WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Crie ovinos de corte e obtenha sucesso no mercado

A carne de ovinos está ganhando mercado e os criadores devem buscar cada vez mais aumentar a sua qualidade

 Criação de ovinos

A criação de ovinos (conhecidos popularmente como cordeiros ou ovelhas) ou ovinocultura se expande pelo Brasil todo. Desde o Rio Grande do Sul, região tradicional dessa atividade, passando pelo Sudeste e pelo Centro-Oeste, chegando até o Nordeste do país. Entre as diversas funções dessa prática, estão a produção de , a exploração da pele e a produção de carne dos animais.

 A criação dos cordeiros para a produção de carne é chamada criação de ovinos para o corte, semelhante ao termo que faz referência aos bovinos. A carne desses animais tem sido bem aceita no mercado e apresenta um grande potencial para crescer cada vez mais. Aumentou a preocupação dos criadores em oferecer uma carne de qualidade e isso contribui para que a prática ganhe mais a atenção dos consumidores.

Para adentrar esse mercado de forma adequada, é necessário que os criadores pré-estabeleçam a relação de custo/benefício da produção e determinem a lucratividade que desejam alcançar. Dessa forma, eles desenvolvem um sistema de criação coerente com suas intenções e com suas realidades para que possam oferecer uma carne de muita qualidade.

A relação entre o ambiente e o animal é o ponto de partida para que o criador enxergue os melhores caminhos para o sucesso dessa atividade. A pastagem, fator importante presente em todo o ciclo produtivo, deve receber uma atenção especial. O solo, as plantas e o clima também são variáveis ambientais de extrema relevância.

No mundo, existem 800 raças de ovinos. Cada uma delas possui características peculiares e se adaptam a diferentes tipos de ambientes. É preciso estar ciente das exigências de cada raça específica. Por exemplo, a exigência nutricional varia bastante. Enquanto algumas raças podem ser criadas em solos não muito férteis, outras obrigatoriamente exigem um solo mais rico.

A análise econômica dessas variáveis é importante para a otimização do lucro. Por exemplo, criar uma raça de cordeiro exigente com relação ao solo em áreas desprovidas de qualidade acarretará a produção de uma carne de baixa qualidade. Isso comprometerá o produtor e o capital que foi investido na atividade.

Por outro lado, se o produtor investe muito na alimentação de uma raça ovina que não necessita de tanto cuidado assim para produzir carne de qualidade, será um desperdício de investimento.

Nesses dois exemplos, podemos notar equívocos na criação dos animais. Fica claro que, para obter sucesso em um empreendimento desse ramo, é preciso buscar conhecimento e instrução. Edson Ramos de Siqueira é engenheiro agrônomo, mestre e doutor em zootecnia, especialista em ovinocultura da UNESP, é também professor do Curso Criação de Ovinos de Corte, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, e apresenta nesse curso a teoria e a prática fundamental para saber como realizar uma criação de sucesso, que possibilite uma boa lucratividade ao criador.

Exploração racional das pastagens

 A pastagem é um fator muito importante para o sucesso da criação de ovinos

A estrutura fundiária do estado de São Paulo, e de boa parte do Sudeste e do Sul brasileiro, obriga-nos, cada vez mais, a obter a máxima produtividade por unidade de área. Para que a ovinocultura possa se consolidar em nosso meio, deverá ser explorada tecnicamente e não de forma extrativista. Em qualquer atividade pecuária, a alimentação é o item fundamental e a chave do sucesso.

Respeitando as características fisiológicas do aparelho digestivo do ovino, aliando-as ao aspecto econômico, temos preconizado a exploração em regime de pastagens. Entretanto, grande parte de nossos pastos são cultivados e procuramos orientar para o estabelecimento de um sistema correto de manejo, sempre que possível, rotacionado. Dessa maneira, tem-se conseguido alta capacidade de suporte, com taxas de lotação que atingem de 15 a 20 ovelhas/ha, proporcionado ainda a produção adicional de significativa quantidade de feno.

Em um sistema de exploração racional de pastagens cultivadas, a confecção de feno não é opinião, e sim necessidade, haja vista que ao redor de 80% da produção das forragens tropicais ocorre na primavera-verão. A consequência é um excesso de forragem nas águas, grande parte da qual se perde; seguido pela tradicional fome invernal. O pasto deve ser encarado como uma cultura, porém complexa. Se não soubermos manejá-lo adequadamente, o sistema não poderá auferir uma máxima rentabilidade.

Em meio à produção de carnes mais conhecidas, como a bovina, a suína e a de frango, a carne de ovinos desponta como um negócio de ótima lucratividade. Ela é cada dia mais bem aceita e valorizada por todos e apresenta uma boa projeção futura de valor para os criadores. Adquira mais conhecimento na área, seja um criador de ovinos para a produção de carne e conquiste o sucesso!

Outros artigos relacionados ao assunto:

1- Boas práticas para a alimentação de ovinos - implemente o manejo de seus animais

2- Carcaça ovina é valorizada pela padronização dos cortes

3- Aprimore as instalações de ovinos e ganhe em produtividade e eficiência

4- Criação de ovinos de lã como fonte alternativa de lucro

5- Pastagem está diretamente relacionada à produtividade dos ovinos

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!