WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Black Friday 30%OFF nos cursos online 15% OFF nos cursos em livro+DVD + 5% OFF extra no cartão de crédito

Embrapa Hortaliças (CNPH), pesquisas inovadoras na área de horticultura

A unidade passou a coordenar o Programa Nacional de Pesquisa de Hortaliças, promovendo estudos no campo de melhoramento genético

 

  A Embrapa Hortaliças  promove inúmeras pesquisas sobre fatores que limitam o desenvolvimento das hortaliças no país

A Embrapa Hortaliças (CNPH) é um dos 15 centros de produtos da Embrapa e atua nos campos mais modernos de pesquisa e desenvolvimento, sempre inovando para competir no mercado do agronegócio de hortaliças. Localizada em Brasília, desde 1978, o CNPH vem sendo um centro de referência no Brasil e no exterior por sua contribuição técnico-científica e capacidade de articulação nacional e internacional.

Em 1983, a unidade passou a coordenar o Programa Nacional de Pesquisa de Hortaliças, promovendo estudos no campo de melhoramento genético, que resultaram em novos cultivares adaptados às condições climáticas brasileiras, bem como o desenvolvimento de sistemas de produção apropriados para o território nacional. Além disso, este centro tem contribuído para o crescimento do agronegócio de hortaliças com a geração de tecnologias, produtos e processos, assim como com transferência de tecnologia para o agricultor.

 

Atualmente, a Embrapa Hortaliças funciona em uma área de 1.204 ha, onde estão instalados os campos experimentais, de produção, os prédios administrativos, os laboratórios e os demais prédios de apoio. Nessa área, ocorre o desenvolvimento de materiais adaptados às condições climáticas brasileiras, proporcionando a ampliação da fronteira agrícola de hortaliças, bem como a regularização da oferta de produtos durante todo o ano.

 

Da mesma forma, a unidade vem participando de projetos muito importantes, visando à criação de empregos e à redução das desigualdades sociais. Por meio de uma avançada tecnologia, a Embrapa procura desenvolver o crescimento sustentável do agronegócio de hortaliças. Não somente isso mas também tem o compromisso com o governo de combater a fome e reduzir a pobreza no país. Além de possibilitar a inclusão social.

 

Alho livre de vírus

 

Desde 1994, a Embrapa Hortaliças vem desenvolvendo pesquisas para produzir uma cultivar do alho que seja livre de vírus. Estes atacam a plantação, diminuindo muito a produtividade. Essas doenças são transmitidas principalmente pelo pulgão ou por bulbilhos doentes da lavoura anterior, guardados para o plantio no ano seguinte.

 

Os primeiros trabalhos de combate ao vírus do alho foram realizados na Bahia, mais precisamente em Cristópolis, o que aumentou em até três vezes a produtividade de alho na região. A principal meta da unidade foi interromper esse ciclo contínuo de perdas, proporcionando ao pequeno produtor condições de disputar uma fatia do mercado mais exigente, dominado por produtores que detinham tecnologia. No período de quatro anos, o produtor vai substituindo sua semente de alho tradicional pela semente, de alta qualidade fitossanitária e fisiológica, oriunda dos trabalhos da Embrapa Hortaliças.

 

O processo ocorre da seguinte forma: primeiramente, selecionam-se os bulbilhos (dentes de alho) sadios, produzidos nos laboratórios da unidade, em condições controladas. Assim que se torna mais resistente e vigorosa, a planta é transferida para um telado à prova de pulgões para, depois, ser plantada no campo. O produtor recebe a muda no seu próprio telado, livre do vírus. Assim, gradualmente vai substituindo sua lavoura por outra de alto valor comercial.

 

Cenourete e catetinho

 

Com praticidade e imaginação, a Embrapa Hortaliças desenvolveu uma tecnologia de processamento que transforma a cenoura em produtos prontos para o consumo. Assim criou a cenourete, com formato de baby carrot, e a catetinho, com formato esférico. Além de um visual atrativo, as minicenouras são fonte de vitamina A e de minerais como cálcio, sódio e potássio, podendo ser consumidas “in natura”, cozidas ou em conserva.

 

Se antes a cenoura era a hortaliça mais consumida no Brasil, com esses novos formatos, o consumidor, que se mostra mais exigente, buscando também a praticidade, aceitou muito bem esse novo produto no mercado. Além disso, visando a uma vida mais saudável, o brasileiro vem buscando o consumo de produtos de qualidade, associados à saúde.

 

Assim ocorre com a cenoura, já que esta possui antioxidantes, que ajudam a combater os radicais livres causadores de envelhecimento celular. Além disso, regula as funções intestinais, estimula o apetite e previne problemas de visão.

 

 

 O CPT – Centro de Produções Técnicas, planeja e elabora cursos voltados para a Horticultura, mantendo um sistema competente de suporte e estabelecendo um conjunto de ações que mantêm a empresa em crescimento constante.

 

Por Andréa Oliveira

 

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

antoniovenanciodeoliveira

3 de set de 2017

porfavor.onde.consigo.semente.de.alho.resistentea.pragas

Resposta do Portal Cursos CPT

4 de set de 2017

Olá, Antonio.

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Você pode procurar em casas de produtos agrícolas da sua região ou até mesmo pela internet.

Atenciosamente,

Renato Rodrigues.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!