WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Torne realidade o sonho de viver do que você ama! 20% OFF nos cursos online + 5% OFF pagando no cartão

11 vantagens da irrigação por aspersão

Para irrigar a plantação, um dos sistemas mais eficientes e com ótimos resultados é a irrigação por aspersão

11 vantagens da irrigação por aspersão

“Para obter êxito na agricultura, com alta produtividade, economia de recursos e sustentabilidade, é fundamental saber quando e quanto irrigar a plantação. Entretanto, torna-se indispensável um projeto de irrigação alinhado às características da propriedade. Um dos sistemas mais eficientes e com ótimos resultados é a irrigação por aspersão”, comentam Carlos Henrique Ramalho Ferenc e José Dermeval Saraiva Lopes, professores do Curso CPT Projeto de Irrigação por Aspersão.

O método


Segundo estudos, a eficiência do método de aspersão pode chegar a até 90%. Depende principalmente de fatores climáticos, como condições favoráveis de temperatura, umidade e vento. Este último impacta negativamente na uniformidade de distribuição da água via aspersores.

Já a baixa umidade relativa do ar e a alta temperatura contribuem com a rápida evaporação da água. Antes de optar por esse método, alguns aspectos devem ser considerados pelo produtor e/ou engenheiro agrícola (ou agrônomo) responsável pelo projeto.

Os aspersores


Os aspersores são projetados para pulverizar água na plantação, semelhante às gotículas da chuva. O mecanismo pode ser rotativo (com giro de 360° ou regulagem personalizada de giro). Normalmente, a inclinação é de 30° (salvo em condições de vento forte – entre 20° e 22°). Outra opção é o estacionário, como no pivô central, cujo jato de água é lançado na lavoura graças à estrutura, que apresenta anteparo com ranhuras.

As vantagens


1. Permite utilização em solos permeáveis e arenosos (dificuldade de retenção de água). Isso porque o sistema de aspersão realiza irrigações contínuas, mas com menor volume de água;

2. Possibilita desmontar o equipamento facilmente graças a seus acessórios estrategicamente projetados;

3. Reduz mão de obra, em sistemas mecanizados ou permanentes, o que reduz os custos do produtor;

4. Pode ser utilizado para proteger a lavoura de geadas, ou ainda diminuir a temperatura do microclima da lavoura;

5. Garante maior eficiência na condução de água, graças aos condutos fechados, que impedem perdas por evaporação ou infiltração;

6. Permite irrigar a plantação, no período da noite, quando a temperatura está mais amena, o que resulta em maior economia ao produtor;

7. Pode ser instalado em terrenos irregulares, ou com alto grau de declividade;

8. Promove maior oxigenação da água, o que permite o uso de águas residuais;

9. Garante maior uniformidade na distribuição de água na lavoura;

10. Ocupa uma área menor na plantação, pois não apresenta sulcos nem canais;

11. Facilita a aplicação de defensivos e fertilizantes (fertirrigação).

Conheça os Cursos CPT da Área Irrigação:

Projeto de Irrigação por Aspersão

Projeto de Irrigação Localizada

Curso Manejo de Irrigação - Quando e Quanto Irrigar

Fonte: agencia.cnptia.embrapa.br

Por Andréa Oliveira.

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis E-book Guia Básico de Irrigação

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!