WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Torne realidade o sonho de viver do que você ama! 20% OFF nos cursos online + 5% OFF pagando no cartão

Aprenda agora como fazer mudas de prímula em casa

Há prímulas nas cores vermelha, amarela, branca, rosa, roxa, lilás, azul, entre outras diversas tonalidades, distribuídas em mais de 500 espécies

Aprenda agora como fazer mudas de prímula em casa

A bela flor prímula ou primavera é uma herbácea chinesa, com até 20 centímetros de altura, e grande diversidade de cores. Há prímulas nas cores vermelha, amarela, branca, rosa, roxa, lilás, azul, entre outras diversas tonalidades. São mais de 500 espécies de prímulas, com as mais lindas nuances. Entretanto, as mais comuns, principalmente com fins comerciais, são a Primula acaulis e a Primula obconica.

Prímula acaulis x prímula obconica


A Prímula acaulis, também chamada Primula vulgaris, possui flores maiores que as anteriores. Já a Prímula obconica possui flores, que se desenvolvem a partir de uma roseta basal. Ambas as espécies são belíssimas, com cores vibrantes e chamativas, e, por isso, utilizadas com fins decorativos, tanto em jardins como em ambientes internos, direcionadas ao mercado externo ou interno.

Principais cuidados


A prímula deve ser mantida em áreas que não recebam luz direta do sol. O local deve ser parcialmente iluminado e ventilado (sem correntes de ar fortes). Essas condições ambientais favorecem a floração. Quanto às regas das prímulas, elas devem ser frequentes, contanto que não encharquem o solo. É importante usar um substrato que auxilie à drenagem da água. Para verificar a necessidade de nova rega, basta conferir com o dedo indicador.

Em relação à adubação das prímulas, ela deve ser realizada, ao longo da floração, para estimular o desenvolvimento das flores, bem como aumentar a durabilidade destas presas no caule. Normalmente, são necessárias três adubações mensais com adubo mineral. Algumas pessoas utilizam adubos orgânicos, com bons resultados.

Como fazer mudas de prímula em casa?


Retire uma folha de uma prímula plenamente desenvolvida (planta mais vigorosa). Aplique um produto enraizador na região de conexão da folha com a planta original (crescimento das raízes). Acomode a folha em um vaso com solo adubado (requer nutrientes). Cubra essa folha com filme plástico (proteção contra o frio).

A folha de prímula se torna uma muda vigorosa no momento em que surgem as raízes estimuladas pelo enraizador. Após o enraizamento, basta plantar as mudas em vasos, jardineiras ou canteiros. Regue as mudas, frequentemente, mas sem encharcar.

Tanto as mudas como as prímulas já desenvolvidas não devem receber luz direta do sol nem ventos fortes. O local ideal para as prímulas deve ser iluminado, mas com sombra. O solo deve permanecer úmido e adubado para garantir os nutrientes necessários à planta.

Além de adubação mineral, outra alternativa é a adubação natural com composto orgânico preparado em casa. Folhas e flores murchas e secas devem ser retiradas para que a prímula cresça bela e viçosa (seiva se direciona às partes em desenvolvimento). Deixe os vasos distantes de animais domésticos (locais suspensos, como jardins verticais).

Conheça os Cursos CPT da Área Floricultura:

Cultivo de Orquídeas para Fins Comerciais ou Hobby

Cultivo de Bromélias - Para fins Comerciais ou Hobby

Como Produzir Violetas

Fontes: Husqvarna - tudohusqvarna.com
              Umcomo - casa.umcomo.com.br

Por Andréa Oliveira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!