WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Torne realidade o sonho de viver do que você ama! 20% OFF nos cursos online + 5% OFF pagando no cartão

Um Outubro Rosa pleno de saúde para a mulher

O Outubro Rosa surgiu para conscientizar a mulher sobre a prevenção contra o câncer de mama, mas, na verdade, ele envolve muito mais que isso

Plena saúde para mulher no Outubro Rosa

 

No mês de outubro, as mulheres de todo o mundo se unem na prevenção contra o câncer de mama. Quando diagnosticado precocemente, esse mal pode ser combatido com maior eficácia. Por isso, essa campanha vem conscientizar a mulher sobre a importância do autoexame de rotina e da mamografia, de preferência, a partir dos 35 anos. Afinal, o que se espera é um Outubro Rosa pleno de saúde para a mulher.

De fato, são muitos os desafios quando se fala em controle do câncer e mama. Não basta fazer o autoexame e a mamografia, é preciso ter acesso ao diagnóstico e ao tratamento imediato e de qualidade. Ações como a do Outubro Rosa devem ser desenvolvidas durante todo o ano, envolvendo o universo feminino.

Segundo o Ministério da Saúde, o câncer de mama é a segunda causa de morte entre as mulheres. Se considerarmos o ano de 2011, mais de 13 mil brasileiras foram vítimas da doença. Mas há também um mal tão cruel quanto o câncer: a violência contra a mulher.

Da mesma forma, devemos dar enfático valor à luta contra a violência, o preconceito e a desigualdade, em todos os seus aspectos que atingem a mulher: gênero, raça, emprego... Não podemos ficar de braços cruzados enquanto descaso e desumanidade assolam as mulheres.

O Outubro Rosa surgiu para conscientizar a mulher sobre a prevenção contra o câncer de mama, mas, na verdade, ele envolve muito mais que isso. Ele envolve ações contra maus tratos e violência (física e psicológica) aos quais muitas mulheres (são e estão) submetidas. Afinal, de que adianta estar saudável fisicamente, se a saúde emocional estiver em frangalhos?

Pesquisas recentes do IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) afirmam que, no Brasil, cerca de 5 mil mulheres são assassinadas anualmente.  O pior disso tudo é que 40% das mortes foram realizadas por seus parceiros. A maior parte das vítimas é de mulheres negras, entre 20 e 39 anos de idade.

Ainda segundo os estudos do Instituto, cerca de 20 mil mulheres apanham diariamente, fora o abuso que sofrem nos transportes públicos e no trabalho. Devemos sair desse estado de letargia e seguir nossos caminhos lutando sempre pela boa saúde física e emocional da mulher.

Por Andréa Oliveira.

Fontes: OAB/SP e INCA.

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis Aprenda a Fazer o Autoexame das Mamas

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!