Como avaliar corretamente os alunos

Para que a avaliação seja mais eficiente no que se propõe, será necessário um equilíbrio entre julgamento e o uso de testes e medidas

Avaliação

Na pedagogia moderna, o ato de avaliar consiste em verificar se os alunos estão sendo realmente atingidos e em que grau se dá essa consecução 

Dentro de uma concepção pedagógica mais moderna, o aluno precisa participar da construção de seu próprio conhecimento. Nessa visão, em que educar é formar e aprender, construindo o próprio saber, a avaliação não se reduz apenas a atribuir notas. Se o ato de ensinar e aprender consiste na realização em mudanças e aquisições de comportamentos motores, cognitivos, afetivos e sociais, o ato de avaliar consiste em verificar se eles estão sendo realmente atingidos e em que grau se dá essa consecução, para ajudar o aluno a avançar na aprendizagem e na construção do seu saber.

Nessa perspectiva, “a avaliação assume dimensão orientadora, permitindo que o aluno tome consciência de seus avanços e dificuldades, para progredir na construção do conhecimento”, afirma a professora Rozimar Gomes da Silva Ferreira, do curso Avaliação do Aluno no Processo Educacional – Fundamental e Médio, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

 

Ao avaliar o progresso dos alunos na aprendizagem, o professor obtém informações valiosas sobre seu próprio trabalho. Nesse sentido, a avaliação tem uma função de feedback, porque fornece ao professor dados para ele repensar e replanejar sua atuação didática, visando aperfeiçoá-la, de modo que seus alunos obtenham mais êxito na aprendizagem.

 

Qualidade e quantidade no processo avaliativo

 

Para que a avaliação seja mais eficiente no que se propõe, será necessário um equilíbrio entre julgamento e o uso de testes e medidas. Para isso devemos criar oportunidades para que qualidade e quantidade aconteçam no mesmo processo avaliativo, quando, por exemplo, nós temos uma equipe indo à cata de informações, fazendo entrevistas, construindo elaborações de texto, trabalhos de pesquisa em geral e levando isso para os colegas. Assim, nós temos a oportunidade de ver quanto conhecimento novo ele trouxe para aquela realidade, para aquela situação e com que qualidade isso aconteceu.

 

No entanto, é preciso cuidado, para não adotar posições extremas, considerando apenas os aspectos quantitativos ou apenas os qualitativos. A avaliação quantitativa é vista apenas como medida e, por isso, mal utilizada. Já a avaliação apenas qualitativa se perde na subjetividade de professores e alunos. A escolha da ferramenta de avaliação mais adequada constitui outra importante preocupação do professor, no processo de verificação da aprendizagem.

É preciso diversificar

 

Conforme o momento vivido pela turma, as características dos alunos e a sua situação na sala de aula, diferentes formas de avaliação podem ser utilizadas. Cada ferramenta vai se adequar mais a um ou a outro conteúdo abordado e a cada um dos estágios de ensino dos alunos a serem avaliados. Há várias ferramentas disponíveis para se proceder a uma justa avaliação! É preciso escolher e diversificar!

 

Diversificar instrumentos de avaliação é um passo muito importante, para melhorar o processo avaliativo. As provas tradicionais não avaliam corretamente todos os alunos, devido à diversidade cultural e às diferentes formas individuais de aprendizagem, sem contar que diferentes conteúdos merecem diferentes formas de terem a aprendizagem verificada.

 

As provas tradicionais nem sempre beneficiam a todos os alunos. Por isso, é aconselhável o uso sistemático de outros instrumentos e estratégias de avaliação, como relatórios, entrevistas, questionários, seminários, autoavaliação, monitoria, observações e testes.

 

Comunicação entre as partes

 

Outro aspecto importante na evolução da avaliação é a melhora na comunicação entre professores, alunos, pais e demais membros da comunidade escolar. Isso significa promover o envolvimento ativo dos alunos em todo o processo de avaliação, abrindo espaço para que eles possam refletir sobre sua participação no processo de construção do conhecimento, identificando seus pontos fortes e fracos. A ampliação da comunicação durante variadas atividades escolares abre espaço à reflexão.

