WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Black Friday 30%OFF nos cursos online 15% OFF nos cursos em livro+DVD + 5% OFF extra no cartão de crédito

A importância do brincar para a criança

Quando a criança brinca, ela faz a construção dos conhecimentos e das habilidades para a aprendizagem, além da linguagem e dos valores sociais

O brinquedo e a criança

 

Quando somos crianças, por que é tão importante brincar? E se não brincássemos, o que aconteceria conosco? A resposta a essa pergunta é simples. Se não brincássemos, não exercitaríamos nossas habilidades sociais, emocionais, motoras e intelectuais. Deixaríamos de experimentar novos sentimentos, de vivenciar situações que ocorrem em nosso dia a dia, de nos preparar para a vida adulta.

De acordo com Luciana Fiel, professora do Curso CPT Confecção de Brinquedos Pedagógicos com Sucata e Dobradura, as crianças trazem para suas brincadeiras o que veem, escutam, observam e experimentam. Enfim, as crianças revelam suas visões de mundo e suas descobertas.

Nas Diretrizes Básicas da Educação, Almeida ressalta que “o brincar é uma necessidade básica e um direito de todos, é uma experiência humana, rica e complexa. O ato de brincar é muito sério, pois é no brincar que as crianças fazem a construção dos conhecimentos e das habilidades para a aprendizagem, além da linguagem e dos valores sociais”.

Quando a criança brinca, ela:

- adquire mais confiança em si mesma e em suas capacidades;

- percebe suas limitações;

- descobre o seu próprio corpo e aprende a valorizá-lo;

- cria vínculos afetivos com os adultos e outras crianças;

- reforça sua autoestima;

- amplia sua capacidade de se comunicar e interagir com as pessoas;

- começa a articular seus pontos de vista e interesses pessoais;

- respeita a diversidade e desenvolve o senso de cooperação;

Em outras palavras, o brincar faz com que a criança se perceba como agente do meio em que vive.  Faz com que ela expresse suas emoções, seus pensamentos, seus desejos. Induz a criança a se comunicar, a usar a linguagem corporal e oral (além de outras é claro), para demonstrar seus interesses, por meio da construção de significados.

E o brincar tem um ótimo aliado: o brinquedo. É ele que torna o ato de brincar muito mais prazeroso e agradável para a criança. Com peças de encaixar, por exemplo, uma criança descobre que é capaz de empilhar objetos, e repete o processo, pois para ela isso é uma descoberta deslumbrante.

“Ao participar de um jogo, cuidar de uma boneca ou levar o carro ao postinho de gasolina, os pequenos tornam-se protagonistas daquilo que os espera na vida madura”, afirma a terapeuta ocupacional Teresa Ruas.

Não importa se a criança tem 2, 4 ou 5 anos. O mais importante é que a criança desenvolva o seu lado lúdico, moral, cognitivo, físico e social. E isso só é possível com a brincadeira, pois ela  é a chave-mestra para abrir as portas do mundo que cerca a criança.

Por Andréa Oliveira.

Fontes: Diretrizes Curriculares Nacionais, Referencial Curricular Nacional e Educar para Crescer.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!