WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Conheça nossos Cursos Profissionalizantes (combos) com 40% de DESCONTO

Considerações sobre a internet e a organização de arquivos virtuais

HTML: Linguagem utilizada para o desenvolvimento de sites

Ferramentas em ambiente windows disponíveis atualmente para o desenvolvimento WEB client-side

A necessidade de ter uma rede confiável para armazenar e trocar informações surgiu na época da Guerra Fria, quando os Estados Unidos temiam um ataque a pontos americanos estratégicos que concentravam todos os documentos essenciais ao governo. Nessa época, a internet era o meio pelo qual o exército se comunicava com os pesquisadores. A partir daí, a internet foi criada e aprimorada, ano após ano, visando sempre facilitar e agilizar o processo de comunicação eletrônico.

Organização da rede

Os programadores não demoraram muito para se preocuparem com a organização desses dados. Organizar o conteúdo disponível em rede é fundamental para que ele seja inteligível. Para tanto, seus códigos foram divididos em:
– Estrutura e conteúdo (HTML);
– Estilo ou apresentação (CSS);
– Comportamento da página (JavaScript).

História da internet no Brasil

Documento (X)HTML servido como uma aplicação XML

A internet chegou ao Brasil somente em 1987. Nesse ano, foi realizada uma reunião na USP entre membros do governo e da Embratel para que fossem discutidos assuntos referentes a sua implantação, pois afinal seria o principal meio de comunicação entre pessoas da comunidade acadêmica e científica no Brasil e no exterior. Somente anos mais tarde, a partir de 1996, a sociedade começou a ter de fato acesso à internet. Vale citar que a rede só apresentou um número significativo de páginas em português em 2000. Atualmente, pesquisas apontam que o Brasil está entre os 4 países que mais utilizam a internet e, no que tange ao tempo de navegação, somos líderes proeminentes.

Caracteres são arquivados em código

Todo projeto web baseado em documentos HTML requer a codificação dos caracteres. Tomando-se como ponto de partida o fato de que qualquer computador opera somente com sistemas binários (0 ou 1), todos os arquivos serão um amontoado de números 0 e 1 combinados entre si. Esses dois números têm um nome específico quando atuam como códigos virtuais. Podemos, portanto, nos referir a eles como bits. Foi convencionado que a cada 8 bits, temos um byte. Assim, somente quando temos muitos bytes reunidos podemos ver as letras, palavras e imagens que se formam na tela do computador.

Ferramentas para desenvolvimento WEB client-side

Estrutura do código em PHP

Hoje em dia, há um leque de opções de ferramentas utilizadas no desenvolvimento web client-side. Alguns são pagos, outros são gratuitos. Os pagos normalmente são adquiridos por grandes empresas, que têm uma considerável demanda de trabalho. Navegadores comuns ou profissionais que desempenham trabalhos em quantidades inexpressivas podem optar por ferramentas gratuitas, pois são elas suficientes para atender às necessidades diárias. As ferramentas mais comumente utilizadas, em ambiente windows, são: Note Pad++, Mozilla Firefox, Internet Explorer, Chrome, Opera e Safari.

Navegador e servidor

O navegador, também conhecido como browser, é o responsável por possibilitar o acesso à internet. O professor Sérgio Antônio dos Santos, bacharel em sistemas de informação e desenvolvedor web há mais de 10 anos, explica que os navegadores geralmente se comunicam com servidores web através do protocolo HTTP. De acordo com Santos, o navegador solicita um determinado serviço ao servidor e este logo retorna para o navegador o que foi pedido através de códigos HTML, CSS e JavaScript. O professor ensina ainda que os navegadores renderizam todos os códigos que chegam do servidor web e exibem na tela para o internauta ler, ver e navegar. Os navegadores conseguem renderizar vários tipos de arquivos, entre eles: HTML, XML, GIF, JPG.

Curso sobre HTML

No NotePad++, é possível escolher a linguagem com a qual se deseja trabalhar

O curso Desenvolvimento de Sites – Parte 1 – HTML, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, é dividido em capítulos intitulados: conceitos iniciais de desenvolvimento web (desde o histórico da internet até considerações sobre o processo de codificação), a linguagem HTML, declaração DOCTYPE, cabeçalho e corpo, elementos e atributos, eventos intrínsecos e acessibilidade e estudo de caso. Ao longo do curso, o professor Sérgio Antônio dos Santos explica passo a passo como funcionam os mecanismos referentes à internet e aos arquivos disponibilizados nos nossos computadores.

Por Camila Guimarães Ribeiro

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!