WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Leitoa à pururuca, uma delícia mineira

A culinária mineira, ao invés de perder suas características, enriqueceu ainda mais com o passar dos anos

 

 A cozinha mineira é muito rica em pratos deliciosos

O encontro de raças e culturas diferentes resultou na culinária mineira, que foi se enriquecendo com o passar dos anos, começando pelo angu com feijão, carne de porco, carne de frango, mais tarde viria o arroz e a carne de boi. Assim, Minas foi crescendo no rastro das entradas e bandeiras.

Nas regiões mais pobres, a quitanda preferida é o biscoito de polvilho, a farinha suada - feita de fubá de milho, refogado na gordura e no alho, abafado até cozinhar, que era servida com feijão inteiro ou com café. Já nas regiões mais ricas, onde havia fartura de leite, surge o queijo Minas. Mais tarde, o biscoito de polvilho foi misturado ao leite e ao queijo, surgindo o famoso pão de queijo, símbolo da mineiridade.

 

Os tempos passaram, os costumes evoluíram e a culinária mineira, ao invés de perder suas características, ganhou status e destaque internacional. Da mesma forma, os restaurantes especializados em cozinha mineira se multiplicaram em estalagens, hotéis-fazenda, pousadas e também nas cidades, onde as pessoas buscam resgatar um pouco das tradições.

 

A comida mineira é antes de tudo deliciosa. Outra característica é a sua simplicidade que a faz ser apreciada por todos, pois tem como base produtos da terra, fáceis de encontrar. Além disso, é uma comida que sustenta. Outro aspecto é que seus ingredientes são baratos o que a torna interessante para quem é dono de restaurantes, hotéis-fazenda, entre outros.

 

“Pesquisas realizadas com turistas em hotéis-fazenda e restaurantes turísticos rurais, filiados à AMETUR - Associação Mineira de Empresas de Turismo Rural – indicam que a gastronomia é o atrativo que gera maior expectativa junto aos hóspedes visitantes e, por conseguinte, um elevado nível de exigência”, afirmam os professores Lúcia Maria Viggiano e Fabio M. Hosken, do curso Cozinha Mineira, elaborado pelo CPT- Centro de Produções Técnicas.

 

Surpreenda e conquiste a preferência dos clientes de seu restaurante com esta deliciosa receita típica de Minas Gerais: Leitoa à pururuca. Confira o passo a passo.

 

Ingredientes

 

1 leitoa ;

tempero caseiro ou alho socado com sal ;

1e ½ litro de óleo;

3 cebolas picadas ;

pimenta-do-reino branca, moída a gosto;

1 copo de vinagre ou vinho tinto seco .

 

Modo de preparo

 

Lave a leitoa com água fervente. À parte, prepare um marinado com vinagre, ou vinho, cebola picada, pimenta-do-reino e tempero ou alho socado. Deixe a leitoa nesse marinado, por várias horas, tendo o cuidado de passá-lo também por dentro.

 

Se fizer de véspera, deixe na geladeira. Coloque em uma assadeira, cubra o rabo e as orelhas com papel alumínio para evitar que se queimem. Acrescente por cima o marinado, dois copos de óleo, e mais um copo de água.

 

Leve ao forno quente, por cerca de uma hora e meia, molhando a leitoa de vez em quando com a gordura do fundo da assadeira. Quando estiver cozida, retire o papel alumínio e deixe corar. Retire do forno quando perceber que está pronta, isto é, bem corada.

 

Por fim, jogue por cima 1 litro de óleo fervente para pururucar a pele.

 

Confira mais informações, acessando os cursos da área Cozinha Profissional.

 

Por Andréa Oliveira

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!