WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Como é possível administrar medicamentos em bovinos?

Para a aplicação de diferentes tipos de medicamentos nos bovinos, há diversas vias de administração

Medicamentos em bovinos - imagem ilustrativa

Paolo Vivenza, professor do Curso CPT Clínica Médica de Bovinos, destaca que diversas são as enfermidades que acometem um rebanho de bovinos, prejudicando a produção e o bem-estar dos animais. Elas podem ser causadas por vários agentes patológicos e demandam tratamentos diferenciados.

Identificar e tratá-las é a única forma de evitar que os animais sejam afetados de forma significativa e/ou que elas provoquem a morte dos bovinos. Na grande maioria dos casos, o tratamento é feito com a aplicação de medicamentos, que pode ser feita de várias formas, garantindo sempre a segurança do animal, do profissional envolvido nesse processo e a eficácia do medicamento aplicado.

Antes da aplicação, porém, o produtor precisa estar atento ao manejo dos animais para evitar, dentre outros problemas, acidentes e o desperdício de medicamentos, além de garantir a preservação do meio ambiente.

Então, vamos conhecer as formas de aplicação de medicamentos em bovinos?

Via oral

A aplicação de medicamentos via oral é aquela em que os remédios são colocados diretamente na boca dos animais. Isso pode ser feito com uma seringa dosadora ou com uma mamadeira veterinária. Seja qual for a forma apropriada, todos os procedimentos de aplicação demandam preparação dos animais, das ferramentas utilizadas e do medicamento, quando necessário. As seringas são utilizadas, por exemplo, para a aplicação de anti-helmíntico, enquanto as mamadeiras podem servir para antibióticos em pó.

Via tópica ou local

A opção pela aplicação tópica ou local, como o próprio nome sugere, deve ser feita quando há a necessidade de tratar diretamente alguma área afetada. Os medicamentos para esse tipo de aplicação são encontrados em muitas formas, como spray, pomadas e pulverizadores. Nesses casos, é extremamente necessário seguir as recomendações da bula do medicamento selecionado, bem como as orientações dadas pelo médico veterinário.

Outra forma de aplicação é a imersão, quando o local a ser tratado é mergulhado no medicamento, utilizada para umbigos e desinfecção de tetos. Além dela, há o método “pour on”, isto é, quando os medicamentos são aplicados sobre a pele, no dorso dos bovinos, usual no controle de parasitas.

Via parental

Quando a aplicação é mais específica, utiliza-se as vias de administração parental:

- Intramuscular

Executada com a injeção de medicamentos no interior do músculo dos bovinos, tendo a coxa, a tábua do pescoço e a garupa como as principais áreas. Antibióticos e medicamentos oleosos são os que mais são injetados nesses locais, o que, de forma ideal, deve ser realizado com agulhas descartáveis, ainda que seja possível fazer uso de agulhas reutilizáveis.

- Endovenosa

Por sua vez, a aplicação endovenosa é aquela realizada diretamente na corrente sanguínea do animal – ou seja, na veia. As duas veias comumente utilizadas são a jugular e a mamária. A mamária é mais indicada quando há a necessidade de se aplicar soros e soluções de cálcio para os bovinos. A aplicação de soro é um pouco mais detalhada que a anterior, pois requer alguns acessórios utilizados para a aplicação venosa, geralmente adquiridos juntos ao frasco de soro.

- Subcutânea

Quando o medicamento é depositado debaixo da pele, a aplicação recebe o nome de subcutânea. Vacinas e vermífugos são exemplos de medicamentos que são aplicados subcutaneamente. A tábua do pescoço e a parte atrás da paleta são as regiões mais comuns para esse método.

Via intramamária

Por fim, a administração de medicamentos no úbere do animal, através do canal do teto, é denominada intramamária. Essa forma de aplicação é selecionada quando o objetivo é prevenir e tratar doenças que afetam as glândulas mamárias – é o caso da mastite. Nesse caso, ler as orientações da bula do medicamento também é crucial.

 


Conheça os Cursos CPT da Área Medicina Veterinária:

Clínica Médica de Bovinos
Gestão Zootécnica na Pecuária Leiteira
Epidemiologia Veterinária

Fonte: RURAL, Serviço Nacional de Aprendizagem. Sanidade animal: administração de medicamentos em bovinos / Serviço Nacional de Aprendizagem Rural. -- 3.ed. Brasília: SENAR, 2015. 120 p.: il.
por Renato Rodrigues

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!