 

A autoavaliação do aluno

 

Para que o potencial de cada aluno seja mais bem percebido, a vertente qualitativa da avaliação precisa ser valorizada, de forma a considerar atitudes, aspirações, interesses, motivações, modos de pensar, hábitos de trabalho e capacidade de adaptação pessoal e social do aluno. Neste contexto, a autoavaliação ganha importância.

 

O próprio julgamento do aluno sobre o resultado de sua aprendizagem o ajuda a identificar o que deve melhorar e a se esforçar para se superar e avançar. Entretanto, o aluno deve ser preparado para se autoavaliar, para ser crítico de si mesmo, em conformidade com os critérios e instrumentos de avaliação aplicados. Assim como o professor que, para conduzir o processo, também deve estar preparado.

 

Os processos de autoavaliação têm também uma grande importância para o desenvolvimento da desenvoltura do aluno, no momento de falar com tranquilidade para o professor e para seus colegas. A autoavaliação permite esse exercício quando o aluno pode expressar, com seriedade, sua visão a respeito de si próprio, suas ideias sobre o mundo que o cerca e como enxerga suas próprias relações com esse mundo.

Particularmente, as escolas que oferecem cursos profissionalizantes deveriam valorizar ainda mais a autoavaliação, concedendo oportunidades aos seus alunos para manifestarem suas crenças, avaliarem suas possibilidades de produtividade e crescimento pessoal e empresarial, a partir da formação que obtiveram.

 

A elaboração do instrumento para avaliar requer muitos cuidados, especialmente no que diz respeito às provas objetivas e dissertativas. Foto: reprodução 

Cuidados no preparo do instrumento

 

A elaboração do instrumento para avaliar requer muitos cuidados, especialmente no que diz respeito às provas objetivas e dissertativas. Assim, deve-se observar algumas características essenciais para se preparar uma boa avaliação. São elas:

 

- Relevância: as questões são criteriosamente selecionadas em relação aos objetivos;

- Equilíbrio: as várias dimensões do rendimento são proporcionalmente contempladas;

- Eficiência: leva em consideração o tempo do professor para a preparação e correção e o tempo do aluno para a realização;

- Objetividade: questões claras e respostas delimitadas. A prova deve ser objetiva, de modo que qualquer especialista que resolvê-la obterá o escore máximo;

- Especificidade: a prova tem especificidade, desde que uma pessoa inteligente, que não domine o conteúdo, ao resolvê-la, obterá uma pontuação próxima do acerto, ao acaso;

- Dificuldade: a prova não pode ser nem muito difícil nem muito fácil;

- Discriminação: cada questão discrimina os alunos de maior e menor rendimento. A prova produz ampla distribuição das notas para alunos que diferem em rendimento;

- Fidedignidade: a prova tem o mesmo resultado em relação a outro instrumento de medida igualmente válido;

- Honestidade: cada aluno tem uma boa e igual chance de demonstrar o rendimento real;

- Tempo ideal: a prova deve ser adequada ao tempo disponível.

 

Confira mais informações, acessando os cursos da área Metodologia de Ensino.

 

Por Andréa Oliveira

Cursos Relacionados

Curso Gestão de Sala de Aula Curso Gestão de Sala de Aula

Com Prof.ª Rozimar Ferreira

R$ 412,00 à vista ou em até 12x de R$ 34,33 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Aprendizagem Significativa Curso Aprendizagem Significativa

Com Prof. Dr. Per Christian

R$ 412,00 à vista ou em até 12x de R$ 34,33 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Avaliação do Aluno no Processo Educacional - Fundamental e Médio Curso Avaliação do Aluno no Processo Educacional - Fundamental e Médio

Com Prof.ª Rozimar Ferreira

R$ 412,00 à vista ou em até 12x de R$ 34,33 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Como se Tornar um Professor de Sucesso Curso Como se Tornar um Professor de Sucesso

Com Prof. Marcelo Henrique de Mello

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Aula Expositiva Curso Aula Expositiva

Com Prof. Dr. Per Christian

R$ 412,00 à vista ou em até 12x de R$ 34,33 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Metodologia de Ensino Aplicada a Grupos Curso Metodologia de Ensino Aplicada a Grupos

