As principais doenças que atingem os suínos

Conheça as principais doenças que atacam os suínos e como evitá-las

Suíno

A criação de suínos é uma atividade importante para a economia e o desenvolvimento do nosso país. Porém, os suinocultores precisam estar atentos à saúde dos seus animais, que é um fator imprescindível para o sucesso da suinocultura. Algumas doenças são extremamente contagiosas e podem prejudicar severamente a criação se não forem diagnosticadas e tratadas corretamente.

A seguir apresentamos as principais doenças que acometem os suínos e qual a melhor forma de evitá-las:


Pneumonia


Essa doença tem como agente causador uma bactéria e é extremamente contagiosa. A boa notícia é que ela não causa a morte de todo o rebanho, que pode conviver com ela se receber o tratamento adequado. Uma das possíveis causa é a higiene precária do local, que acaba por permitir a proliferação da bactéria e a consequente contaminação dos animais. No caso de pneumonia enzoótica, é necessário vacinar todo o rebanho pois ela provoca a redução da imunidade dos animais, o que favorece o aparecimento de outras doenças.


Peste Suína


A peste suína é um pouco mais complicada que a pneumonia enzoótica. Isso porque ela é causada por um vírus que provoca febres altas, diarreia por vários dias, vômitos, andar desregulado, manchas azuis na pele e outros sintomas, podendo causar muitas mortes na criação. A vacinação é fundamental para evitar o aparecimento dessa doença no rebanho.


Febre Aftosa


Essa doença suína também pode ser passada para bovinos e, por isso, é preciso ficar atento. A carne infectada pela febre aftosa pode, inclusive, causar prejuízos aos humanos que a consomem. Lesões na vesícula e na cavidade bucal dos animais são os principais sintomas dessa doença.


Rinite Atrófica


A rinite atrófica pode ser propagada facilmente. Os principais sintomas são espirros, manchas escuras ao redor dos olhos, desenvolvimento retardado, corrimentos e atrofias nasais. A melhor forma de evitá-la é vacinando os animais, cuidando também para que a baia não fique muito cheia e que ela esteja sempre higienizada.

Inclusive, essas medidas de evitar a superlotação das baias e cuidar da higiene é fundamental para garantir que outras doenças não contaminem os animais. Ainda, ao adquirir animais de outros rebanhos, é preciso deixá-los no período de quarentena para garantir que estão livres de doenças, que podem ser transmitidas ao rebanho saudável. No caso de qualquer dúvida, o veterinário é o profissional indicado para auxílio aos suinocultores.


Conheça os Cursos a Distância CPT, constituídos de Livro+DVD, e Cursos Online da Área Suinocultura:

Manejo de Leitões do Nascimento ao Abate
Produção de Suíno Light – Mais Carne, Menos Gordura
Sistema Orgânico de Criação de Suínos


Fonte: Tudo Sobre Bichos – tudosobrebichos.com


por Renato Rodrigues

Cursos Relacionados

Curso Manejo de Leitões do Nascimento ao Abate Curso Manejo de Leitões do Nascimento ao Abate

Com Prof. Dr. Paulo Brustolini

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Sistema Orgânico de Criação de Suínos Curso Sistema Orgânico de Criação de Suínos

Com Prof.ª Arenales

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção de Suíno Light - Mais Carne, Menos Gordura Curso Produção de Suíno Light - Mais Carne, Menos Gordura

Com Prof. Luiz Mário

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Camila Andrade

28 de set de 2018

Eu tenho um suino que embaixo da barriga dele tem uma "bola" estranha, tipo uma carne crescida. O que será isso? Eu posso estar consumindo esse suíno normalmente?

Resposta do Portal Cursos CPT

28 de set de 2018

Olá Camila,

Agradecemos a visita e comentário em nosso site. O ideal é consultar um veterinário, para ele ver e analisar o que pode ser.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

Outros artigos relacionados à área Suinocultura

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade