WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Torne realidade o sonho de viver do que você ama! 20% OFF nos cursos online + 5% OFF pagando no cartão

Produção de morangos - controle de pragas e doenças

Na produção de morangos, o controle de doenças e pragas é de fundamental importância para o sucesso do investimento. O grande segredo da cultura está no uso de mudas sadias

Morango - pragas e doenças

 

Na produção de morangos, o controle de doenças e pragas é de fundamental importância para o sucesso do investimento. O grande segredo para quem quer iniciar o plantio desta cultura corretamente está no uso de mudas sadias. Esta medida é de fundamental importância, uma vez que as mudas sadias conseguem fazer o controle de vírus, fungos, bactérias e nematoides.

Principais doenças do morango e medidas de controle

- Algumas doenças, como Mancha-das-folhas, e pragas, como afídeos e formiga lava-pés, geralmente podem ser controladas quimicamente.

- A atenção deve ser redobrada, no entanto, quanto a presença da Lagarta-rosca, no transplante; ao ácaro rajado, em períodos de temperatura elevada; e as podridões de fruto, em períodos chuvosos.

- Doenças fúngicas importantes, como “Chocolate”, “Flor-preta”, Murcha de Verticilium e Podridões Phytophitora, deve-se adotar medidas preventivas. Nestes casos, fazer o tratamento das mudas por imersão com fungicidas, plantio em solo não contaminado ou desinfestado, controle da umidade do solo (irrigação e drenagem) uso de adubação equilibrada (evitar excesso de nitrogênio), remoção e destruição de plantas afetadas. Esta última medida deve ser aplicada com rigor para a mancha-angular (Xantimonas fragariae), visando erradicar a bactéria causal.

- Rotação de cultura, revolvimento do solo e solarização são medidas complementares para fungos de solo e nematoides.

- Irrigação por aspersão pode auxiliar no controle do ácaro rajado. Neste caso, o produtor de morangos deverá usar produtos químicos de forma criteriosa, especialmente quanto ao período de carência.

Formas resistentes de doenças

Visando evitar o aparecimento de formas resistentes, alternar produtos com diferentes ingredientes ativos, tais como:

a) inseticidas: carbaryl, dimethoate, fenpropathen, malathion, meviphos, naled e dichiorvos;
b) fungicidas: penornyl, captan, dodine, enxofre, folpet, hidróxido de cobre, iprodione,
mancozeb+ thiphanate methyl, oxicloreto de cobre + mancozeb, procimidone, thiram,
thiophanate methyl e vinozolin;
c) acaricidas: cyhexalin, enxofre, fenpropathrin, naled e propargite;
d) outros produtos cadastrados: metaldeyde (iscas moluscidas para controle de lesmas),
brometo de metila e dazomet (desinfestação de canteiros ou de substratos).

Principais nematoides do morangueiro

- ácaro branco
- ácaro do enfezamento
- ácaro rajado
- ácaro vermelho
- antracnose
- crestamento das folhas
- flor preta
- manchas foliares  
- micosferela
- mofo cinzento
- oídio
- pulgões

Espécies de nematoides nocivos ao morangueiro

a) Os nematoides que atacam as raízes, produzindo galhas, geralmente menores do que aquelas de outras plantas, pertencem ao gênero Melodogyne. Eles prejudicam pouco o morangueiro, pois os casos de danos severos são raros, a não ser quando a cultura anterior foi muito atacada por esse nematoide. O mal maior é que as mudas infestadas irão levá-lo a outras áreas;

b) Os nematoides pertencentes ao gênero Aphelenchoides, proliferam nas folhas novas, tornando-as reduzidas e mal formadas, propagando-se pelas mudas de plantas infestadas, que produzem pouco e, às vezes, morrem. As suspeitas de estarem atacadas por esse nematoide devem ser eliminadas e queimadas;

c) Nematoides das espécies Pratylenchus brachyurus e Pratylenchus sp., constituem graves problemas à produção de morangos, pois, não apresentando sintomas tão conspícuos como no caso das espécies do gênero Meloidogyne, quais sejam as galhas, geralmente presentes nas raízes das plantas atacadas, muitas vezes passam despercebidos, sendo os efeitos de sua presença nas culturas erroneamente atribuídos a deficiências minerais do solo ou a outros fatores.

Controle de Nematoides

1) Medidas preventivas, visando evitar a infestação das glebas ainda livres desses destruidores organismos.
2) Práticas culturais, com especial referência à rotação de culturas. Arar o solo e depois gradear várias vezes, para expô-lo à ação do sol.
3) Tratamento do solo por produtos químicos (fumigação), de grande interesse, particularmente em viveiros, para garantir produção de mudas sadias. (Consultar firmas especializadas nesses produtos).
4) Seleção de variedades, visando obter resistência.


Por Silvana Teixeira.

Conheça o Curso CPT Curso Produção de Morango.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

tais simon

29 de out de 2017

ola gostei muito do que vocês passaram... mas eu to com problema nos morangos que plantei em slabs na estufa eles estam morendo e com um tom amarelado.. já procurei vários recursos e nada me adianta. o que vocês acham

Resposta do Portal Cursos CPT

30 de out de 2017

Olá, Tais.

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Nesse caso, recomendamos que procure auxílio com um técnico agrícola para que ele possa avaliar qual o problema da sua plantação.

Atenciosamente,

Renato Rodrigues.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!