WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Industrialização de Leite de Cabra

Criar cabras visando a produção de leite, hoje muito procurado, exige um sistema produtivo de muitos cuidados e atenções

INDUSTRIALIZAÇÃO DO LEITE DE CABRA

Pessoas alérgicas ao leite de vaca consomem, normalmente, o leite da cabra em pó ou em natura

Criar cabras é uma prática antiga. Antes mesmo de descobrir o potencial dos bovinos, o ser humano já criava rebanhos caprinos. Atualmente, a caprinocultura continua sendo uma atividade cada vez mais importante visto que cresce em todo mundo.

Na América do Sul, o país que se apresenta mais preparado em rebanho com aptidão leiteira é o Brasil, representando excelentes perspectivas para o crescimento de vendas internacionais. Mas, apesar disso, a produção de derivados do leite de cabra não é muito grande e o maior consumo ainda está associado às crianças com alergia ao leite de vaca.

O leite de cabra é um excelente alternativa. Pessoas alérgicas ao leite de vaca, crianças e idosos, bem como grupos religiosos, consomem normalmente o leite da cabra em pó ou em natura. Também na gastronomia, usa-se largamente o leite caprino na confecção de pratos e molhos deliciosos, sem falar da produção de derivados: queijos, iogurtes e outros laticínios.

"A indústria de cosméticos também tem toda uma linha de produtos à base do leite de cabra. Como se vê, há um mercado diversificado e atraente ainda pouco explorado.”, afirmam os professores Paulo Roberto Celles Cordeiro; André Luís de Almeida Guedes, do Curso Industrialização de Leite de Cabra, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

No Brasil é tradicional criar cabras com finalidade de subsistência. Em algumas regiões, somente as cabras sobrevivem às condições ambientais. A capacidade digestiva dos caprinos é lendária, o povo diz que cabra “come até pedra”.

INDUSTRIALIZAÇÃO DO LEITE DE CABRA

A grande capacidade digestiva da cabra transforma o que ela tem à disposição em leite de grande qualidade

A grande capacidade digestiva da cabra é que transforma o que ela tem à disposição, muitas vezes alimentos de composição duvidosa ou pobre, em leite de grande qualidade, muito diferente das vacas que necessitam, além de grande quantidade, de alimentos da melhor qualidade.

“Com o aumento crescente do interesse dos criadores, a região Nordeste vislumbra grandes possibilidades para o desenvolvimento da caprinocultura leiteira, principalmente pelo potencial de a espécie caprina aproveitar as diversidades biológicas existentes, como pela possibilidade de se diminuírem os custos de produção através de manejo intensivo, com manejo de pastagens.”, afirma a professora Maria Pia Souza Lima de Paiva Guimarães, do curso Criação de Cabras Leiteiras, Cria, Recria e Produção de Leite, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

Pode-se afirmar que, em qualquer sistema, todos os animais estão sob a ação do ambiente, das instalações, e das práticas de manejo, que podem prejudicar ou ajudar o animal na expressão de seu potencial de produção. Considerando esses fatos, o produtor pode interferir no ambiente de vida desses animais, buscando aumentar o conforto, obtendo, com isso, melhor desempenho.

Aí começa uma outra história: criar cabras visando a produção de leite, hoje muito procurado, exige um sistema produtivo de muitos cuidados e atenções.

Esse processo certamente muda o perfil do produtor, tornando-o mais profissional e competitivo. Em outras palavras, afirma-se que a crescente necessidade de aumento da produtividade na produção de leite de cabras tem levado os produtores a buscar maior eficiência, analisando e alterando pequenos detalhes das instalações e do manejo, aumentando a sua lucratividade.

 

INDUSTRIALIZAÇÃO DO LEITE DE CABRA

O local de ordena deverá ser limpo, seco, arejado e distante de fontes de mau cheiro, devendo ser de fácil, limpeza e higienização

Das instalações e ordenha
· Os animais devem ser ordenhados regularmente, devendo estar descansados, com sinais exteriores de perfeitas condições físicas e sanitárias, não estando submetidos a nenhum tratamento de doenças infecto-contagiosas e parasitárias.
· O local de ordena deverá ser limpo, seco, arejado e distante de fontes de mau cheiro, devendo ser de fácil, limpeza e higienização.

Do leite
· O leite de cabra não deverá sofrer pasteurização, desnate ou acréscimo de produtos que possam alterar suas características físicas e/ou organolépticas.

Da armazenagem
· Após o condicionamento em vasilhame apropriado, deverá o leite ser, o mais rápido possível, resfriado à temperatura entre 0 – 6ºC. O leite não poderá chegar a plataforma de recepção congelado pelo produtor, por um período máximo de uma semana.

Dentre os produtos lácteos industrializados, os mais frequentes são:
- Leite de cabra integral pasteurizado e, ou congelado; Leite de cabra em pó; Leite de cabra esterilizado; Leite de cabra UHT – Longa Vida;
- Alguns dos mais famosos e saborosos queijos do mundo, como: frescal, Boursin natural ou com especiarias (alho, cebola, ervas etc.); massa semidura como Moleson; massa semimole como Chevrotin, Chabochou; Crotin, Saint Mauri, Piramide;
- Cosméticos: sabonetes, xampus, condicionadores, cremes hidratantes;
- Achocolatados;
- Iogurtes, sorvetes e Doces deliciosos.

INDUSTRIALIZAÇÃO DO LEITE DE CABRA

Dentre os produtos lácteos industrializados estão alguns dos mais famosos e saborosos queijos do mundo

Confira mais informações, acessando os cursos da área Criação de Cabras.

Por Silvana Teixeira

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!