WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Acenda a luz na sua propriedade rural

É impossível atuar no sentido de fixar o homem ao campo, sem lhe oferecer os benefícios e as comodidades resultantes da eletricidade

A tecnologia é amplamente conhecida e existem equipamentos adequados disponíveis no mercado.

Vive no campo 25% da população brasileira. Das 5,7 milhões de propriedades rurais, apenas 1,53 milhões são assistidas pela energia elétrica. As dificuldades em atender o consumidor rural estão nas distâncias das propriedades aos sistemas de distribuição de energia elétrica, na pulverização das cargas e na pequena demanda que representa cada propriedade. Fatos esses que encarecem o sistema de eletrificação e resultam em receitas rarefeitas, incompatíveis com os investimentos, tornando o mercado rural pouco atraente para as concessionárias.

Sabe-se que é impossível atuar no sentido de fixar o homem ao campo, sem lhe oferecer os benefícios e as comodidades resultantes da eletricidade, especialmente sob o enfoque da educação e do desenvolvimento tecnológico, das comunicações e do transporte. A eletricidade é um insumo imprescindível na melhoria da qualidade e produtividade rural. O Brasil é um país com enorme potencial hidráulico, porém só uma pequena parte desse potencial é utilizada para gerar eletricidade.

Existe água, a tecnologia é amplamente conhecida, existem equipamentos adequados disponíveis no mercado. Em um futuro imediato, com a privatização das concessionárias de energia elétrica, prevê-se a implantação de uma política de "realismo tarifário", com o conseqüente término dos subsídios às tarifas. O que falta é vontade e uma política de "energização" do campo que, diferentemente de eletrificação, procura utilizar as fontes energéticas renováveis existentes no campo para atender às necessidades da propriedade. Das fontes existentes: solar, eólica e biomassa, as microusinas hidrelétricas se destacam, em virtude do pequeno impacto ambiental, dos baixos custos operacionais, da pouca manutenção e da facilidade de construção.

O curso "Como Montar e Operar Microusinas Hidrelétricas na Fazenda", elaborado pelo CPT - Centro de Produções Técnicas, em conjunto com o Centro Nacional de Referências em Pequenos Aproveitamentos Hidroenergéticos – CERPCH, foi desenvolvido com objetivo de desmistificar as microusinas, mostrando o quanto é simples sua instalação e operação. No  curso é feita uma descrição dos principais componentes das microusinas rurais, mostram-se os procedimentos para a medição e cálculo dos principais dados, queda e vazão, necessários à sua implantação. A linguagem e os procedimentos de cálculos são simples e de fácil assimilação

Com a coordenação técnica do Prof. Geraldo Lúcio Tiago Filho, doutor em engenharia hidráulica,  essa parceria acredita que esse curso, divulgando as microusinas hidrelétricas, apresentando-a com uma tecnologia viável, de baixo custo e adequada às pequenas propriedades rurais, possa contribuir para a melhoria das condições de vida ao homem do campo.

Prof. Geraldo Lúcio Tiago Filho
Doutor em Engenharia Hidráulica do
Departamento de Mecânica / EFEI – Itajubá – MG.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!