Pastagem está diretamente relacionada à produtividade dos ovinos

As gramíneas constituem a base natural da alimentação dos animais ruminantes, sendo considerada a principal e mais econômica fonte de nutrientes

A produção de ruminantes é baseada em pastagens, independente do produto obtido, seja carne, leite ou lã.

O mundo tem uma população ovina de aproximadamente 1,2 bilhão, sendo mais de 800 raças, ocupando grande parte dos ambientes impróprios para a agricultura, como regiões montanhosas e semiáridas. Pela seleção praticada pelo homem e pela capacidade de adaptação desses animais, é possível encontrar criações de ovinos nas mais diferentes condições ambientais.

No Brasil, a produção de ruminantes é baseada em pastagens, independente do produto obtido, seja carne, leite ou . As gramíneas constituem a base natural da alimentação dos animais ruminantes, sendo considerada a principal e mais econômica fonte de nutrientes, em virtude da capacidade dos mesmos de ingerir e digerir alimentos fibrosos.

Em vista disso, há que se dar atenção ao manejo dos ovinos nas pastagens, já que a produtividade aumentará, à medida que o pasto tiver maior valor nutricional e maior disponibilidade de forragem. No sistema de produção de carne ovina, o pastejo está diretamente relacionado com a eficiência reprodutiva do rebanho, influenciando diretamente a fertilidade, a prolificidade e a capacidade de sobrevivência dos recém-nascidos.

Quanto à capacidade de consumo do animal, considere-se que é regida pelos seguintes fatores: palatabilidade das forrageiras, velocidade de passagem pelo tubo digestivo, efeito do ambiente sobre o animal e quantidade de forragem disponível, sendo a preferência das ovelhas as gramíneas de porte baixo. Na escolha da gramínea, deve-se observar a qualidade nutricional, que determinará o desempenho dos animais em termos de ganho de peso; a boa capacidade de produção de forragem por área; o custo de implantação; e a sua resistência ao pastejo, às pragas e às condições climáticas. Entre as espécies mais utilizadas estão as do gênero cynodom, estrela africana, cost-cross e tiftons.

As leguminosas devem ser introduzidas em consórcio nas pastagens de gramíneas.

As leguminosas também são importantes como banco de proteínas na alimentação e devem ser introzidas em consórcio nas pastagens de gramíneas, ou mesmo cultivadas em áreas separadas. As espécies mais usadas são puerária, soja perene, centrosema, lab-lab e o calopogônio.

A integração de ovinos com outras espécies no pastejo pode ser uma forma de explorar melhor o pasto e melhorar o manejo da forrageira, considerando os hábitos de pastejo diferenciados. Pode-se realizar a integração entre diferentes ruminantes, tanto bovinos quanto equinos. Para que essa associação seja bem sucedida, aspectos como a interação social, a utilização de plantas forrageiras, a distribuição de excrementos na pastagem, os impactos sobre o solo, a sanidade e a produtividade, devem ser observados e analisados.

O mérito da espécie ovina é o aproveitamento de vastas áreas de pastagens naturais.

O curso Formação e Manejo de Pastagem para Ovinos, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, traz informações sobre o sistema digestivo dos ovinos e o hábito de pastejo desses animais. Você aprenderá sobre a fisiologia das forrageiras, como formar as pastagens, os cuidados no manejo do subpastejo e superpastejo, como trabalhar com o pastejo integrado e a rotação de pastagens. Além disso, o curso ensina a fazer análises para a escolha da melhor forrageira, a adubação para a manutenção da gramínea escolhida e o manejo dos animais.

O coordenador desse aprendizado teórico e prático é o Dr. Edson Ramos Siqueira, professor da faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade Estadual Paulista – Unesp, no campus de Botucatu, em São Paulo. No manual, os estudos são complementados pela zootecnista e mestre em genética e melhoramento animal Patrícia Tristão Mendonça.

Após fazer o curso e ser aprovado na avaliação, o aluno recebe um certificado de conclusão emitido pela UOV – Universidade On-Line de Viçosa, filiada mantenedora da ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância.

A criação dos ovinos pode variar entre os sistemas extensivos até os mais intensivos, sendo capazes de utilizar uma grande variedade de fontes de alimentos, o mérito da espécie é o aproveitamento de vastas áreas de pastagens naturais. Assim, as forrageiras exercem papel importante em todos os processos da criação.

Por: Ariádine Morgan

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

alexandre

17 de jun de 2014

boa matéria.

Resposta do Portal Cursos CPT

18 de jun de 2014

Olá, Alexandre!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Ficamos felizes que você tenha gostado doa artigo sobre "Pastagens Produtivas para Ovinos".

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

 

Walteir Silva de Freitas

19 de mar de 2012

Estou iniciando agora no ramo de criação de ovinos e gostaria de algumas dicas que pudessem me ajudar neste início.

Resposta do Portal Cursos CPT

20 de mar de 2012

Boa tarde, Walteir!

Muito bom receber o seu comentário no nosso site!

A criação de ovinos é uma atividade que tem crescido consideravelmente no Brasil nos últimos anos devido à grande demanda do mercado interno pelos produtos fornecidos por esses animais. Antes de iniciar-se no ramo de criação de ovelhas, é bom estar atento a três questões que são essenciais para que o lucro seja garantido: o criador precisa utilizar as técnicas de manejo corretamente, os animais devem ter uma alimentação balanceada e instalações apropriadas. Essas são as três condições básicas para obter sucesso no seu novo negócio. Uma das vantagens da criação de ovinos é que eles podem ser mantidos grande parte do tempo em regime de pasto. No entanto, deve-se estar sempre atento à qualidade da forrageira, pois o desempenho dos animais depende de uma boa alimentação.

O CPT – Centro de Produções Técnicas elaborou alguns cursos destinados às pessoas que pretendem começar a criar ovinos para abastecer o comércio com produtos de boa qualidade. Confira alguns dos cursos: Formação e Manejo de Pastagem para Ovino, Criação de Ovinos de Corte e Instalações para Ovinos. Leia também alguns dos nossos artigos relacionados a esse tema, como Entendendo a criação de ovinos, Ovinos de corte: conheça as principais técnicas de manejo da criação e Ovinocultura de corte no Brasil apresenta animais que produzem carcaças de melhor qualidade.

Para mais esclarecimentos, entre em contato conosco!

Camila Guimarães Ribeiro

Cursos Relacionados

Curso Criação de Ovinos de Corte Curso Criação de Ovinos de Corte

Com Prof. Dr. Edson Ramos

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Alimentação de Ovinos de Corte Curso Alimentação de Ovinos de Corte

Com Prof. Dr. Edson Ramos

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Formação e Manejo de Pastagem para Ovinos Curso Formação e Manejo de Pastagem para Ovinos

Com Prof. Dr. Edson Ramos

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Instalações para Ovinos Curso Instalações para Ovinos

Com Prof. Dr. Luis Fonseca

R$ 468,00 à vista ou em até 12x de R$ 39,00 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Outros artigos relacionados à área Criação de Ovinos

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade