WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Cordeiros - cuidados sanitários durante o confinamento

Quanto aos cuidados sanitários durante o tempo do confinamento, dois aspectos merecem atenção: higienização das instalações (limpeza) e vermifugação de todos os animais

 

Quanto aos cuidados sanitários, considera-se o curto período de tempo do confinamento e, em especial no semiárido do Nordeste brasileiro, onde a umidade do ambiente é muito baixa, somente dois aspectos merecem especial atenção:

- O primeiro refere-se à higienização das instalações (limpeza), que deve restringir à retirada periódica das fezes. Caso faça uso de cama, recomenda-se substituí-la sempre que se observar maiores teores de umidade.

- O segundo diz respeito à vermifugação de todos os animais ao início do confinamento, no sentido de torná-los "isentos" de parasitas gastrintestinais. Todavia, quando houver histórico de clostridioses na região, os animais devem ser vacinados contra clostridiose, antes de se iniciar o confinamento.

Tempo de confinamento

A duração do confinamento é um fator de elevação do custo desta prática. Sendo assim, quanto maior for o tempo de confinamento, maior será o custo de produção e menor será a rentabilidade do negócio. Assim, o confinamento deverá ser de, no máximo, 70 dias.

Custo da alimentação durante o confinamento

A já referida alimentação dos cordeiros é responsável por cerca de 70% dos custos de produção de animais em confinamento. Ressalte-se que o concentrado é o principal responsável por este fato. Portanto, o tipo e a qualidade do volumoso são de fundamental importância na economicidade da prática, por determinar a quantidade e a formulação do concentrado a ser utilizado. Na medida do possível, deve-se dar preferência a ingredientes produzidos na própria propriedade.

Resíduos agroindustriais na alimentação

Os resíduos agroindustriais são de grande importância na redução dos custos, especialmente se a propriedade situa-se próximo à fonte produtora. As opções são numerosas, das quais se destacam:

- Resíduo de panificação;

- Polpa cítrica;

- Pedúnculo ou bagaço de caju desidratado;

- Entre outros.

Aprimore seus conhecimentos, acessando os Cursos CPT, da área Criação de Ovinos, entre eles o Curso Produção Intensiva de Cordeiros, elaborados pelo Centro de Produções Técnicas.

Por Silvana Teixeira

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!