WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Torne realidade o sonho de viver do que você ama! 20% OFF nos cursos online + 5% OFF pagando no cartão

Por que ensinar matemática às crianças?

A matemática oferece às crianças a oportunidade de agir e refletir sobre suas ações. Com a matemática, elas elaboram imagens mentais relativas a fatos e estruturam seus conhecimentos

Matemática para crianças

A matemática oferece à criança a oportunidade de agir e, posteriormente, refletir sobre suas ações. Com a matemática, a criança elabora imagens mentais relativas a fatos e, ao vinculá-los e dar-lhes sentido, estrutura pouco a pouco os seus conhecimentos. Segundo Luciana Fiel, professora do Curso CPT Conhecimento de Mundo Fundamentado no Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil, nas versões Online e em Livro+DVD, Aula Expositiva, "Ao combinar brincadeiras cooperativas com desafios individuais, as atividades de Matemática na Educação Infantil devem convidar as crianças a verem a Matemática de forma divertida e útil, além de uma maneira de responder a muitas de suas perguntas sobre o mundo".

As operações matemáticas têm uma relação próxima com as operações mentais formais que Piaget identificou como conhecimento espaço temporal, que consiste nos processos usados para operar especificamente sobre as informações relacionadas ao espaço e ao tempo. As crianças estruturam esse tipo de conhecimento a partir de suas próprias ações e do sentido lógico delas, usando os processos de acomodação e assimilação para alcançar um novo equilíbrio das informações.

O conhecimento lógico matemático inclui:


- A classificação

Encontrar semelhanças e diferenças entre os objetos, bem como agrupá-los e separá-los de acordo com elas;

- A seriação

Ordenar as coisas de acordo com suas diferenças relativas; e

- A numeração

Julgar mais, menos e o mesmo, e conservar a quantidade, ou se dar conta de que a quantidade da matéria não muda quando a forma muda.

As crianças precisam estruturar o tempo em sequência e desenvolver estruturas topológicas em nível de representação. Como o tempo é abstrato, torna-se uma dimensão difícil de ser medida pelas crianças. Assim, podem ser usados calendários, relógios e ampulhetas como instrumentos de medição do tempo.

A noção sobre a passagem do tempo se inicia de forma rudimentar desde o início da vida com a espera dos próximos eventos, tais como refeição e banhos. Gradualmente esta noção vai se cristalizando com esperas por pessoas, por sua vez com um brinquedo, por uma viagem, uma data comemorativa, um passeio, e assim por diante. A maneira como o adulto prepara a criança para estas esperas é decisiva. Ao deixar a criança na creche, por exemplo, explique; ao planejar a comemoração do aniversário, explique. Existem maneiras errôneas como sair escondido, passar a criança na frente dos outros em uma fila de brinquedos, que devem ser repensadas pelo adulto.

As crianças devem ter experiências com objetos concretos antes de passarem para representações mais abstratas. As ilustrações ainda são abstratas, embora menos do que a palavra falada ou impressa. Depender somente de figuras e palavras para oferecer experiências matemáticas coloca uma carga extra sobre as crianças. O ponto importante é que as crianças não devem aprender matemática pelas atividades de repetição. Em vez disso, os professores devem ajudá-las a aprender a usar seu conhecimento intuitivo como meio de aproximação do aprendizado mais formal.

Assim como as crianças ingressam na escola já tendo aprendido muito sobre a linguagem falada e o mundo físico, elas também chegam com uma ampla bagagem de experiências em matemática. As atividades de matemática na Educação Infantil, devem ser exploradas através de material concreto, incluindo quebra-cabeça, jogos, blocos, calendários, relógios, brinquedos pedagógicos, entre outros.

Atividades do dia a dia que as crianças apreciam muito – cozinhar, comprar brinquedos ou guloseimas, marcar pontos no jogo, dependem da matemática, assim elas vivem em um mundo de quantidades. Elas experimentam o muito grande, o muito pequeno e o acabou. Para se ter ideia da importância de se ensinar matemática às crianças, o simples jogo da amarelinha propicia o desenvolvimento das crianças, pois:

- Estimula a comparação constante entre as ações dos jogadores;

- Apresenta comparações que podem estimular anotações gráficas do desempenho de cada um para outras comparações posteriores;

- Exige que os jogadores pesquisem e descubram a quantidade de força que devem usar ao jogar a pedra para acertar o alvo;

- Exige a estruturação dos movimentos corporais que permitirão as ações de pular no diagrama, o que auxilia o desenvolvimento do raciocínio espacial;

- Colabora para o desenvolvimento e memorização da sequência numérica.

As crianças também deverão ser incentivadas a inventarem novos jogos.

Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVD e Cursos Online, da área Metodologia de Ensino.
Por Silvana Teixeira.

Salvar

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!