WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Marceneiro - aprenda as melhores técnicas de pré-acabamento e acabamento para móveis

O pré-acabamento da madeira é fundamental para se obter um acabamento de qualidade e agregar valor à peça

O  marceneiro deve ser treinado para trabalhar com desenhos, croquis e especificações técnicas em função das fases estabelecidas na execução da fabricação de móveis

O  marceneiro deve ser treinado para trabalhar com desenhos, croquis e especificações técnicas em função das fases estabelecidas na execução da fabricação de móveis 

O trabalho na marcenaria não é apenas arte, exige técnicas de quem a pratica e conhecimento de tecnologias variadas, que permitem a fabricação de móveis que possam atender às necessidades estéticas e de conforto do ser humano. Para isso, o marceneiro deve ser treinado para trabalhar com desenhos, croquis e especificações técnicas em função das fases estabelecidas na execução da fabricação de móveis. Da mesma forma, deve ter conhecimento sobre as matérias-primas, já que é o responsável pela escolha, em relação aos tipos, procedência e utilização de elementos de fixação usados na marcenaria.

“A maior parte das técnicas da marcenaria é de múltipla utilidade. Podem ser usadas na fabricação de uma mesa ou de um armário. O fundamental é saber reconhecer em qual situação utilizar cada uma delas”, afirma o professor Wilhelmus Deutsch, do curso Marcenaria – Nível Profissional, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

 

O acabamento é uma etapa de grande importância na fabricação de móveis, portanto, exige algumas técnicas bastante importantes. Se mal feito, coloca a perder todas as outras etapas da produção, o projeto, o corte e a montagem. Já o pré-acabamento é a fase de preparação de todas as superfícies, antes de serem montadas, facilitando, com isso, o manuseio das peças. É de igual importância, pois uma boa preparação da madeira é condição fundamental para se obter um acabamento de qualidade.

 

1. Pré-acabamento

 

O objetivo dessa fase é fazer um desbaste considerável, eliminando marcas deixadas pelas máquinas de corte ou desbastes, retirando desigualdades, desníveis, farpas e ondulações, preparando a superfície para o acabamento. No entanto, para obter superfícies mais planas possíveis, é necessário o uso de plaina ou grosa, raspadeira e lixa.

 

Emassamento

 

O emassamento se faz necessário, quando se quer corrigir pequenos defeitos nas peças a serem utilizadas. Pode-se citar, como exemplos, o preenchimento de um buraco ou uma porção lascada sobre a superfície, ou ainda imperfeições geradas por nós da madeira ou em rachaduras. Para o emassamento, podem ser utilizadas massas prontas comerciais, que são vendidas, inclusive, em diversas tonalidades de madeira. Ou mesmo massas preparadas na própria marcenaria.

 

Lixamento

 

O processo de lixamento se inicia no pré-acabamento e termina no acabamento. Um lixamento efetuado de forma correta permite reduzir também a quantidade de material de acabamento a ser aplicado. As lixas têm graduações chamadas de grã, grão ou grana. As granulações mais usadas em uma marcenaria variam de 60 até 600. Para obter um resultado satisfatório, comece com uma lixa de grana mais grossa e termine com uma mais fina. Quanto maior a numeração, mais fina é a lixa.

 

Normalmente, no pré-acabamento, é usada, inicialmente, lixa de grana 80 e finalizada com uma de grana 120. No caso de chapas e painéis, revestidos com lâmina de madeira, podemos começar direto com a lixa 120. Nessa fase, uma lixadeira elétrica manual ou estacionária será de grande ajuda. Sempre lixe no sentido das fibras, nunca transversalmente a elas, para dar um melhor acabamento. Lixe até que a superfície esteja lisa e com os veios bem destacados.

 

2. Acabamento

 

Para iniciarmos o acabamento, a peça deverá estar totalmente pronta, isto é, não deverá ter mais nenhuma ação sobre ela, a não ser o próprio acabamento.

 

Seladora/cera

 

O objetivo da seladora é fechar os poros da madeira, proporcionando uma proteção à madeira quanto à ação de produtos, que serão aplicados posteriormente para deixá-la com o aspecto desejado. A primeira demão já é suficiente para fechar os poros da madeira. Neste acabamento, é fundamental intercalar lixamento, entre as demãos de seladora, para obter um maior brilho. O lixamento, entretanto, deve ser cuidadoso, pois seu objetivo não é retirar a seladora, mas apenas agir sobre sua superfície, eliminando sua aspereza. Por isso, não recomendamos o uso de lixadeira elétrica.

A seladora pode ser aplicada com “boneca”, pincel, rolo ou pistola, contanto que se aplique por toda a superfície, de forma bem homogênea. Recomendamos o uso da “boneca” para um acabamento mais esmerado. Após a última lixa, aplique uma camada de cera à base de carnaúba, cera de abelha e parafina. Aguarde a secagem da cera, no mínimo por duas a três horas. Quanto maior tempo você deixar a cera secar, maior será o seu brilho.

 

 Tanto os vernizes à base de óleo como os à base de álcool dão maior durabilidade, beleza e brilho aos móveis

 Tanto os vernizes à base de óleo como os à base de álcool dão maior durabilidade, beleza e brilho aos móveis

Envernizamento

 

Os vernizes são feitos de matérias resinosas ou gomosas que, em dissolução em um líquido apropriado, e aplicadas nas superfícies da madeira, formam estratificações, protegendo-a do ar e da umidade, ao mesmo tempo em que lhe dá durabilidade, beleza e brilho. Devem ser aplicados sobre a superfície da madeira após a aplicação de um selador ou fundo. Existem dois tipos de vernizes: à base de óleo e à base de álcool. Os vernizes oleosos, por serem mais resistentes a intempéries, são usados em ambientes externos e os de álcool em ambientes internos.

 

Os vernizes oleosos são classificados conforme uma escala de brilho: podem ser foscos, semifoscos, semibrilhantes ou brilhantes. Já os vernizes à base de álcool são encontrados no mercado com o nome de goma-laca, no formato de lâminas semelhantes à asa de barata, daí seu apelido. Produz um acabamento de altíssima qualidade. Seu preparo é feito com álcool 50% e sua aplicação deve ser feita com “boneca”.

 

Tingimento

 

O tingimento é uma opção para quem quer alterar a cor da madeira, porém, preservando suas características e veios. Muito usado em madeiras mais claras para enobrecê-las com a cor do mogno ou da nogueira. Também é usado para dar um efeito colorido na decoração. No entanto, para receber o tingidor, a madeira deve estar lixada, seca e isenta de pó.

 

Os tingidores são produtos concentrados, portanto, devem ser diluídos antes da aplicação. A diluição depende do produto (à base de solvente ou à base de água) e do tom desejado. A aplicação pode ser feita com pincel, boneca ou pistola. Esse acabamento precisa ser finalizado com seladora/cera ou verniz, pois o corante, quando seca, não tem brilho.

 

Laca

 

A laca se difere dos acabamentos anteriores por dois motivos: O primeiro deles é a presença de pigmentos, ou seja, a laca colore a superfície, encobrindo todos os veios da madeira. O segundo deles é a necessidade de aplicação de Primer, um produto que atua como uma espécie de selador, o fundo, específico para as lacas. Essa aplicação é feita em uma cabine de pintura, isolada do ambiente da marcenaria, que tem muito pó de madeira em suspensão no ar. Por fim, deixe secar por, pelo menos, 10 min em ambiente sem contato com pó, dentro da cabine de pintura. Depois de 30 min, a peça já pode ser manejada e, com 12 h de secagem, estará pronta para ser transportada.

 

Consulte mais informações, acessando os cursos da área Marcenaria.

 

Por Andréa Oliveira

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Vânia Giardinieri

9 de mar. de 2017

Perfeito, adorei as dicas...sou artesã e aprender nunca é demais.

Resposta do Portal Cursos CPT

10 de mar. de 2017

Olá Vânia,

Ficamos felizes que tenha gostado do nosso conteúdo.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Felipe Lopes

26 de out. de 2016

Boa noite, sou montador de móveis profissional há 10 anos no mercado com experiência em lojas como: Casas Bahia, Italinea Planejados, Móveis Rimo e Móveis Simonetti. Hoje trabalho como particular e tenho grande interesse em aprender a nível profissional como montar projetos planejados/modulados. Não tenho interesse em aprender tirar medidas para comprar peças ou fabricar, inicialmente, somente montagem. Gostaria de saber qual curso vocês indicam e se existe algum material em mãos para estudo, também. Desde já agradeço.

Resposta do Portal Cursos CPT

27 de out. de 2016

Olá Felipe,

Nossas consultoras entrarão em contato com mais informações sobre os Cursos a Distância na área Marcenaria.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

eduardo silva

2 de jun. de 2013

Sou líder de sessão em uma fabrica de moveis que coordeno o acabamento e pintura quero melhorar o meu desempenho na área como faço?

Resposta do Portal Cursos CPT

3 de jun. de 2013

Olá, Eduardo!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

O CPT - Centro de Produções Técnicas, possui cursos na área de Marcenaria que poderá lhe auxiliar.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

James

1 de fev. de 2013

Gostaria de ver um exemplar do curso de marceneiro

Resposta do Portal Cursos CPT

1 de fev. de 2013

Olá, James!

Agradecemos sua visita e seu comentário em nosso site.

Nossas consultoras entrarão em contato com você.

Atenciosamente,

Natália Parzanini Brum

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!