O que pode influenciar a velocidade do vento?

As pedras e as rochas de grandes dimensões, os morros, as edificações, as torres maciças e os agrupamentos de árvores altas, entre outros, podem influenciar a velocidade dos ventos

O que pode influenciar a velocidade do vento?   Artigos Cursos CPT

 

São considerados obstáculos à passagem do vento os elementos de dimensões conhecidas que causam redução na sua velocidade. "As pedras e as rochas de grandes dimensões, os morros, as edificações, as torres maciças e os agrupamentos de árvores de grandes alturas, entre outros, podem ser considerados como obstáculos", afirma Antônio Leite de Sá, professor do Curso a Distância CPT Energia Eólica - Para Geração de Eletricidade e Bombeamento de Água.

Os obstáculos não apenas obstruem o movimento dos ventos como também atuam modificando a sua distribuição e velocidades. Em geral, os obstáculos, para efeito de estudo da sua influência no comportamento dos ventos, são considerados como caixas de seção transversal retangular. Isso leva a obter a conclusão de que para estudar a influência de um obstáculo sobre o perfil de distribuição do vento, a sua forma deixa de ter importância, devendo-se preocupar principalmente com a localização do obstáculo, em relação ao ponto de interesse, suas dimensões (comprimento, largura e altura), e sua porosidade.

O vento, ao atingir um obstáculo, terá o seu comportamento bastante modificado, por causa das perturbações. Em geral, pode-se constatar que, no sentido vertical, tais perturbações alcançam níveis correspondentes a três vezes a altura do obstáculo, e no sentido horizontal elas se estendem por distâncias de até 40 vezes a altura do obstáculo.

É evidente que essa influência de um obstáculo no comportamento dos ventos não ocorre na mesma intensidade em toda a extensão, ou seja, três vezes a altura do obstáculo no sentido vertical e 40 vezes a altura do mesmo, no sentido horizontal. Ocorre, de fato, diferentes percentuais de perdas, os quais são maiores quanto mais próximo estiver do obstáculo e vão sendo gradativamente menores, à medida que se afasta do obstáculo.

O vento incidente em um rotor eólico, instalado na altura do obstáculo e a uma distância igual a 10 vezes a altura do mesmo, terá a sua velocidade reduzida entre 50 e 60%. Entretanto, se o mesmo rotor eólico for instalado na mesma altura do obstáculo, mas a uma distância igual a 30 vezes a sua altura, o vento incidente terá a sua velocidade reduzida entre 15 e 20%. Se mantiver essa posição, e elevar o rotor eólico para uma altura igual a três vezes a altura do obstáculo, as perdas que ocorrerão na velocidade do vento serão de aproximadamente 5%.

Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVDs e Cursos Online, da área Energia Alternativa.
Por Silvana Teixeira.

 

Cursos Relacionados

Curso Energia Solar para o Meio Rural Curso Energia Solar para o Meio Rural

Com Prof. Nelson Maciel

R$ 486,00 à vista ou em até 12x de R$ 40,50 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Energia Solar para Aquecimento de Água Curso Energia Solar para Aquecimento de Água

Com Prof. Dr. Evandro Sérgio

R$ 440,00 à vista ou em até 12x de R$ 36,67 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Energia Eólica - Para Geração de Eletricidade e Bombeamento de Água Curso Energia Eólica - Para Geração de Eletricidade e Bombeamento de Água

Com Prof. Antônio Leite

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Outros artigos relacionados à área Energia Alternativa

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade