WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Negociação sindical, o que saber sobre ela?

A negociação sindical é um processo condutor da tomada de decisão sobre acordos coletivos que envolvem representantes dos trabalhadores e dos empregadores

Negociação sindical, o que saber sobre ela?   Artigos Cursos CPT


A negociação sindical é um processo condutor da tomada de decisão sobre acordos coletivos que envolvem representantes dos trabalhadores e dos empregadores.

"Nesses acordos, são confrontados os diferentes pontos de vista, as expectativas, reclamações e exigências. O objetivo é chegar ao consenso e, ou, por mecanismos de concessões mútuas, a uma solução conciliatória", afirma Hélvio Tadeu Cury Prazeres, professor do Curso CPT Gestão de Pessoas na Pequena Empresa - Parte 2.

Para se chegar à composição de uma convenção coletiva de trabalho há um longo e exaustivo processo de negociação coletiva, geralmente precedido de um movimento sindical, que é uma mobilização de integrantes de um sindicato ou mesmo de uma federação de sindicatos em torno de suas reivindicações.

O movimento sindical ocorre por meio de reuniões, assembleias e propaganda no meio socioeconômico específico; reuniões de negociações entre as partes, manifestações, pressões e greves, de acordo com as estratégias escolhidas e conforme o momento sociopolítico e econômico
do país.

Negociação sindical   Artigos Cursos CPTCertos conceitos permitem melhorar as relações trabalhistas, quais sejam:

a) A empresa deve definir claramente a sua política de recursos humanos e divulgá-la aos seus empregados.
b) A empresa deve desenvolver sistemas e canais de comunicação bidirecionais adequados para sentir e perceber as expectativas e reivindicações de seus empregados; localizar as fontes de problemas e de conflitos e identificar suas causas.
c) A empresa deve manter diálogo permanente e aberto com as lideranças sindicais.
d) A empresa deve preparar e treinar todas as chefias, principalmente as mais próximas aos funcionários (supervisão de primeiro nível), para a nova realidade sindical e para a democracia, pois nesta a habilidade de negociação é fundamental.
e) A empresa não deve considerar declarações e posturas "revolucionárias" de algumas lideranças sindicais como representativas de uma tendência do operariado, mas cobrá-las no confronto direto e
na oportunidade devida.
f) A empresa precisa entender que a época do paternalismo acabou, e este precisa ser substituído por um tratamento respeitoso e igualitário, como pressupõe uma sociedade democrática ao conferir a mesma representatividade ao patrão e ao empregado, nas relações de trabalho.

Aprimore seus conhecimentos sobre o assunto. Leia a(s) matéria(s) a seguir:


- Para mudar sua postura no trabalho, reconheça e entenda seus hábitos
- Quer inovar seu negócio? Apoie-se em ideias criativas!

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT, em Livros+DVDs e Cursos Online, da área Capacitação na Empresa.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!