Manchas de espinhas no rosto? Acabe com elas!

Quer incômodo maior que o de se olhar no espelho e ver aquelas terríveis manchas e cicatrizes de espinhas no rosto? Se este é o seu caso, saiba que atualmente existem 6 formas de tratamento

Manchas de espinhas

Quer incômodo maior que o de se olhar no espelho e ver aquelas terríveis manchas e cicatrizes de espinhas no rosto? Elas estragam o nosso cartão postal, nos deixam constrangidos, nos irritam e, por vezes, dependendo da quantidade, nos deixam infelizes. Algumas pessoas, as de mais sorte, conseguem esconder as manchas e as marcas de espinhas usando maquiagens. Outras, infelizmente, não têm a mesma sorte, sendo obrigadas a evitar os espelhos por onde quer que vão.

Pois bem, independente de qual time você esteja, saiba que existem tratamentos eficazes, uns simples, outros mais sofisticados, capazes de eliminar completamente as manchas e as marcas provocadas pelas espinhas. Esses tratamentos estéticos, quando levados a sério são capazes de fazer verdadeiros milagres em nossa pele, devolvendo-nos a alegria e elevando nossa autoestima. Conheça alguns deles e entenda quando são utilizados:

1- Peeling


Age descamando a pele, promovendo sua renovação em seguida. De modo geral, a pele que ressurge é reorganizada, tendendo a ser mais uniforme.

- Tipos de peeling

Peeling químico ácido salicílico: indicado para quem tem manchas leves, recentes, e ainda há presença de espinhas, o mais comum é fazer um peeling químico ácido salicílico.

Peeling com ácido retinoico: indicado para as manchas mais profundas, pois conseguem penetrar mais ainda na pele, atingindo manchas mais antigas.

Peeling abrasivo: indicado para o tratamento de cicatrizes, pois age em camadas mais profundas, reestruturando as depressões causadas pelas espinhas.

Após cada sessão, é possível perceber a pele mais fina e lisa, com a cor cada vez mais uniforme. No caso das cicatrizes, o resultado irá variar de paciente para paciente.

2- Cremes com ácidos


Os ácidos em creme atuam na pele, estimulando a produção de colágeno e promovendo a renovação da pele.

- Tipos de ácidos

Os ácidos mais usados são o glicólico e o retinoico, normalmente manipulados em cremes da cor da pele.

Ácido glicólico: não reage com a luz do sol. Pode ser usado por pessoas que passam mais tempo ao ar livre. Quando aliado à proteção solar adequada, traz resultados mais rapidamente e é indicado para casos mais graves.

Ácido retinoico: o uso de protetor solar é obrigatório para evitar o surgimento de novas manchas.

Ambos apresentam redução nas manchas após dois ou três meses de uso, a depender do grau das mesmas.

3- Laser


O laser, assim como os demais, também é indicado para o tratamento de manchas de espinhas e cicatrizes, porém por meio de outro tipo de tecnologia.

- Tipos de lasers

Q-switch: que traz resultados em qualquer tipo de pele, menos em peles que estejam bronzeadas. Para as peles bronzeadas indica-se a luz intensa pulsada.

Ablativos: indicados em casos de cicatrizes. O mais usado é o laser CO2 fracionado, que age como um peeling, forçando a regeneração da pele com novas estruturas, mais lisas e uniformes.

Os lasers para manchas trarão um clareamento gradual da pele.

4- Microagulhamento


Neste sistema, microagulhas, normalmente dispostas em um rolo, fazem pequenas lesões na pele, obrigando-a a se reconstruir nas áreas afetadas. Para o clareamento da pele, o microagulhamento pode ser feito sozinho ou potencializando a ação de alguns ativos de clareamento, como o ácido ascórbico. O microagulhamento, além de afinar, deixa a pele mais uniforme na cor e na textura. Após a primeira sessão já é possível sentir resultados, mas no geral o indicado é fazer de três a seis aplicações, com intervalos de 30 dias no mínimo.

5- Radiofrequência


A radiofrequência viabiliza a penetração de medicamentos clareadores na pele. Sua vantagem é não causar lesões na superfície da pele, não trazendo risco de manchas e também trazendo uma recuperação mais rápida. Ela deixará a pele com a coloração e textura mais uniforme do que antes, além melhorar a flacidez. Podem ser feitas de quatro a seis sessões mensais.

6- Subcisão


A subcisão é um tipo de cirurgia dermatológica. O tratamento não ajuda a tirar manchas de espinhas por atuar em uma camada mais profunda da pele, sendo mais usado por quem tem cicatrizes. Além disso, deve ser feita por um médico especialista para que haja uma melhora do relevo da pele com cicatrizes de acne deprimidas. Não há um número de sessões determinado, é preciso executar o tratamento e ver como o paciente responde, antes de repeti-lo ou escolher novas opções.


Por Silvana Teixeira.
Fonte: Saúde e Bem-estar.

Salvar

Cursos Relacionados

Curso Massagem Relaxante e Terapia com Pedras Quentes Curso Massagem Relaxante e Terapia com Pedras Quentes

Com Prof.ª Gislene de Oliveira

R$ 498,00 à vista ou em até 12x de R$ 41,50 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Drenagem Linfática Manual Curso Drenagem Linfática Manual

Com Prof.ª Marlene de Almeida

R$ 498,00 à vista ou em até 12x de R$ 41,50 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Estética Facial Curso Estética Facial

Com Prof.ª Mitsue Watanabe

R$ 498,00 à vista ou em até 12x de R$ 41,50 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Outros artigos relacionados à área Estética e Beleza

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade