Adquira 2 ou mais Cursos CPT e ganhe Frete Grátis.

Como fotografar a água em movimento?

A água é um elemento especial na natureza e, de forma geral, está em movimento. Deve ser muito bem trabalhada na fotografia para que fique harmoniosa

Como fotografar a água em movimento   Artigos Cursos CPT

A água é um elemento especial na natureza e, de forma geral, está em movimento. Um chafariz, uma cachoeira ou mesmo a água que sai de uma torneira devem ser bem trabalhados na fotografia, para que ela fique harmoniosa.

Segundo Fabrício Cavalcanti, professor do Curso a Distância CPT de Fotografia, em Livro+DVD e Curso Online, “Trabalhar com o movimento da água não é muito fácil, pois ela varia muito e os efeitos se modificam com as diversas velocidades que podem ser utilizadas”. Veja alguns exemplos:

 

Como fotografar a água em movimento - Artigos Cursos CPT
Como fotografar a água em movimento2 - Artigos Cursos CPT

Na primeira fotografia, com a velocidade 1/1.000 a água ficou praticamente congelada. Observe que esse tipo de imagem fica um pouco falsa, pois o olho humano nunca percebe a água dessa forma na natureza. Na velocidade 1/125 a água já apresenta sensação de velocidade, mas esse padrão de borrão ainda não representa bem o que estamos vendo. Na velocidade 1/40 o borrão fica bem “harmonioso”, pois, é a velocidade em que o olho humano percebe a velocidade. Na velocidade 1/2 a cachoeira já fica com efeito de véu e não de borrão, perdendo um pouco a sensação anterior, ficando com o efeito mais de sonho ou ilusão. Nessa velocidade de captura de imagem da água no poço, que se movimenta muito mais devagar, ainda está com muito pouco registro do movimento. Já na velocidade de 2 segundos, a cachoeira continua com efeito de véu e o poço também passa a ficar com efeito de movimento. Portanto, para fotografar uma cachoeira, por exemplo, você pode obter diversos efeitos, trabalhando com a velocidade, desde a cachoeira congelada, próximo do natural, em véu, e até com o lago formando o véu.

Como fotografar a água em movimento3 - Artigos Cursos CPT
Como fotografar a água em movimento4 - Artigos Cursos CPT
 

Nas fotografias desse chafariz, também, podemos observar que, com a velocidade 1/500 a água apresenta movimento, mas, ainda podemos identificar o rastro das gotas, não ficando um efeito de borrão natural. Com a velocidade 1/60, o efeito de borrão fica muito próximo da velocidade que os olhos humanos captam, que é entre 1/40 a 1/30. Esse efeito de velocidade da água fica harmonioso. Com a velocidade 3 segundos, conseguimos que tanto a água do chafariz quanto o lago ficassem com efeito de véu.

 Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVDs e Cursos Online, da área Fotografia.

Por Silvana Teixeira.

 

Cursos Relacionados

Curso Estúdio Fotográfico - Montagem e Utilização Curso Estúdio Fotográfico - Montagem e Utilização

Com Prof. Júlio Alessi

R$ 335,00 à vista ou em até 10x de R$ 33,50 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso de Fotografia Curso de Fotografia

Com Prof. Fabrício Cavalcanti

R$ 580,00 à vista ou em até 10x de R$ 58,00 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Outros artigos relacionados à área Fotografia

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade