WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Torne realidade o sonho de viver do que você ama! 20% OFF nos cursos online + 5% OFF pagando no cartão

Sistema Agroflorestal (SAF) Temporário e Permanente

O Sistema Agroflorestal (SAF) pode ser praticado temporariamente, ou permanentemente. O primeiro é empregado em Área de Preservação Permanente ou APP, já o segundo é utilizado em Área Parcial

Sistema Agroflorestal (SAF) Temporário e Permanente

 

1. Sistema Agroflorestal Temporário em APP

O Sistema Agroflorestal é praticado temporariamente, em toda a faixa ciliar cuja legislação define como Área de Preservação Permanente ou APP, e pode variar conforme a largura do rio e da respectiva faixa definida como área protegida.

Para reduzir a competição entre mudas nativas e plantas daninhas, usa-se o milho nas entrelinhas do reflorestamento com alta diversidade de espécies

Os principais objetivos do modelo são a redução dos custos de implantação do SAF (Sistema Agroflorestal) e a redução da competição das mudas de espécies arbóreas nativas, com gramíneas e outras plantas daninhas agressivas. Para isso, são indicadas culturas agrícolas anuais, como milho e feijão, para cultivo temporário, nas entrelinhas do reflorestamento com alta diversidade de espécies nativas.

As espécies usadas no SAF podem ser plantas pioneiras e não pioneiras, definidas como linhas de diversidade

Nas linhas do reflorestamento, são utilizadas espécies pioneiras e não pioneiras, com alta diversidade de espécies, sendo definidas como linhas de diversidade.

O tempo em que o SAF é utilizado com culturas anuais varia de dois a três anos, dependendo do espaçamento a ser adotado entre as linhas de diversidade

O tempo em que o SAF é utilizado com culturas anuais varia de dois a três anos, dependendo do espaçamento a ser adotado entre as linhas de diversidade. Em um espaçamento tradicional de 3 x 2 m do reflorestamento, geralmente, são viáveis apenas duas colheitas das culturas agrícolas, pois a partir do terceiro ano de implantação, o sombreamento produzido pelas árvores já inviabiliza as culturas agrícolas anuais.

Além da redução dos custos na implantação da mata ciliar, o SAF Temporário evita os processos de erosão e auxilia no controle de gramíneas invasoras
 
Além do benefício de redução dos custos na implantação da mata ciliar, representados por gastos com mão de obra, adubo, combate às formigas cortadeiras, entre outros, os SAF Temporários possibilitam maior cobertura do solo pelas culturas agrícolas nas entrelinhas do reflorestamento, evitando processos de erosão e auxiliando no controle de gramíneas.

Cerca de 3 anos da fase de implantação, o SAF é transformado em um reflorestamento ciliar, permanecendo na área apenas as árvores nativas

Após a fase inicial de implantação do projeto de recuperação, cerca de 3 anos, o SAF é transformado em um reflorestamento ciliar, permanecendo apenas as árvores nativas.

2. Sistema Agroflorestal Permanente em Área Parcial

No Sistema Agroflorestal Permanente em Área Parcial, geralmente, indicado para pequenos produtores rurais, dois 2/3 da faixa definida como Área de Preservação Permanente podem ser manejados para produção de produtos não madeireiros e 1/3 é destinado à restauração e preservação da mata ciliar.

Para rios com largura inferior a 10 m, a faixa de 30 m definida como APP é dividida em uma de 10 m, onde será implantada a mata ciliar; e uma faixa de 20 m, onde o SAF pode ser praticado

Para rios com largura inferior a 10 m, a faixa de 30 m definida como APP é dividida em uma faixa de 10 m, às margens do rio em que será implantada a mata ciliar, com alta diversidade de espécies nativas dos diferentes grupos ecológicos (pioneiras e não pioneiras), que não deve sofrer qualquer tipo de manejo; e uma faixa de 20 m, em que o SAF pode ser praticado.

Na faixa de SAF, recomenda-se a utilização como componente arbóreo de espécies nativas, como frutos, castanhas, látex, palmito e outros

Na faixa de SAF, recomenda-se a utilização como componente arbóreo de espécies nativas, que podem ser utilizadas como fonte de produtos não madeireiros, como frutos, castanhas, látex, palmito e outros. Assim, apesar de ser uma faixa de vegetação manejável, a cobertura florestal sempre estará presente.

O principal objetivo do SAF é a restauração da mata ciliar

Na adoção de um SAF, em área ciliar, seja temporário ou permanente, a legislação é clara, no sentido de que o principal objetivo é a restauração da mata ciliar.

Entre as espécies nativas mais indicadas, temos a seringueira (Hevea brasiliensis) e a jabuticabeira (Myrciaria cauliflora)

As espécies nativas mais indicadas são a seringueira (Hevea brasiliensis), o palmito-juçara (Euterpe edulis), a castanheira (Bertholetia excelsa), o cacau (Theobroma cacao); e frutíferas nativas, como a jabuticabeira (Myrciaria cauliflora), o jenipapo (Genipa americana), o abiu (Pouteria caimito), o cambucá (Marlieria edulis), dentre outras.

Nas entrelinhas, incentiva-se o uso das espécies arbóreas, o cultivo de plantas arbustivas medicinais, apícolas e forrageiras, pensando no pequeno produtor rural

Nas entrelinhas, incentiva-se o uso das espécies arbóreas, o cultivo de plantas arbustivas medicinais, apícolas, forrageiras e outras, sempre visando à diversificação da produção, à qualidade de vida do pequeno produtor rural, bem como a sustentabilidade ambiental do sistema.

O manejo em área ciliar não deve descaracterizar sua cobertura florestal e suas funções ecológicas

Na adoção de um SAF, em área ciliar, seja temporário ou permanente, a legislação é clara, no sentido de que o principal objetivo é a restauração da mata ciliar, portanto, o manejo não deve descaracterizar sua cobertura florestal e suas funções ecológicas.

Por Andréa Oliveira.

Aprimore seus conhecimentos, acessando os Cursos CPT, da área Meio Ambiente, elaborados pelo Centro de Produções Técnicas.

Entre eles, destacam-se:

Curso CPT Restauração Florestal em Áreas de Preservação Permanente e Reserva Legal
 
Curso CPT Técnicas de Avaliação de Impactos Ambientais
 
Curso CPT Recuperação e Conservação de Nascentes
 
Curso CPT Formação e Treinamento de Brigada de Incêndio Florestal

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!