WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Torne realidade o sonho de viver do que você ama! 20% OFF nos cursos online + 5% OFF pagando no cartão

Estudando português? Conheça a Concordância Ideológica

Muitas vezes, os mecanismos gramaticais da língua são contaminados pela significação de palavras e expressões, fazendo com que a concordância formal e lógica seja substituída pela concordância ideológica e psicológica

Estudando português? Conheça a Concordância Ideológica   Artigos Cursos CPT


É muito perceptível que, tratando-se de concordância verbal e nominal, muitas vezes, os mecanismos gramaticais da língua são contaminados pela significação de palavras e expressões. Essa contaminação faz com que a concordância formal e lógica seja substituída pela concordância ideológica e psicológica.

“Em outras palavras: somos levados a colocar um verbo ou adjetivo no plural ou no singular não porque o sujeito ou substantivo tenha essa forma, mas sim porque significa isso. Às vezes, a alteração diz respeito à pessoa gramatical ou ao gênero gramatical”, afirma Prof.ª Rozimar Gomes da Silva Ferreira, do Curso CPT Português para o Dia a Dia.

A concordância ideológica é chamada de silepse. Ocorrem silepses de número, gênero e pessoa.

Silepse de número


Ocorre particularmente quando o sujeito é um coletivo e o verbo passa a concordar no plural:
- O conjunto apresentaram um amplo repertório.
Essa forma de silepse, perfeitamente válida na linguagem literária, é evitada na linguagem formal do cotidiano comunicativo.

Outra forma de silepse de número ocorre quando se utiliza o chamado “plural de modéstia”, em que a pessoa que fala ou escreve refere-se a si mesma como “nós”. Os adjetivos referentes ao falante vêm no singular:
- Nossas palavras foram recebidas com carinho pelo público, o que nos deixou satisfeito e comovido.

Silepse de gênero


Ocorre particularmente quando se utiliza um pronome de tratamento:
- Vossa Excelência está cansado?
- Sua Santidade continua gripado.

Outro caso, também comum:
- Alguém está com saudades e quer que você vá vê-la.

Silepse de pessoa



É bastante comum quando quem fala ou escreve se inclui num sujeito de terceira pessoa:
- Os brasileiros sabemos que o país atravessa séria crise.
- Todos faremos o possível.
- Plantados na praça os quatro os quatro amigos, falávamos da vida.

Na língua coloquial, é comum a silepse de pessoa com a forma a gente:
- A gente disse que vínhamos e vivemos.
- A gente queremos participar.

Aumente seus conhecimentos. Leia a(s) matéria(s) abaixo:


- Língua e Linguagem: como definir esses dois conceitos?
- Em qualquer região do país, a língua portuguesa é invariável. Certo ou errado?

Conheça os Cursos CPT da área Metodologia de Ensino.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!