Ligue Agora (31) 3899-7000 WhatsApp (31) 99294-0024
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Massa de pastel de feira - aprenda a fazer

Existem diversos tipos de pastel como: de carne, de queijo, de pizza e os pastéis doces. Mas, todos eles têm algo em comum: a massa

Massa de pastel de feira - aprenda a fazer   Artigos Cursos CPT

 

Existem diversos tipos de pastel como: de carne, de queijo, de pizza e os pastéis doces. Mas, todos eles têm algo em comum: a massa. É isso mesmo, independente do recheio, se doce ou salgado, a massa é sempre a mesma, portanto, o nome dos pastéis é definido pelo seu recheio. Aprenda então a preparar tão famosa massa do pastel de feira (ou de lanchonete).

Elaboração da massa


Ingredientes

100 g de gordura vegetal hidrogenada
20 g de sal
300 ml de água
60 ml de cachaça branca
800 g de farinha de trigo

Modo de preparo

- Coloque os 700 g de farinha de trigo em um bowl e, em seguida, adicione a gordura vegetal. Feito isso, misture esses dois ingredientes com as mãos. Procure desmanchar todos os pedaços de gordura de tal forma que esta fique bem incorporada à farinha.

- Adicione os demais ingredientes, ou seja, o sal, a água e a cachaça. Após colocar cada um desses ingredientes, dê uma mexida para que fiquem bem incorporados. Continue mexendo até a massa dar liga.

- Transfira a massa para uma mesa, e faça a sova com as mãos. Faça isso até que a massa fique bem homogênea.

- Quando isso acontecer, faça a sua abertura, utilizando um cilindro, manual ou elétrico. Independente do tipo de cilindro, primeiro pulverize um pouco de farinha de trigo nos rolos do equipamento.

- Passe a massa várias vezes no cilindro, até que ela fique fina, uniforme e com boa liga. Lembre-se que no cilindro há um sistema de regulagem que possibilita diminuir a distância entre os seus tolos. Permitindo assim afinar a massa, o que a deixa cada vez mais comprida. Por esse motivo, durante a abertura da massa há a necessidade da ajuda de um colaborador.

- Quando a massa estiver bem fina, transfira a mesma para uma bancada que, como mostrado no filme, neste momento, já deverá estar enfarinhada. Feito isso, use uma faca para aparar as bordas da massa e, em seguida, passe as mãos sobre a massa para retirar o excesso de farinha de trigo. Vire a massa e retire a farinha também do outro lado.

- Utilize um filme plástico e forre parte da bancada para, em seguida, colocar a massa de pastel sobre o mesmo. Feito isso, enrole a massa juntamente com o filme plástico. A massa deve ser enrolada no filme plástico, para evitar que resseque até que o recheio seja finalizado. Além disso, quando mantida nessas condições, ela poderá permanecer refrigerada por até 48 h em uma temperatura de 4°C a 8°C, para, depois, ser utilizada na elaboração dos pastéis.

- Prepare o recheio de sua preferência.

- Recheio pronto, abra o rolo de massa sobre a mesa, tendo-se o cuidado de mantê-la bem esticada.

- Coloque as porções de recheio ao longo do comprimento da massa, devidamente espaçadas em aproximadamente sete centímetros e de forma que permita o fechamento do pastel. Cada porção de recheio originará um pastel e não deverá exceder a metade do pastel, para que haja espaço suficiente para haver a expansão e o crescimento do mesmo durante a fritura.

- Pincele a massa com água nos locais onde ela será fechada, dobre a massa de forma que cubra o recheio e feche os pastéis. Depois de fechado, deve-se fazer uma leve pressão com as mãos procurando eliminar o ar existente entre as porções de recheio.

- Utilize o cortador de massas e fechador de pastel para, finalmente, obter os pastéis no formato desejado. Esse procedimento deve ser utilizado para se obter pastéis com qualquer tipo de recheio, seja doce ou salgado.

Modo fritar

- A fritura dos pastéis deverá ser feita em bastante óleo e bem quente. Durante a fritura, os pastéis deverão ser virados. Deve-se também jogar óleo quente sobre os mesmos para obter uma fritura bem uniforme. Procedendo-se dessa forma, você contribuirá para a formação das tradicionais bolhas de ar na massa, o que é uma característica essencial para um bom pastel. Estas bolhas são formadas por uma reação entre a cachaça colocada na massa e o óleo da fritura.

- Quando estiverem fritos, retire os pastéis e coloque-os em um recipiente devidamente forrado com papel seca-gordura. Os pastéis deverão ser servidos logo após a fritura.

Esse tipo de pastel, conhecido como de bar ou de feira, é feito sempre com o formato retangular, independente do recheio utilizado nos mesmos. Mas, naquelas situações, em que os próprios clientes se servem, é recomendável adotar formatos específicos para cada tipo de recheio.

Observação:


Se for necessário ou se você preferir, os pastéis poderão ser conservados na geladeira por até 24 h para serem fritos posteriormente.

Conheça os Cursos a Distância, em Livros+DVDs e Cursos online, da área Gastronomia.
Por Silvana Teixeira.

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Marcelo

30 de nov de 2018

Boa noite vou começar a trabalhar com pastel pretendo montar e fritar na hora para isso já estou fazendo a massa e congelando como funciona esse processo????? Eu coloco para descongelar na geladeira depois o q sobrar coloco para congelar novamente ou jogo fora?????? no aguardo boa noite

Resposta do Portal Cursos CPT

3 de dez de 2018

Olá Marcelo,

Agradecemos a visita e comentário em nosso site.

Vocẽ pode fazer a massa e congelar uma única vez, um dia antes de usar você descongela na geladeira

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!