set de 2013

Olá, José Pio!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Recomenda-se, para iniciar a criação, usar como animal reprodutores caracóis com um maturidade sexual, pesando pelo menos 100-125 g.

A criação deve iniciar-se de preferência no início da estação das chuvas, porque é nesse período que os caracóis começam, normalmente, a reporduzir-se. Até que a criação de caracóis possa começar a contar com uma automanutenção, os produtores podem ter de apanhar caracóis na natureza ou comprá-los por um preço barato nas estações de pico e engordá-los em cativeiro durante a estação baixa. Em áreas florestais relativamente não perturbadas, podem-se apanhar caracóis em dias após ter choviso. os caracóis estão ativos durante a noite e em manhãs nubladas ou de nevoeiro.

Durante o dia tendem a estar bem escondidos, razão pela qual é melhor apanhá-los durante a noite, ou de manhã bem cedinho, quando o sol ainda está baixo e a umidade elevada.

A postura de ovos ocorre nos 15 a 45 dias seguintes, quando são colocados de 70 a 120 ovos, essa variação no período de postura se deve a vários fatores, como animais de primeira postura, idade do animal e fatores ambientais, e também porque o escargot só realiza postura quando encontra um local adequado para fazer o seu ninho. Nesse caso, você vai instalar na caixa recipiente próprio para desova, que podem ser de vidro ou plástico rígido, contendo 2/3 de terra boa qualidade, fofa e úmida.

Em relação ao valor do quilo do escargot, recomendamos que procure por criadores para mais informações.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

moacir alino aragao torres

9 de abr de 2013

Sempre quis criar escargot a nível de hobby. Acho os mesmos bonitos e gostosos, mas toda vez que falo com alguém, tem gente falando mal do bichinho. Queria um apoio técnico de alguém na área, tanto na parte de criação, quanto na parte de culinária.

Resposta do Portal Cursos CPT

10 de abr de 2013

Olá, Moacir!

Agradecemos sua visita e seu comentário em nosso site.

A criação de escargots, chamada de heliccicultura, é uma atividade econômica relativamente nova em nosso país, tendo se iniciado na década de 1970, por isso,é um ramo promissor do ponto de vista econômico e profissional.

A cada dia, aumenta-se a procura por carne de escargots nos mercados interno e externo; por esse fato, tem-se exigido melhores condições de criação, melhores índices de produtividade, melhor qualidade do produto, bem como melhores formas de apresentação no mercado.

Só para você ter uma ideia desse potencial e para efeito de comparação, na França são consumidas em média 45 mil toneladas de escargots por ano. Mas o que vem limitando o desenvolvimento da helicicultura no país e que tem levado alguns criadores a desistirem é a falta de conhecimento de uma tecnologia apropriada para o setor.

O criador de escargots, como de qualquer outro animal, deverá ponderar os limites de sua atividade como produtr e como comercializador de seus produtos. Tradicionalmente no mundo, e o Brasil não é exceção, o comércio de escargots ocorre da seguinte maneira:

* venda de escargots vivos para indústria de conservas;

* venda de carne congelada;

* venda de pratos prontos (congelados ou não);

* conchas para artesanato;

* conchas como base para ração animal;

* iscas vivas para pescaria.

O mercado consumidor de escargots é formado por restaurantes, hotéis, gourmet shops, supermercados, indústria de conservas, exportadores e outros.

Para conhecer mais sobre a criação de escargots, recomendamos o curso Escargots - A Tecnologia Correta de Criação, produzido pelo CPT.

Atenciosamente,

Natália Parzanini Brum

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!