WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Tutorial para plantar pepino (Cucumis sativus)

O plantio de pepino pode ser feito em uma pequena área, até mesmo em vasos e jardineiras

Tutorial para plantar pepino (Cucumis sativus)

Cultivar pepino (Cucumis sativus) não requer manejo trabalhoso nem altos custos. Pelo contrário, o cultivo do pepineiro é simples, prático e relativamente barato. Basta irrigar e adubar a planta, bem como fazer a desbrota (corte de brotos) e controlar as ervas daninhas. O plantio da hortaliça pode ser feito em uma pequena área, até mesmo em vasos e jardineiras com 50 centímetros de profundidade.

Nas regiões com clima subtropical, o pepineiro se desenvolve muito bem e produz pepinos de alto padrão de qualidade, com bom valor comercial. Sua origem é atribuída ao Oriente, com disseminação pela Europa e demais continentes. “Classificado como cucurbitácea, o pepino apresenta polpa suculenta e clara, com variedades de casca verde-escura e verde-clara”, ressalta Rumy Goto, professora do Curso CPT a Distância e Online Cultivo de Pepino em Estufa.

Escolha das variedades


As principais variedades para consumo in natura são o pepino japonês, pepino Aodai e pepino caipira, que chegam a 30 centímetros de comprimento. Há também as variedades próprias para conserva, como o pepino Wiscosin SMR 18, com até dez centímetros de comprimento. Os pepineiros Aodai são os mais cultivados em todo o território nacional; já os pepineiros caipiras são cultivados essencialmente na Região Centro-Oeste.

Local de plantio


O pepineiro apresenta alto desempenho produtivo em regiões com temperaturas elevada (entre 26 e 28 °C). Já em locais com baixas temperaturas, o plantio deve ser realizado em estufas para controle da temperatura. Os solos ideais para plantio de pepino são os solos areno-argilosos, com alta fertilidade, boa drenagem e baixa acidez. Com isso, a hortaliça cresce viçosa e resistente a doenças.

Forma de plantio


No plantio, covas com dois centímetros de profundidade devem receber quatro sementes de pepineiro. Recomenda-se um espaçamento de 1,5 metro para o bom desenvolvimento das mudas de pepino (cinco dias após plantio). Ao realizar o desbaste, o número de plantas por cova não pode passar de duas. O procedimento deve ser feito quando o pepineiro apresentar duas a três folhas definitivas.

Irrigação e adubação


Os melhores sistemas de irrigação para pepineiros são o de aspersão convencional, microaspersão e gotejamento. A adubação de plantio deve ser realizada com aproximadamente 100 gramas de adubo químico, nas seguintes formulações: 4-14-8 ou 4-16-8 (NPK). Já a adubação de cobertura deve ser feita com 15 gramas de nitrogênio por pepineiro. O procedimento deve ocorrer quando iniciar a formação dos primeiros pepinos.

Início da colheita


A colheita do pepino começa 60 dias após semeadura, com duração de mais de 60 dias. Dependendo da variedade, os pepinos são colhidos quando alcançam 20 centímetros de comprimento e cor verde-clara.

Quer saber mais sobre o curso? Dê play no vídeo abaixo:

Conheça os Cursos CPT a Distância e Online da Área Horticultura.

Leia o artigo "Controle de pragas do pepino: pulgões, brocas e mosca-das-frutas."

Fonte: revistagloborural.globo.com

Por Andréa Oliveira.

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!