WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Esquenta Black Friday 25%OFF nos cursos online

5 tipos de moagem dos grãos de café

A moagem dos grãos de café deve ser realizada um pouco antes do preparo da bebida para preservar seus atributos sensoriais

5 tipos de moagem dos grãos de café

“A moagem dos grãos de café os transforma em partículas com tamanhos variados. Seja qual for a granulação escolhida para a moagem, esta deve ser realizada um pouco antes do preparo da bebida. O objetivo é preservar os atributos sensoriais do café, como o aroma e o sabor”, explica Maria Aparecida Campos, barista profissional e professora do Curso CPT Treinamento de Barista.

Entretanto, para melhores resultados, a moagem do café deve ser o mais precisa possível. O tamanho das partículas do café (extrafina, fina, média fina, média grossa e grossa) desse ser uniforme, pois isso impacta na extração do café, ou seja, no tempo necessário do contato da água com o café.

Por que fazer a moagem fresca?


Como o café sofre oxidação após a moagem, a tendência é que ela perca a textura, o sabor e o aroma quando se expõe ao ar. Sendo assim, para garantir um bom padrão qualitativo da bebida, principalmente em relação aos atributos sensoriais, a moagem fresca é a mais recomendada. Por meio dela, o corpo, a acidez, o aroma e o sabor da bebida são preservados, pois o café está com o seu frescor natural.

Tipos de moagem


1. Grossa

Quando o café é moído com granulação grossa, suas partículas lembram sal grosso. Normalmente, essa moagem é utilizada para preparar uma bebida mais aromatizada e suave, já que o tempo do contato do café com a água é de 3 minutos.

2. Média grossa

Quando o café é moído com granulação média grossa, suas partículas lembram açúcar cristal. Esta é a moagem utilizada para preparar a bebida moca, comum em cafeterias italianas. O café moído é passado por um filtro para que a água suba e absorva todo sabor e aroma, o que torna a bebida mais encorpada e saborosa.

3. Fina

A granulação fina dos grãos de café (lembra açúcar refinado) é a mais utilizada nas residências, pois é ideal para coar o café em filtro e com maior volume. Esse tipo de moagem oferece maior resistência à passagem da água, o que prolonga o tempo de extração. Com isso, a bebida ganha sabor e aroma mais intensos.

4. Média fina

A granulação média fina dos grãos de café é ideal para preparar café espresso com tempo de extração menor de 3 minutos. Esse tipo de moagem faz com que todo sabor e aroma dos grãos sejam transferidos para a bebida, o que torna o café com aroma mais acentuado.

5. Extrafina

Quando o café é moído com granulação extrafina, suas partículas lembram farinha de trigo. Para alcançar tal granulação, é necessário um moedor de café especial diferentemente dos moedores convencionais.

Conheça os Cursos CPT da Área Hotelaria:

Treinamento de Barista

Montagem e Gerenciamento de Café da Manhã de Hotel

Treinamento de Bartender - Barman / Barwoman

Fonte: U.Cofee - blog.ucoffee.com.br

Por Andréa Oliveira.

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis Mais Que Receitas

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!