WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Processamento de milho verde produz delícias culinárias que aumentam a renda

Esses produtos agradam a todos e, hoje, são uma alternativa para complementar a renda familiar, com sua comercialização

Processamento de milho verde

O processamento do milho agrada a quase todas as pessoas e tornou-se alternativa para complementar a renda familiar. O milho verde tipicamente cultivado por produtores rurais é ingrediente principal dos pratos típicos regionais. E como neste mês de junho temos as tradicionais festas juninas, brasileiríssimas, milho não pode faltar. Quadrilha, bandeirinhas, fogueira, pamonha, cural e milho cozido são uma ótima pedida para as noites frias.

Esses produtos e outros mais agradam a quase todas as pessoas e, hoje, tornaram-se alternativa para complementar a renda familiar, com sua comercialização. Para o produtor rural, que tradicionalmente planta o milho, o processamento é uma forma de agregar valor à produção. Hoje, com o emprego da irrigação, o milho verde pode ser produzido durante todo o ano e permite o processamento ininterrupto, o que é uma grande vantagem para conquistar o mercado.

A qualidade da matéria-prima afeta diretamente a qualidade do produto processado; por isso, fique  atento para as dicas. Observe a validade, a pureza e a origem dos ingredientes. O milho verde, que é o principal, deve apresentar palhas verdes, não secas, e cabelos cor marrom-escura. No caso do sem palha, já descascado, é preciso verificar se a ponta inferior da espiga é afilada e macia, o que indica que está em boas condições. O ponto ideal de maturação é aquele em que os grãos contêm um bom teor de amido, sem estar tenros demais, com cor amarelada e, apertando-se um grão com a unha, vê-se um líquido leitoso.

Quitute típico de Minas Gerais e Goiás, a pamonha é servida na própria palha de milho, na forma de saquinho.

Pamonha doce recheada com queijo


Quitute típico de Minas Gerais e Goiás, a pamonha é servida na própria palha de milho, na forma de saquinho. A embalagem, além de ser original, chama a atenção por sua beleza. Para prepará-la, o primeiro passo é obter a massa de milho, ralando as espigas, tomando cuidado com o sabugo, que deve passar longe do ralador, pois amarga a pamonha. Acrescenta-se ainda o açúcar cristal, óleo, no nosso caso, queijo fresco, e sal. Com a massa pronta e embalada nas palhas, coloca-se para cozinhar em água fervente por mais ou menos 40 minutos.

Uma dica da professora  Marli Cambraia no curso Processamento de Milho Verde, desenvolvido pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, “é cozinhar a massa o mais rápido possível,  pois tem pouco tempo de vida útil, antes do cozimento, devendo ser cozida em, no máximo, duas horas e meia após o preparo, quando começará a fermentar. Guardá-la sob refrigeração não aumenta sua vida útil”. Também conhecido como papa de milho e cural, o mingau é feito com leite, massa de milho verde, açúcar, sal e canela.

Mingau de milho verde


Também conhecido como papa de milho e cural, o mingau é feito com leite, massa de milho verde, açúcar, sal e canela. No entanto, na riqueza cultural e de vegetações típicas de algumas regiões desse extenso país, a receita pode ter algumas alterações, como o acréscimo de coco, creme de leite, requeijão, queijos, temperos diversos, entre outros.

A partir da massa de milho, como foi feito com a pamonha, acrescenta-se o leite e faz-se o coamento. Depois, é acrescentado o sal e o açúcar e, para terminar, a mistura é levada para cozinhar em fogo baixo, mexendo até levantar fervura. O mingau pode ser servido quente ou frio. Arepa é um alimento típico da gastronomia da Venezuela e da Colômbia, elaborado a partir da farinha de milho.

Arepas


Arepa é um alimento típico da gastronomia da Venezuela e da Colômbia, elaborado a partir da farinha de milho. Para prepará-la são necessárias espigas de milho verde, folhas de bananeira, queijo muçarela ralado e sal a gosto. “As folhas de bananeira têm a função de grelhar uniformemente as arepas, de ambos os lados; evitar sua manipulação excessiva; transmitir um aroma especial ao produto; e dar aparência artesanal”, explica a professora Cambraia. Depois de pronta, pode ser consumida simples ou recheada.

Bolo de milho verde caseiro


O bolo, uma das receitas mais requisitadas, atualmente é encontrado do norte ao sul do país. O bolo, uma das receitas mais requisitadas, mesmo com origem nos fogões à lenha da cidades mineiras, atualmente é encontrado em lanchonetes, padarias e na mesa dos brasileiros do norte ao sul do país.

Para fazer o bolo são necessários grãos de milho verde triturados no moinho de cereais, ovos, manteiga, queijo branco em fatias finas, açúcar e sal a gosto, fermento e farinha de trigo. Misture os ingredientes até obter uma massa homogênea. Em uma assadeira untada com manteiga e polvilhada com farinha de trigo, despeje metade da massa. Coloque as fatias de queijo e o restante da massa. Pré-aqueça o forno a 350ºC e coloque o bolo para assar por 25 a 30 minutos.

Creme de milho


Outro prato que cai muito bem no festejo é o creme de milho. Outro parto que cai muito bem no festejo é o creme de milho. A receita é muito simples de fazer. Como nas outras receitas são necessárias espigas de milho, caldo de galinha, água, manteiga e leite. Para começar a preparação, corte os grãos bem rente às espigas. Bata-os no liquidificador, juntamente com a água. Passe a massa por uma peneira fina e despeje o líquido obtido na panela. Acrescente a manteiga, o caldo de galinha e deixe ferver por 20 minutos. Se o creme ficar grosso, acrescente um pouco de leite, até que fique com a consistência adequada.

No momento de servir, pode-se acrescentar couve picada e aferventada, cebolinha e salsinha picadinha. Como acompanhamento, podem ser servidos quadradinhos de pão torrado ou linguiça picada em pedaços.

Gostou da matéria? Saiba mais sobre o Curso CPT Processamento de Milho Verde. Assista ao vídeo abaixo!


 

Conheça os Cursos CPT da área Indústria Caseira.
Por: Patrícia Tristão

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

eliza

8 de jan. de 2016

fiz o curau mas ela ficou amargo. quero saber porque. usei 10 espigas 500 ml de agua,200ml de leite condensado e açucar. o que saiu errado.

Resposta do Portal Cursos CPT

20 de jan. de 2016

Olá, Eliza!

Agradecemos pela visita e comentário em nosso site.

O "azedo" geralmente é provocado por produtos em estado de fermentação; portanto inviáveis ao consumo.

Atenciosamente,

Silvana Teixeira.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!