WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Torne realidade o sonho de viver do que você ama! 20% OFF nos cursos online + 5% OFF pagando no cartão

Compostagem de lixo transforma resíduos em fertilizante orgânico

Uma das soluções no tratamento do lixo é o processamento biológico que se dá por meio da compostagem, vista como uma solução ideal para se destinar os resíduos orgânicos

https://cptstatic.s3.amazonaws.com/imagens/enviadas/materias/materia1919/m-compostagem1.jpg

O produto da compostagem é um excelente adubo orgânico muito utilizado na agricultura e recuperação de solos.

O lixo produzido nas cidades é um dos grandes problemas a serem resolvidos pelos administradores públicos, tanto no aspecto de educação do gerador do resíduo, quanto na implantação de um sistema eficiente de coleta, transporte e tratamento final.

Os seres vivos, em função do processo vital e de todas as suas atividades metabólicas, produzem e eliminam algum tipo de resíduo. Um importante conceito, então, refere-se à responsabilidade de sua geração. Embora a natureza tenha parcela considerável de responsabilidade (produção de folhas, galhos, terra, gases, entre outros), somente o homem é considerado gerador. Não existe órgão, máquina ou aparelho tão perfeito que utilize toda a matéria e energia consumida, por isso ocorrem as sobras e os rejeitos.

Outro conceito ambiental importante refere-se à procedência do material em função da atividade, passa-se então, a atrelar a nós a responsabilidade direta pela sua produção, tais como: atividades domésticas comerciais, industriais, culturais, de serviços e de saúde. Em se tratando da geração de resíduos em comunidades, verifica-se a necessidade de implantação de um serviço organizado de limpeza das ruas, coleta e transporte dos detritos, sistema de disposição final e disciplina no que se refere a uma área comum. Portanto, quanto maiores forem as cidades, mais significativo é o problema. Em casos extremos, como a falta de um sistema organizado de limpeza urbana, o lixo traz sérios problemas para a saúde da população.

Entretanto, é nos grandes centros urbanos que a remoção e o destino final dos resíduos sólidos exigem a participação efetiva das autoridades municipais, dos munícipes e da indústria, para se conseguir recolhimento, remoção, transporte, tratamento e disposição em condições de promover um alto padrão de qualidade de vida da população. Nesse sentido, há a necessidade de serem ensinadas nas escolas e comunicadas às pessoas em geral, as atitudes a serem tomadas por todos e a sua importância, inclusive, para a minimização.

O lixo tem na sua composição química e física os componentes inertes e os orgânicos. Dentre eles, destaca-se, em primeiro lugar, a matéria orgânica como principal componente, o papel e papelão e o plástico. Na massa de resíduos ainda existem aqueles que necessariamente não precisariam ser descartados, porque poderiam ser reciclados nas indústrias como matéria-prima para a fabricação de novos produtos. Dentro desse conceito, temos os materiais recicláveis; a matéria orgânica, que pode ser transformada; e os resíduos inertes.

https://cptstatic.s3.amazonaws.com/imagens/enviadas/materias/materia1919/m-cursos-cpt-compostagem-lixo.jpg

A solução é ideal para se destinar os resíduos orgânicos de comunidades de pequeno porte.

Uma das soluções no tratamento do lixo é o processamento biológico que se dá por meio da compostagem, vista como uma solução ideal para se destinar os resíduos orgânicos em comunidades de pequeno porte. Vale lembrar que, ao segregarmos a matéria orgânica, estaremos reduzindo os problemas ambientais, pois esta, ao entrar em decomposição por processo anaeróbio, vai gerar o biogás, além do chorume, altamente poluidores. Entretanto, esses dois componentes da decomposição biológica da matéria orgânica deixam de existir quando ela é transformada em composto orgânico pelo processo aeróbio.

"Compostagem" é, portanto, o processo de transformação de resíduos orgânicos em adubo humificado, chamado "composto". Esse é preparado pela decomposição de restos animais e vegetais que, em condições favoráveis de fermentação, conduz essas matérias-primas a um estado de parcial ou total humificação. O composto é, portanto, o resultado de um processo controlado de decomposição bioquímica de materiais orgânicos, transformando-os em um produto mais estável, mais bem utilizado como fertilizante orgânico. Vários são os processos para se obter o composto orgânico. Desde a compostagem ao ar livre, em leiras, até sofisticadas usinas projetadas especialmente para o tratamento biológico de lixo.

Com o objetivo de apresentar a compostagem de lixo  como uma alternativa para se tratar a fração orgânica dos resíduos sólidos, produzindo composto muito utilizado como fertilizante orgânico e funcionamento de uma usina simplificada de compostagem de resíduo orgânico proveniente do lixo, com o método mais praticado no Brasil, o CPT – Centro de Produções Técnicas elaborou o curso “Compostagem de Lixo em Pequenas Unidades de Tratamento”, no qual você receberá informações da engenheira sanitarista Maria Esther de Castro e Silva, da Superintendência de Limpeza Urbana de Belo Horizonte – MG.

Após fazer o curso e ser aprovado na avaliação, o aluno recebe um certificado de conclusão emitido pela UOV – Universidade On-line de Viçosa, filiada mantenedora da ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância.

No Brasil, das cerca de 240 mil toneladas de lixo produzidas diariamente pela nossa população urbana, segundo o IBGE , pouco mais de 73% são coletados, e, desse total, mais de 85% ficam expostos a céu aberto em lixões; 2% é incinerado e reciclado; e, 2% são lançados em manguezais; sendo que os aterros sanitários controlados recebem apenas 11%. A matéria orgânica é o maior componente presente nos resíduos sólidos urbanos, em uma proporção média de 50 a 60%, podendo ser transformada em composto orgânico e voltar para o ciclo ecológico como composto humificado usado na recuperação de solos para agricultura.

