WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

O planejamento para a colheita de grãos é importante? Certamente!

A colheita, manual ou mecânica, pode provocar perdas tanto quantitativas, quanto qualitativas dos grãos

Grãos - imagem meramente ilustrativa

Afonso Peche, professor do Curso CPT Mecanização em Pequenas Propriedades, anuncia que as pequenas propriedades agrícolas brasileiras, são as grandes responsáveis pela produção de alimentos em nosso país, e como a população cresce em larga escala, é fundamental que o pequeno produtor adote medidas para aumentar a produção agrícola.

Nesse contexto, é possível perceber que há vários fatores que contribuem para o sucesso da produção. No entanto, um deles é, muitas vezes, negligenciado: a colheita. Tão importante quanto preparar, plantar e cultivar está o ato de colher, sobretudo quando está relacionado aos grãos.

As operações realizadas para a colheita devem, dentre outros objetivos, priorizar a produtividade das plantas e reduzir as perdas, pois, quando a colheita é ineficiente, há perdas não só quantitativas, como também qualitativas. Então, destaca-se a importância de planejar cada passo desse processo.

A colheita e a qualidade dos grãos

Como mencionado, a colheita dos grãos – além do correto manejo – é um dos fatores que mais contribuem para a qualidade do grão produzido. Isso significa que de nada adianta investir em uma semente com grande potencial se, ao final do processo, os cuidados devidos não são tomados.

O momento da colheita

Há um momento considerado ótimo para que os grãos possam ser colhidos adequadamente: após a maturidade fisiológica, quando eles atingem o teor de umidade entre 13% e 15%, como a soja. Caso a umidade esteja abaixo dessa faixa, os grãos se tornam quebradiços; caso esteja além, a colheitadeira pode prejudicá-los.

Por outro lado, no caso do milho, a maturação é observada ao atingirem a máxima matéria seca, evento que costuma ocorrer simultaneamente à máxima germinação e ao máximo vigor em muitas espécies. Ainda referindo-se a ele, os grãos apresentam umidade entre 30% a 35% e uma camada preta na região da extremidade do grão.

O planejamento da colheita

O planejamento da colheita tem que ser realizado em todas as fases, começando pelo plantio. É importante observar a escolha da área de plantio, a época de plantio e a colheita e a necessidade de cada cultura. Em outras palavras, quando o plantio não é adequado os prejuízos podem chegar até a época da colheita.

Qual o melhor tipo de colheita?

A depender da propriedade, a necessidade por mão de obra na colheita pode variar, fazendo com que um ou outro tipo de colheita seja necessário:

- Manual

A colheita manual representa quase a metade de toda a colheita nacional. É uma forma de reduzir perdas, desde que o trabalhador seja capacitado para tal. Essa pessoa também tem que ser capaz de definir qual grão está pronto para ser colhido, em oposição aos que não estão.

- Mecanizada

Quando a colheita mecanizada é realizada de forma eficiente e aliada a outros fatores, contribui muito para que os processos de produção sejam dinâmicos e econômicos, resultando em melhor nível tecnológico, maior competitividade e aumento na produtividade agrícola. É ideal para terrenos planos e livres de obstáculos para as máquinas.

> Atenção! Revisão do maquinário

Antes de realizar a colheita mecanizada, porém, é crucial realizar uma revisão do maquinário, com a finalidade de evitar que tratores, colhedoras e outros tragam prejuízos à produção. A manutenção preventiva – realizada regularmente – é a melhor forma de afastar esses incidentes. Da mesma forma, a manutenção corretiva se configura como indispensável.

Outro ponto que não pode ser negligenciado é a regulagem da colheitadeira. A título de exemplificação, alguns modelos precisam ser regulados quanto ao corte, aos ventiladores e ao mecanismo transportador.

 


Conheça os Cursos CPT da Área Mecanização Agrícola:

Mecanização em Pequenas Propriedades
Manutenção de Tratores Agrícolas
Treinamento de Tratorista – Operação do Trator e Regulagem de Implementos

Fonte: Siagri – siagri.com.br/blog/
por Renato Rodrigues

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!