WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Como avaliar a cavidade oral de animais na consulta veterinária?

Procedimentos práticos para examinar a cavidade oral de animais na consulta veterinária


A avaliação inicial da cavidade oral do animal é essencial durante a consulta clínica. Este procedimento deve ser padrão para todos os pacientes, independentemente da queixa inicial relatada pelo tutor. Avaliar a cavidade oral permite identificar alterações locais e sistêmicas, incluindo as estruturas adjacentes ao crânio, explica Fabíola Carolina de Almeida, professora do Curso CPT Odontologia de Cães e Gatos.

Sabendo disso, deve-se avaliar:

Verifique a dificuldade de deslocar os globos oculares para trás ao aplicar leve pressão sobre eles ou se esse deslocamento está exacerbado.

• Avalie a articulação temporomandibular.

• Observe a oclusão dos dentes.

• Cheque a simetria do crânio.


O que é possível avaliar antes de se aproximar do paciente canino:

• Reveja o histórico de vida e saúde do animal.

• Entenda a queixa que motivou a consulta.

• Observe o comportamento natural da espécie.

• Note a posição da cabeça.

• Avalie o escore corporal.

• Determine o possível diagnóstico preliminar.

Avaliação física:

A avaliação física deve ser tanto extraoral quanto intraoral. Para a avaliação intraoral, utilize uma lanterna e faça-a rapidamente para minimizar o estresse do paciente.


Externamente:

• Verificar a simetria do crânio e possíveis alterações nos olhos.

• Examinar a pressão atrás dos olhos (pressão retrobulbar).

• Observar se há excesso de salivação (sialorreia).

• Avaliar o estado do focinho.

• Verificar a presença de fístulas oronasais, massas ou outras lesões visíveis.

• Palpar para avaliar a integridade da articulação temporomandibular.

Internamente:

• Avaliar a mucosa gengival quanto à integridade e coloração, além de verificar o odor.

• Verificar a presença de cálculos dentários, ausência de dentes e dentes quebrados.

• Observar se há massas ou outras lesões visíveis.

• Utilizar uma lanterna para examinar a polpa dentária.

• Avaliar a coloração e integridade da língua (parte superior e inferior).

• Verificar a coloração e integridade dos palatos.

• Examinar o fundo da garganta quanto à coloração e integridade.

• Avaliar a oclusão dos dentes para verificar o alinhamento.


Ao se aproximar do animal, evite movimentos bruscos. Para abrir a boca, coloque uma mão sobre o maxilar, posicionando indicador e polegar sobre ou logo atrás do canino, e com a outra mão, apoie o polegar no incisivo inferior e pressione gentilmente para abrir. Em animais mais jovens, é menos provável encontrar cálculos dentários. É necessário realizar uma avaliação completa da dentição, incluindo a troca dentária conforme esperado para a espécie, mesmo que a queixa inicial sugira um problema odontológico.


Como avaliar a cavidade oral de animais na consulta veterinária?

A capacitação é fundamental para dominar todas as técnicas e segredos da área da Medicina Veterinária. Curso CPT Odontologia de Cães e Gatos, oferece uma excelente oportunidade de aprendizado nessa área. Não deixe passar essa chance, invista em conhecimento e conquiste reconhecimento no mercado, desenvolvendo um negócio promissor e rentável!

Conheça agora os Cursos na Área de Medicina Veterinária.
Por: Thiago de Faria

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!

Precisa de ajuda?