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Roberto de Souza Ferreira

24 de mai de 2017

Trabalho com dependentes químicos e gostaria mais informação sobre o curso de compostagem, valores para implantar a usina pequena unidade? Como comprar os equipamentos?

Resposta do Portal Cursos CPT

25 de mai de 2017

Olá Roberto,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Nossas consultoras entrarão em contato com mais informações sobre o Curso a Distância Compostagem de Lixo em Pequenas Unidades de Tratamento.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Luiz Gheno

2 de jan de 2014

Gostaria de receber por email informações de como adquirir material ou realizar um curso , para montar uma pequena indústria de compostagem, visando a produção de adubo orgânico para vender. Obrigado.

Resposta do Portal Cursos CPT

3 de jan de 2014

Olá, Luiz!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Nossas consultoras entrarão em contato com mais informações sobre o Curso Compostagem de Lixo em Pequenas Unidades de Tratamento.

Atenciosamente,

Vilmara Silva.

OSVALDO LUIZ DA SILVA

7 de jun de 2013

Agradeço a atenção assim como a resposta que já valeu como parte dos conhecimentos que eu preciso.Acrescentou bem mais aos meus pequenos conhecimentos sobre o assunto. Acho que estou agora precisando de um triturador ,o qual vou tentar conseguir. Assim vou triturar tudo pra facilitar a decomposição orgânica,mais rápido. Agradeço muito sobre as informações a mim enviadas. Obrigado, Osvaldo.

Resposta do Portal Cursos CPT

7 de jun de 2013

Olá, Osvaldo!

Ficamos felizes em ter te ajudado.

Abraços

OSVALDO LUIZ DA SILVA

7 de jun de 2013

Moro em um condomínio de média pra baixa renda, com mais de duzentas unidades e em um espaço disponível estou iniciando uma horta orgânica de uns 300 m2, sendo que posso ampliá-la . Na ultima semana desmontei uma máquina de lavar e usei as partes e transformei em 3 lixeiras pra colher lixo orgânico e os vizinhos gostaram da ideia e estão colaborando. Gostaria de estender o projeto para todo o condomínio. Gostaria de saber mais sobre compostagem, mas não tenho recursos pra comprar o curso, por isso gostaria de saber mais um pouco sobre compostagem. Agradeceria se me fornecesse mais informações sobre o assunto, ou como conseguir gratuitamente.

Resposta do Portal Cursos CPT

7 de jun de 2013

Olá, Osvaldo!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Vários são os processos para se obter o composto orgânico. Desde a compostagem ao ar livre, em leiras, até sofisticadas usinas projetadas especialmente para o tratamento biológico do lixo.

O sistema em leiras é o mais elementar e mais antigo que se conhece para a transformação do lixo em composto orgânico.

Em ambos os processos, o ideal é que os resíduos recebam tratamento mecânico prévio, por meio de triagem ou separação de resíduos prejudiciais ou indesejáveis ao processo de compostagem, seguido da trituração, para reduzir a granulação e facilitar a homogeneização do produto, favorecendo o manuseio e a fermentação.

Os resíduos triturados são dispostos em leiras de seção triangular ou trapezoidais, com cerca de 2,5 metros a 4 metros de base e 1,50 metros a, no máximo 2 metros de altura. Estas leiras devem sofrer reviradas periódicas, para que o ar circule, permitindo a difusão do oxigênio e possibilitando uma fermentação uniforme e mais completa.

As fases de processamento nas usinas de compostagem de lixo são basicamente: triagem, trituração, homogeneização, fermentação e humificação ou maturação.

Já o processo de compostagem é dividido em três fases:

- Decomposição: fase onde ocorre a decomposição da matéria orgânica facilmente degradável, como por exemplo, carboidratos. A temperatura pode chegar a 65 - 70ºC e, durante um período de carca de 15 dias, é possível eliminar as bactérias patogênicas, como por exemplo, as salmonelas, ervas - inclusive as daninhas, ovos de parasistas, larvas de insetos, entre outros.

É comum colocar sobre o material uma camada de cerca de 10-30 cm de composto maduro para manter seu equilíbrio interno (sem perda de calor e umidade).

Nesta fase, proteínas, aminoácidos, lipídios e carboidratos são rapidamente decompostos pelos microrganismos, em água, gás carbônico e nutrientes (compostos de nitrogênio, fósforo), liberando calor.

Temperaturas acima de 75ºC indicam condições inadequadas e podem causar a produção de odores, devendo ser evitadas. Nesta temperatura, ocorrem reações químicas no processo e não mais ação biológica por microrganismos termófilos.

- Semimaturação: esta fase de semimaturação, os participantes frequentes desta são as bactérias, actinomicetos e fungos. A temperatura fica na faixa entre 45 e 30ºC, e o tempo pode variar de 2 a 4 meses.

- Maturação/humificação: é nela em que a celulose e lignina são transformadas em substâncias húmicas, que caracterizam o composto, pelos pequenos animais do solo, como por exemplo, as minhocas. A temperatura cai na faixa de 25-30ºC.

O húmus (composto) é um tipo de matéria orgânica mais resistentes à decomposição pelos microrganismos . No solo, as substâncias húmicas vão sendo lentamente decompostas pelos microrganismos e liberando nutrientes que são utilizados pelas raízes das plantas.

Atenciosamente,

Ana carolina dos Santos

 

 

 

 

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!