WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Torne realidade o sonho de viver do que você ama! 20% OFF nos cursos online + 5% OFF pagando no cartão

Como identificar adulto com TDAH?

Os traços de um adulto com TDAH - Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade - são semelhantes aos da criança e do adolescente, com as modificações próprias da idade

Adulto com tdah

Os traços de um adulto com TDAH - Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade - são semelhantes aos da criança e do adolescente, com as modificações próprias da idade. Além disso, podemos entender que a vida de um adulto é muito mais complexa que a da criança e do adolescente.

Segundo Luciana Fiel, professora do Curso a Distância CPT A Criança e o TDA/H - Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade, em Livro+DVD e Curso Online, “Em primeiro lugar, ele já não conta mais com a presença diária dos pais que viviam a lhe lembrar das tarefas não realizadas, da necessidade de organizar suas roupas, do horário do dentista, e coisas mais. Os pais já não estão mais por perto para acordar pela manhã e lembrá-lo que no dia seguinte é a data de aniversário da avó”. Em suma, cabe agora ao adulto o gerenciamento de todas as partes da sua vida, e em geral não são poucas coisas. Muitas vezes os adultos precisam dar conta de tarefas e compromissos da vida familiar, dos estudos, do trabalho e da vida social.

Além disso, no adulto o TDAH assume frequentemente a aparência de um “transtorno oculto”, uma vez que suas manifestações são muitas vezes ofuscadas, por um lado por problemas de relacionamento e por outro lado pelos transtornos que costumam se associar a ele. Elas também ocorrem em crianças e adolescentes e quando não são corretamente diagnosticadas e tratadas, resultam em um tratamento com poucos resultados.

Vejamos, então, algumas particularidades do transtorno na idade adulta:

a) Distração

Adultos com TDAH distraem-se facilmente e não conseguem dar continuidade a tarefas que demandam alguma concentração, a menos que essas tarefas despertem alto grau de motivação ou interesse.

b) Inquietação

Habitualmente, os sinais de hiperatividade decrescem na idade adulta, e apenas uma minoria dos adultos com TDAH continua a mostrar sinais muito evidentes de inquietação, tais como dificuldade em permanecer sentado algum tempo, ou necessidade constante de estar ocupado com alguma atividade física. O que se verifica com mais frequência é um cruzar e descruzar contínuo de pernas, um bater constante com a ponta do pé no chão, e uma necessidade de ter sempre algum objeto para ser manuseado. Alguns adultos jamais conseguem tirar férias. Estão sempre inventando coisas para se ocupar e não conseguem  simplesmente relaxar.

c) Impulsividade

A impulsividade no adulto toma frequentemente a aparência de uma baixa tolerância às frustrações, acarretando abandono de empregos, términos de relacionamentos entre outras coisas. A impulsividade também se manifesta em compras, decisões, impaciência para esperar em qualquer situação, o que muitas vezes é inadequadamente entendido como sendo ansiedade. O que caracteriza a impulsividade é a ausência de reflexão.

d) Falta de atenção

Adultos com TDAH habitualmente se queixam de dificuldades de memória, mas, na verdade, o que sofrem são dificuldades de atenção. Dificilmente, por exemplo, conseguem ler um livro até o final.

e) Desorganização

A desorganização talvez seja o que mais revela o comprometimento das funções executivas no adulto que sofre de TDAH. É visível sua dificuldade de coordenar ações complexas.

f) Atrasos

Uma das queixas mais comuns das pessoas que convivem com um adulto com TDAH é o fato de ele viver permanentemente atrasado para tudo.

g) Adiamento crônico de atividades

Muitas vezes, o adulto com TDAH desenvolve um padrão de comportamento de adiar, quando não mesmo o de evitar fazer determinadas tarefas, certamente aquelas que ele pressente que exigem dele um grau maior de concentração. A consequência é que o adiamento crônico vai acumulando as coisas a serem feitas de tal modo que sua vida vira um verdadeiro labirinto de tarefas incompletas.

h) Falta de planejamento

Como os adultos com TDAH vivem de uma forma pouco planejada, estão mais propensos que outras pessoas a se colocarem em situações estressantes, tais como endividamentos (que surgem em consequência das compras por impulso, pelo descontrole nos pagamentos), divórcios, problemas no trabalho, no trânsito, perturbações do sono, desorganização, excesso de compromissos, sensação de inadequação, medo de falhar.

i) Atração por estímulos

Alguns adultos com TDAH, especialmente aqueles com nível mais alto de hiperatividade, sentem-se atraídos por ambientes altamente estimulantes, situações novas ou que implicam algum risco. Podemos encontrar o equivalente infantil dessa manifestação nas situações de pressão (véspera de exames), nas quais a criança apresenta uma melhora funcional.

j) Mudanças bruscas de humor

Nos adultos com TDAH, verificam-se mudanças de humor bruscas, espontâneas, mas quase sempre provocadas, e geralmente de curta duração.

k) Impulsividade

Impaciente, toma decisões precipitadas, e muitas vezes se arrepende logo em seguida. Impulsivo também para dirigir. Muda frequentemente de trabalho, relacionamentos ou residência.

l) Falar em excesso

O falar muito, e alto, é outro traço comum de adultos hiperativos. Monopolizam as conversas, e não são bons ouvintes.

Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livro+DVD e Cursos Online, da área Educação Infantil.
Por Silvana Teixeira.

Salvar

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!