WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Black Friday 30%OFF nos cursos online 15% OFF nos cursos em livro+DVD + 5% OFF extra no cartão de crédito

A importância da comunicação e das relações interpessoais e grupais na escola

De fato, se há sucesso e eficácia nas relações e na comunicação interpessoal e grupal na escola, os principais problemas de indisciplina e de dificuldades para aprender tenderão a não mais existir

A importância da comunicação e das relações interpessoais e grupais na escola

 

De fato, se há sucesso e eficácia nas relações e na comunicação grupal na escola, os principais problemas de indisciplina e de dificuldades para aprender tenderão a não mais existir. Nesse sentido é que a comunicação e as relações interpessoais estão na contramão das atitudes negativas durante as aulas. Isso ocorre, muitas vezes, porque o professor tenta a todo momento conquistar comportamentos adequados, minimizando nos alunos as atitudes de desatenção, inquietação, conversas paralelas, uso de materiais inadequados ao acompanhamento da aula, como revistas, fotografias, jogos, aparelhos de som, agressão a colegas, danos ao espaço físico da escola, entre muitos outros.

Se o professor não tem controle da turma, o caminho para o fracasso, para os conflitos e para a indisciplina já está determinado, pois os alunos contribuem muito com os problemas ou entraves de comunicação na sala de aula.

Há tendências a não prestar atenção ou participar da aula, por vários motivos, tais como o descrédito no conteúdo, a força competitiva de numerosos estímulos da vida: namoradas, esportes, trabalho ou família. A aversão à pressão e à autoridade do professor, ou o desinteresse pela matéria ensinada podem ser provocados pela má escolha dos recursos metodológicos, atrapalhando a forma de ensinar.

Muitos alunos demonstram falta de estímulo para participar das atividades sugeridas, adotando atitudes de passividade e distanciamento, o que, muitas vezes, é provocado por experiências escolares negativas já vividas, anteriormente, além de pouco acompanhamento e cobrança dos pais e da escola.

Essa retomada das principais atitudes de indisciplina evidencia entraves ao desenvolvimento da boa relação grupal e da comunicação produtiva.

Não basta apenas a comunicação entre professor e aluno, também é preciso melhorar a comunicação e o relacionamento entre os alunos

Não basta apenas a comunicação entre professor e aluno, também é preciso melhorar a comunicação e o relacionamento entre os alunos.

Favorecendo as relações interpessoais e a comunicação em grupo

O clima favorável na sala de aula é muito importante, pois, quando o aluno mantém uma atitude antagônica de rejeição e revolta contra o professor, ocorrem bloqueios inconscientes contra a assimilação da matéria. Soma-se à ineficiência comunicativa do aluno a falta de desejo de aprender: se ele sentisse vontade de aprender, certamente, quaisquer obstáculos físicos ou psicológicos seriam facilmente vencidos.

A maior parte dos alunos, na verdade, apresenta apenas uma atitude de aceitar ser ensinado, sendo que o ideal seria que chegassem a um desejo entusiasmado de aprender. Há uma tendência natural de os alunos estarem dispersos na sala de aula e até antagonizarem o ensino.

Valendo-se da comunicação, realçando os objetivos do ensino, instigando o aluno a exercitar as razões de seu querer e da construção de seu futuro, é possível que os alunos mudem sua predisposição. Entretanto, a comunicação só é completa se a mensagem for compreendida pelo receptor. Infelizmente, nem todos compreendem que a aprendizagem, o respeito mútuo, a cooperação e a criatividade dependem da comunicação.

Para reverter comportamentos negativos do aluno, o professor deverá atuar como gestor, mudando a forma de comunicar, para viabilizar essa reversão. Primeiramente,na sala de aula, o professor deve observar se as palavras estão sendo bem pronunciadas, se está sendo possível ser escutado, nas laterais e no fundo da sala, se o tom não está muito alto nem muito baixo. Se a expressão facial está convincente do entusiasmo do professor ao ministrar o conteúdo, ou durante os diálogos.

Da mesma forma, saber escutar é importantíssimo. O professor precisa esperar o seu aluno completar o raciocínio. É bastante inibidor o ato de meneio de cabeça simulando desaprovação quando o aluno começa a colocar o seu ponto de vista. As intervenções precisam ser bem elaboradas. É necessário convidar o aluno a se posicionar sob outro ângulo, em vez de simplesmente dizer que ele está errado ou que a ideia exposta é absurda.

O uso de tecnologia para a comunicação também é muito importante. Muitos professores ainda utilizam poucos meios visuais para comunicar conceitos ou relações que exigem apresentação gráfica. E muitos que os utilizam, utilizam mal. Aquele que só dá aulas usando um retroprojetor como roteiro de aula esta cometendo um sério erro, pois esse recurso não estimula o pensamento dos alunos.

Também é negativo passar um filme sem realçar a importância de sua temática e os objetivos de se trabalhar o assunto, sem justificar seu papel, a estratégia didática, sem promover um debate ou discussão com a turma.

A comunicação entre os alunos é imprescindível para o seu desenvolvimento cognitivo e social

A comunicação entre os alunos é imprescindível para o seu desenvolvimento cognitivo e social.

Além disso, a comunicação é importante não só com os alunos. Há uma série de ocorrências na escola que precisam ser bem comunicadas aos administradores, aos pais e com os colegas de trabalho. Um trabalho com a comunidade escolar, um problema de dificuldade deve ser sempre dialogado em grupos.

Mais ainda: não basta apenas a comunicação entre professor e aluno, pois é muito importante melhorar a comunicação e o relacionamento entre os alunos. Isso é fundamental para melhorar o aprendizado, porque uma turma com relações harmoniosas, com alunos parceiros entre si, certamente, terá maior facilidade no caminho da busca pelo conhecimento.

Por Andréa Oliveira.

Confira os Cursos CPT, da área Metodologia de Ensino, elaborados pelo Centro de Produções Técnicas.

Entre eles, destacam-se:

Curso CPT Gestão de Sala de Aula

Curso CPT Aula Expositiva

Curso CPT Mídias na Educação

Curso CPT Como Ministrar Aulas Práticas e Aulas Demonstrativas

Curso CPT Estratégias de Ensino - Parte 1 - Estilos de Aprendizagem

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!