Com Prof. Dr. Per Christian

R$ 412,00 à vista ou em até 12x de R$ 34,33 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Gabriel Chisanga

25 de jan de 2017

Aprendizagem

Resposta do Portal Cursos CPT

23 de fev de 2017

Olá Gabriel,

Para mais informações cadastramos seu e-mail para receber nosso boletim informativo.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Fernando Blikstein

11 de jun de 2016

Concordo com o texto. Deve-se haver um equilíbrio entre a avaliação quantitativa e qualitativa. Outra questão importante é que, diferentemente de antigamente, os métodos avaliativos hoje não visam avaliar se o aluno é pior, melhor, mal ou bom aluno, mas como diz o próprio texto, o ato de avaliar consiste em verificar se aquisições de comportamentos motores, cognitivos, afetivos e sociais e se eles comportamentos estão em pleno equilíbrio para o desenvolvimento do aluno. O educador deve de acordo com as metologias de avaliações atuais, fazer com que o aluno aprenda, com uma avaliação didática. A educação deve sempre inovar, pois ela é revolucionária e não imutável.

Resposta do Portal Cursos CPT

13 de jun de 2016

Olá Fernando.

Agradecemos sua visita e comentário.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

raul

8 de mar de 2016

O que é avaliar "corretamente"? Você garante que suas informações permitem que o professor avalie "corretamente" o aluno?

Resposta do Portal Cursos CPT

9 de mar de 2016

Olá Raul,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.O avaliar deve servir ao educador como uma ferramenta para que cada um possa aprender, “O importante não ‘é fazer como se’ cada um houvesse aprendido, mas permitir a cada um aprender”. Assim, é necessário deixar o “faz de conta” das notas e passar a tratar a avaliação como humanizada e respeitando a individualidade de cada aluno.

Os instrumentos utilizados para a avaliação também necessitam de reflexões. Se for prova, (de comum utilização em todas as escolas) é preciso questionar-se de que modo e como ela deve ser elaborada. Um exemplo de má utilização desse instrumento é quando esta não vem contextualizada exigindo uma memorização exacerbada dos conteúdos. Outro fator não menos importante é o fato de não haver diversificação nos métodos de avaliação. Assim, é necessário mais de um método de avaliação da aprendizagem.

A avaliação deve estar centrada em ajudar o aluno a aprender e ao professor a ensinar, é fundamental que o educador, ao elaborar a avaliação, tenha em mente o objetivo ao qual deseja alcançar, e ainda utilizar o instrumento mais adequado.

A função da avaliação é dar a possibilidade do aluno descobrir seus avanços e dificuldades. Daí a importância desta ser feita corretamente.

Uma crítica acerca da avaliação é crucial para a obtenção de uma educação de qualidade, que não vê apenas número, mas o humano. É necessária, por avaliação estar intrínseca de aprendizagem, portanto avaliar é definido aqui como aprender.

O Curso CPT Avaliação do Aluno no Processo Educacional - Fundamental e Medio, tem como objetivo capacitar e atualizar o professor no planejamento, na elaboração, na utilização e no gerenciamento da avaliação, de forma dinâmica, reflexiva, crítica e útil. Serão apresentados subsídios teóricos e práticos para auxiliar o profissional da educação nas avaliações que ele se propõe a fazer com seus alunos.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos santos

JULIANA DE MELO SOUZA

3 de dez de 2015

GOSTARIA DE SABER A RESPEITO DE CURSOS DE EDUCAÇÃO INFANTIL, COMO AVALIAR OBRIGADA

Resposta do Portal Cursos CPT

4 de dez de 2015

Olá, Juliana!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Nossas consultoras entrarão em contato com mais informações sobre o Curso CPT Avaliação do Aluno no Processo Educacional - Findamental e Médio.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Edilson Mendes

1 de dez de 2015

Gosto muito da física...

Expedito Pereira da Silva

24 de nov de 2015

Parabéns pela organização

Resposta do Portal Cursos CPT

25 de nov de 2015

Olá, Expedito!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso. Ficamos felizes que tenha gostado do nosso conteúdo.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Outros artigos relacionados à área Metodologia de Ensino

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade