WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Decisões estratégicas para alavancar os negócios

Para vencer os obstáculos e ser bem sucedido é preciso avaliar cada passo e analisar as vantagens e desvantagens de cada questão

Quem tem um sócio tem o privilégio de possuir alguém para compartilhar os medos e as experiências para vencer os obstáculos.

Ao começar um negócio, algumas decisões importantes precisam ser tomadas. Uma delas é ter um sócio ou não. Quais são as consequências dessa escolha? Um erro muito comum e que pode   prejudicar a atividade é a seleção de pessoas conhecidas e próximas. O ideal é que o sócio  tenha um perfil complementar, pois não existem “super-homens” com as características em perfeito equilíbrio.

Outra vantagem no empreendimento em sociedade é o privilégio de possuir alguém para compartilhar os medos e as experiências para vencer os obstáculos. Além disso, ter uma pessoa para poder sair de férias sem muitas preocupações e dividir as responsabilidades, despesas e vitórias é sempre muito bom.

Conheça outros pontos importantes que o empreendedor deve refletir para decidir quais são as melhores estratégias para o seu negócio. Lembre-se que o trabalho em equipe deverá ter a capacidade de fazer a empresa ir muito mais longe do que a atividade feita por uma única pessoa.

Reserva de capital

Para que o empresário não perca o sono logo após ter montado seu negócio, é preciso que ele tenha cautela para não sair investindo todo o capital. Ao iniciar seu negócio, faça os cálculos sempre jogando os números para cima. Outra dica é ter sempre uma quantia de dinheiro separada, pois nem tudo sai como planejado e os imprevistos podem surgir no processo de criação.

A dica é ter sempre uma quantia de dinheiro separada, pois nem tudo sai como planejado.

Uma orientação do professor Hélvio Tadeu Cury Prazeres, no livro Administração Financeira na Pequena Empresa, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, é “depois de calcular as despesas mensalmente, multiplique-as por três para ter o montante de dinheiro necessário para cobri-las por três meses. Isso vai determinar o retorno sobre o investimento esperado, os objetivos de vendas com flutuações sazonais, de custo de produção e outras despesas controláveis”.

Campanhas de marketing

Invista no diferencial do seu empreendimento. Nunca faça anúncios com produtos marginais. Lembre-se que coloca-se na vitrine o que a loja tem de mais bonito e especial para ofertar. Para economizar nas campanhas, uma solução altamente promissora é a utilização de redes sociais. Essas são suporte para a divulgação de produtos e promoções.

Depois de ter formado sua clientela, mantenha o foco nos consumidores leais à sua marca ou com maior potencial em efetuar a compra, ao invés de explorar mercados novos.

Tenha como referência as necessidades dos seus consumidores e as tecnologias que irão melhor atendê-los e satisfazê-los.

Investimento em equipamentos

A tecnologia está tão atrativa que muitas pessoas adquirem sem mesmo ponderar as vantagens do equipamento para seu negócio. Antes de comprar, verifique se a máquina é uma necessidade para a empresa e que o mercado já oferece segurança. Mas ainda assim, pesquise exaustivamente as melhores opções com relação a preço, qualidade e funções oferecidas.

Segundo o especialista em análise de sistemas e administração financeira, Hélvio Tadeu Cury Prazeres, no curso Como Administrar Pequenas Empresas, desenvolvido pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, “o uso de tecnologias leva-nos a refletir que a invenção é a mãe da necessidade muito mais do que vice-versa. Por acaso, alguém pediu fax, celular, Windows, mp4? E veja a revolução que foi feita. Mas a informação colhida a respeito dos hábitos e preferências dos clientes é muito importante, embora a missão da empresa seja surpreender, encantar e entusiasmar o cliente. Não dá para sair adquirindo tudo o que aparece; por isso, tenha como referência as necessidades dos seus consumidores e as tecnologias que irão melhor atendê-los e satisfazê-los”.

Brindes

Com as mudanças no comportamento do consumidor, o uso de brindes tem se tornado uma estratégia para a fidelização dos clientes. Os presentes são uma mistura de publicidade e qualidade, esnobam inovação e ainda agregam valor ao produto adquirido e à marca. O consumidor se sente valorizado e vê sua compra como um benefício mútuo.

Mas, um alerta da professora Katsuê Mírian Ávilla Watanabe, no curso Marketing para Pequenas Empresas, preparado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, é “se der brindes, dê produtos de qualidade, de acordo com a compra. Brindes baratos podem prejudicar a sua imagem”.

Calculadora CPT: Calcule de forma correta o salário do seu empregado

Por: Ariádine Morgan

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!