WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Black Friday 30%OFF nos cursos online 15% OFF nos cursos em livro+DVD + 5% OFF extra no cartão de crédito

Proteínas do leite. Saiba mais sobre o assunto

A demanda crescente de derivados lácteos providos de teores elevados desse componente demonstra maior conscientização do consumidor quanto ao uso de proteínas balanceadas, de sabor agradável e a baixo custo

Proteínas do leite. Saiba mais sobre o assunto   Artigos CPT

De acordo comJuliano Gomide de Souza, Professor do Curso CPT Instalação de Queijaria e Controle de Qualidade, as proteínas do leite vêm despertando interesse, cada vez maior, sob o ponto de vista econômico e nutricional. A demanda crescente de derivados lácteos providos de teores elevados desse componente, a exemplo de queijos e outros produtos alimentícios, demonstra maior conscientização do consumidor, quanto ao uso de proteínas balanceadas, de sabor agradável e a baixo custo.

As proteínas do leite possuem todos aminoácidos essenciais ou indispensáveis nas proporções requeridas para crescimento e manutenção do organismo humano. As proteínas do leite são formadas basicamente de:


♦ caseína (maior parte); e
♦ albuminas.

A caseína constitui a maior parte da matéria azotada do leite. Obtém-se a caseína, quer por precipitação natural (fermentação) ou com auxílio de coalhos e ácidos. A caseína é o principal componente dos queijos.

A albumina, denominada também de lacto-albumina, é solúvel na água, não se coagula pelo coalho, mas pelo calor e pelos ácidos. Quando se fabricam queijos, a albumina sai junto com o soro. Esse soro é aproveitado para fazer ainda outro queijo, a Ricota, obtida pelo aquecimento do soro e adição de ácido lático, fermento lático, cloreto de cálcio ou ainda soro ácido.

- Lactose
A lactose, ou açúcar do leite, é quase que exclusiva deste produto. A lactose do leite constitui a principal fonte de energia para microrganismos que a oxidam até ácido lático. A transformação da lactose em ácido lático causa a precipitação da caseína, e, portanto, a coagulação.

- Sais
No leite existem principalmente fosfatos, citratos, carbonato de sódio, cálcio, potássio e magnésio.

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT da área Laticínios.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!