WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Torne realidade o sonho de viver do que você ama! 20% OFF nos cursos online + 5% OFF pagando no cartão

3 pragas do coqueiro: principais medidas de controle

Quando identificadas nos coqueiros, as pragas devem ser erradicadas o mais rápido possível para não se espalharem pelo coqueiral

3 pragas do coqueiro: principais medidas de controle

“Um bom manejo de pragas do coqueiro começa com as inspeções constantes no coqueiral, com o objetivo de identificar possíveis problemas. Quando identificadas nos coqueiros, elas devem ser erradicadas o mais rápido possível. Caso contrário, podem gerar sérios prejuízos ao produtor de coco”, explica José Inácio Lacerda Moura, pesquisador do CEPLAC (BA), e professor do Curso CPT Controle de Pragas e Doenças do Coqueiro.

Algumas delas são mais comuns nos coqueirais, como a broca do pecíolo, o gorgulho dos frutos e flores e a vaquinha do fruto. Vejamos com mais detalhes:

1. Broca do pecíolo


A broca do pecíolo pode impactar em mais de 50% das folhas do coqueiro, o que compromete o seu metabolismo e reduz significativamente a produção de cocos. Quando em fase adulta, a praga é um besouro com cerca de 22 milímetros, que pode infestar todo o coqueiral. Na fase larval, a broca cava galerias com cerca de 8 milímetros de diâmetro por 40 centímetros de comprimento. Com o avanço do ataque, as folhas se tornam amareladas até quebrarem.

Medidas de controle

Os especialistas não recomendam o controle químico. Alguns sugerem a remoção e o descarte das folhas do coqueiro infestado. Elas devem ser cortadas na base e incineradas com o objetivo de exterminar as larvas e impedir que se espalhem no coqueiral. O procedimento deve ser realizado preferencialmente antes de a praga emergir na fase adulta, pois os besouros podem voar para coqueiros sadios.

2. Gorgulho dos frutos e flores


A fêmea do gorgulho dos frutos e flores ovoposita nas flores ou nos frutos do coqueiro. As larvas eclodidas se alimentam dos frutos mais jovens e cavam galerias nas estruturas foliáceas associadas às inflorescências do coqueiro. Com o avanço da praga, frutos e flores caem, o que impacta na produção de coco. O macho apresenta um par de chifres voltados para a frente diferentemente da fêmea, que não os possui.

Medidas de controle

Como medidas de controle, os produtores de coco realizam a limpeza da copa do coqueiro, fazem o coroamento do solo, removem os frutos verdes do chão e depois os incineram (queimam) ou enterram. É importante adotar tais práticas para que a população da praga não aumente nem dissemine no coqueiral. Se deixados no chão, os cocos verdes servem como foco para o desenvolvimento dos gorgulhos.

3. Vaquinha do fruto


A vaquinha do fruto concentra seu ataque na epiderme dos frutos do coqueiro, o que torna os cocos verdes impróprios para consumo in natura. Quando na fase adulta, a vaquinha alcança 6 milímetros de comprimento e, com o seu corpo achatado, move-se até os frutos maiores, dos quais se alimenta. Normalmente, são encontrados ovos e larvas nos cachos dos coqueiros infestados na parte sombreada da planta.

Medidas de controle

Os maiores prejuízos envolvem a produção de cocos verdes para consumo in natura. Nesse caso, deve ser aplicado um inseticida com baixo poder residual, prescrito por engenheiro agrônomo. Na aplicação, é importante o uso de equipamento de proteção individual, pois se trata de um produto tóxico. Se a produção de cocos maduros for direcionada à indústria, essa medida de controle pode ser descartada.

Conheça os Cursos CPT da Área Cultivo e Processamento de Coco:

Controle de Pragas e Doenças do Coqueiro

Produção de Coco Anão para Consumo de Água

Industrialização do Coco - Processo Artesanal

Fonte: Ceinfo - ceinfo.cnpat.embrapa.br

Por Andréa Oliveira.

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis E-book Implantação de Pomar e Cultivo de Frutíferas

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

José Antônio baggio

5 de ago de 2020

Temos 30 pes de coco anão com 25 anos ,favor informar a quantidade diária de água necessária para irrigação através de gotejamento constante

Resposta do Portal Cursos CPT

12 de ago de 2020

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.
O ideal é que você procure informações junto a um especialista, para poder orientar.
Atenciosamente,
Lidiane Lisboa

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!